17 de junho de 2007

João Moucho - O Patriarca




João e Ana, já não têm vinte anos, há muito tempo.
Uma vida inteira de trabalho, bebendo suor e mastigando cansaço.
A terra, moldou-lhes as mãos e o sol aqueceu-lhes a alma.
Seres maravilhosos, onde a maldade e o ódio não entraram.
Geraram nove filhos, sua cópia fiel, uns, por cá, outros, espalhados pelo mundo.
Conceição, Fátima, Maria de Jesus, Tó, Ana, Zé Manel, Céu, Manuela e Rui - O sucesso destes é o espelho dos pais.
Os que foram chegando, por via da união, cheiraram o espírito que neles se vive e integraram-se no Império dos Mouchos.
A aldeia de Zebras, no coração da Beira Baixa, alberga esta família fantástica, que a gente não esquece e meio século de amizade, nos obriga a rever.
João e Ana, oitenta e tantos anos a irradiar amor.
Não tenho memória duma família assim!
Bem hajam amigos! Até breve!

Às vezes, em fim de semana, o meu regresso às origens.

3 comentários:

carla mar disse...

fica uma beijoka para o joão e para a ana... e um sorriso, grande, ao AMOR :)

Anónimo disse...

TENHO ACOMPANHADO AS SUAS HISTÓRIAS QUE GOSTO MUITO MAS NÃO PERCEBI AINDA SE É VOCÊ QUE GOSTA DE TODA A GENTE OU SE É TODA A GENTE QUE GOSTA DE SI.
CONTINUE. ESTOU A ADORAR. S.P.

Anónimo disse...

Eu também tenho uma família assim.
Tenho um pai e uma mãe fantásticos.
Sou a mais nova de nove irmãos.
Tenho laços fortes e bons.
E esta semana estou de férias...
Mas tinha de vir cumprimentar os amigos(ainda que virtuais).

I.R.