28 de maio de 2008

Que geração é esta?











O que é isto?
Geração rasca? Geração perdida? Geração rebelde?
Devo estar a ficar fora de moda e não vejo esta auto-afirmação como um posicionamento na sociedade de classes. É apenas um instante de loucura!
E pensavam os meus pais que, calças à boca de sino, cabelos compridos e camisas às flores eram coisas do demo.
É por estas e por outras que vou continuar um eterno saudosista!
Ó tempo, volta pra trás
Traz-me tudo o que eu perdi
Tem pena e dá-me a vida
A vida que que já vivi





18 comentários:

Anónimo disse...

Não te irrites Kim! :) ... e logo hoje que é 28 de Maio.
Não é um problema geracional. É uma extravagância de alguns tipos desta geração e todas tiveram e têm e terão alguns exageros.
Tudo começou com o brinco. Lembras-te quando se furavam as orelhas às meninas com uma agulha?
Acho que este modismo já está a passar. Agora o que está a dar é a tatuagem. :)
Vá. Põe lá uma argola no nariz!!!
eheheheheheh
abraço.
jc/.

Anónimo disse...

Modas! Se soubesses as artimanhas de que tinha de me servir para usar uma mini saia! Depois de sair de casa, dobrava o cós da saia, várias vezes para ficar 3 dedos acima do joelho, porque até isso me era proíbido. Calças, na rua? Nem pensar. Um dia que tive o "arrojo" de pintar levemente, os olhos, pôr um pouco de rouge nas faces e usar um baton, que quase não se via, o meu pai, mandou-me tirar aquilo tudo ou então tirava-me ele, com o pano de lavar o chão.
Bikini? fato de banho e com saia, já era uma sorte. Por vontade dele se calhar usaria roupa até aos pés e burka. E não era por mal. Era amor. Mas eu na altura não sabia. Foi por isso que comecei a fumar. Por desafio ou estupidez, penso agora, que me quero livrar do tabaco e não consigo. mas é realmente horrivel ver os jovens, encherem-se de apêndices por todo o corpo e desfeiarem-se com as pavorosas tatuagens. Usarem calças roupas feias e ainda por cima caras.
Enfim! "mudam-se os tempos, muda-se a vontade" Ou será " mundam-se os tempos, muda-se a moda"?
Maria2

Anónimo disse...

Sem Comentários
Dasssssssssssssssssssssssssssssssssse
O.R.

jroma disse...

Peço desculpa mas o meu comentário foi colocado no tema Criança precoce

carla mar disse...

É difícil, compreender os motivos, que levam alguém a fazer do seu corpo... uma moldura, para uma pintura eterna esburacada.

Beijinho, meu ;)

JRoma disse...

O que eu me pergunto é o seguinte.
O que é que eu fiz para que o mundo se tornasse melhor?
O meu comportamento exemplar a quem serviu? O que é um comportamento exemplar? Oque é anossa existência? Será alimentarmos o ego, pensando que somos melhores do que o próximo?
Tenho 62 anos esperava mais, do ser humano.

Parisiense disse...

Geração perdida.......perdida de valores, de auto-estima, perdidos de uma sociedade onde eles não se enquadram...talvez não por culpa deles mas sim de nós que não soubemos explicar melhor, amar melhor, viver melhor.

Mas não temos raças que fazem isto???!!!!.... indios, tribos de africa.......então talvez eles se identifiquem com eles......e para isso só há uma solução é eles mudarem-se para lá......

Gros Bisous

sendyourlove disse...

isto não é nenhuma geração...sempre existiram os grupos pela diferença...punks, góticos, metálicos...
Temos de ser abertos à diferença e às opções de cada um para si.

Anónimo disse...

