10 de junho de 2007

Venezuela a saque

Hotel Anauko Hilton - Caracas

Maiquetia, deveria ser um aeroporto igual a tantos outros, mas não era. A Venezuela, destino apetecido que me levava a juntar o útil ao agradável, ficou a ser para mim, o marco geodésico que assinala a insegurança, o medo e a vontade de não voltar.
Por defeito da minha actividade profissional, quando viajava, era normal indicar nos documentos alfandegários, a profissão de MANAGER. Sempre assim tinha feito.
Ao chegar, fui informado pela polícia aduaneira, que deveria apresentar-me no Ministério das Finanças, no dia seguinte.

Sem perceber o motivo de tal pedido, lá me dirigi. Tinha começado um calvário de perguntas e inquéritos, sobre as razões que levaram um MANAGER a visitar a Venezuela. Lá fui dizendo que era uma visita meramente turística e que MANAGER era a tradução que eu tinha arranjado para sinónimo de EMPRESÁRIO, efectivamente a minha profissão em Portugal.
Pensavam eles que eu era empresário de futebol ou artístico e que o motivo da minha visita era estritamente profissional. Como tal teria de pagar impostos, calculados com base naquilo que viessem a supor, serem os meus lucros.
Fiquei siderado e completamente obnóxio.
- Penitencio-me pela expressão usada sobre a minha profissão, mas não sou empresário de estrela nenhuma nem venho em negócios – expliquei eu aos barrigudos agentes inquisidores.
Ficaram de averiguar o caso. Voltei no dia seguinte, no outro e no outro. Oito dias seguidos de perguntas e pressões que acabaram por resultar em zero. Nada paguei e fui devolvido à descoberta do Caribe.
A simpatia e a simplicidade dos caribenhos não passava por ali!

3 comentários:

Rui Salvador disse...

Parece que eles gostam mais de "Dealer".

Pantas disse...

Cá o nosso Governo/Estado tem uma coisa parecida.. PEC - Pagamento Especial por Conta.. Gatunossssssssss !!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

A revolução bolivariana em debate

No âmbito do seminário permanente Comunismos: História, Poética, Política e Teoria, vai realizar-se uma sessão dedicada ao tema Democracia e Revolução: a América Latina e o Socialismo hoje.

Quinta-feira, 14 de Junho, no ISCTE auditório B203 (edifício novo), às 17:30.

Participam:

* Diana Raby (Universidade de Toronto e Universidade de Liverpool) autora de "Fascismo e Resistência em Portugal 1941-1974" e "Democracy and Revolution: Latin America and Socialism Today".

* Miguel Urbano Rodrigues, jornalista e escritor. É autor de vasta bibliografia publicada em Portugal e no estrangeiro nos domínios da política e da história e é também romancista.