29 de maio de 2007

Valda - te amo


Valda – te amo

Que não seja por falta de comunicação, que o amor não se propaga.

Esta frase, escrita no asfalto, – tão brasileira, como a Spuk - é o grito de quem teme.

Ama-se, na cama, no chão, na banheira, no elevador, na praia, em tudo quanto é sítio,
No asfalto, arfa-se.

Mudam os tempos, mudam as formas de amar.

3 comentários:

Rui Salvador disse...

Será a declaração de alguém que estava rouco?

Anónimo disse...

SIM kim!

isto é típicamente brasileiro.

Só precisa voce vir conhecer o Brasil.

SPUK

carla mar disse...

AMOOOOOOOOOOOOOO-TEEEEEEEEE... (ELE sabe quem é)
;)

tb se escreve o amor no blog dos amigos ;)