Quando era pequena usei sempre, calções, mini saias, calças, tudo com blusas a condizer, era a minha mãe que me fazia toda a roupa ou me comprava nas melhores lojas de Lisboa, tudo na moda e para a frente.
Era muito criticada por toda a familia, ela não ligava e o meu pai nem se atrevia a dizer nada.
Fui crescendo e um dia comprei sapatos com 3 cm de salto, tinha 14anos, era Natal, festa de familia..
achava eu que era adulta... o meu pai zangou-se e fez-me devolver os
sapatos.. usei soquetes até muito tarde,o Reitor do Liceu só nos deixava entrar de bata branca, soquetes, fita branca na cabeça.
Baton, verniz, risco nos olhos, nunca, um dia pintei-me e apanhei uma tareia tão grande que nunca mais esqueci............
Fumar nunca fumei, fui uma garota rebelde, e sonsa, dentro de casa
tentava não levar tareia, na rua era a desbunda ordenada, sabia que tinha de voltar para casa....
Acho que todos, devem ser livres de fazer com o seu corpo o que querem, buracos, tatuagens....e se com isso fossem felizes, não me parece cada vez estão mais cinzentos.
Viva a liberdade, eu não o fazia já sou cota......
Bjinhos

Osvaldo disse...

Kim, se você viveu a sua juventude com felicidade, não peça para que o tempo volte para tráz porque de certeza que o próprio tempo não teria para lhe dar o que de bom deu nesse tempo...
Conheço um jornalista no "Tribune de Genève" que tem o corpo tatuado a 98%, argolas nas orelhas que le dilataram as mesmas e muito mais ao ponto das autoridades lhe obrigarem a substituir a foto do BI, e não deixa de ser um dos cronistas mais lidos e conceituados da Suíça. Seu nome,... Etienne Dumond.
Um abraço para o amigo.

Anónimo disse...

Que susto!!!
Depois olho, penso e respeito os gostos dos outros.
Eu não gosto e acho que não ficarias bem de argolas...

Isabel

Pé Descalço. disse...

Há quem lhes chame "abortos" ou "Frankenstains. Eu identifico-os como "Aves Raras" ou "Mad Maxs XXI".
Oxalá o JC tenha razão quando diz que isto passa,mas,entre furos e tinta, o diabo os escolha.Espero bem que estas "Aves" não poisem nos meus ramos.
Para ti e para o jc,
aquele abraço.

Em nome da Ciência disse...

ontem ouvi um program de rádio e estou cheio de esperança.
Falava-se de células e o seu avanço para a cura de muitas doenças e prevenção destas,embora exista o perigo de um dia se poder construir o ser humano desejável. Assim como metade homem metade animal,o que por si só, já era um grande avanço. Metade mulher e metade vaca já existe.Espero bem que não se esqueçam de dar uns retoques nesta malta.

Anónimo disse...

O que será a velhice de todos estes jovens, cheios de aparelhos?Como será a sua higiéne diária?Como se dorme com tanta tralha?Pessoalmente acho que eles ficam mesmo muito feios.Por favor mudem o visual,senão,vão sofrer muito com as maleitas que aparecem com a idade Maria das Caldas

Anónimo disse...

eu tnh 7 piercings. e nao os faço pra ser intitulada d maluca. simplesmente adoro culturas antigas e extravagancias. e nao é so. uso-os por fetiches sexuais, etc.... e so o facto d saber k repugna mt gente tinhosa neste mundo mais gosto ainda tnh d os ter.....

Anónimo disse...

não sei o pq mas a nossa juventude se perdeu....deformam corpo e mente, não q tatto e pirsings, seja sinonimo de carater,mas tem pessoas q axageram dmais, tudo o q e dmais fica feio,eu tenho tatto e pirsing,mas e algo que quase não da p ver de tão discreto q é....
galera pensem bem quando forem fazer algo no corpo, pq vc pode esta satisfazendo um desejo, td bem q o corpo seja seu mas, a sociedade cobra na hora do emprego e outras coisas mais.....pense nisso....

Anónimo disse...

POis pois.
Só tenho uma coisa a dizer.
Voçes vêm paqui dizer isto e assado, cada um sabe de si, eu uso alargadores de 8mm e ninguem mas ninguem tem nada a ver com isso.
Essa geração velha anda ai a dizer "ai no meu tempo pintava o labio e o meu pai batia" pois meus amores mas nesse tempo fudia-se como cães eram as 13 e 14 filhos e sobre isso já não se diz nada pois nao?
Opah olhem mas é pela vossa vidinha porque é a melhor forma para não arranjarem problemas.
Não gostam? Não olhem fodasssse.

Anónimo disse...

GERAÇÃO REBELDE VAI MANDAR NESTE MUNDO.

FUCK THE SALAZAR

SALAZAR FILHO DA PUTA.

ZONA NORTE DO PAIS VDC, PDV,BCL,BRG,PRT.