29 de julho de 2009

Adoro galinhas




No prato, na canja, no churrasco, na capoeira, na empada e até na secretária e na cama. Que gostos esquisitos eu tenho!
E vá-se lá perceber por que razão eu gosto tanto de galinhas!
Fazendo uma introspecção começo a pensar que o único momento em que eu não gosto mesmo das ditas, é quando todas cacarejam em uníssono sem que o galaró meta a colherada. Não que tenha algo contra as galináceas, antes pelo contrário, como atrás já confessei. O cacarejar é que fere um pouco os meus já gastos ouvidos. De resto, adoro a melodia.
E assim, a modos que, como diria o diácono Cícero, cai-me na canja uma rechonchudíssima pernambucana galinácea.
Está agora em cima da minha secretária, onde faz as delícias de todos os galos que nem sempre conseguem descer do seu altaneiro campanário. Às vezes – eu incluído!
Obrigado Spuk, por esta prendinha vinda lá dos “Brasis”. É que a Spuk, cada vez que vem a Portugal traz sempre na bagagem uma recordação para mim e outra para o JC.
Pela parte que toca aos dois, o nosso obrigado pelos presentinhos.
JC – tens uns CDs e DVDs à tua espera!

17 comentários:

Osvaldo disse...

Kim;

Se são empalhadas é porque são velhas e de carne rija,... só serve para canja...

Mas se são daquelas de penas a depanar, venham lá as galinhas que se comem a todos os molhos...

Um abraço,
Osvaldo

mariabesuga disse...

Ó Kim as galinhas formam uma pandilha barulhenta mas... são galinhas o que é que se há-de fazer?!... e olha que quando entra o galo aquilo ainda fica pior!...

Nós temos um galinheiro com umas quantas das ditas e uns galos e às vezes é um desassossego mas já estamos habituados.

Ando a ver se concenço aqui o cooproprietário do galinheiro a deixar passar umas para a panela da ganja... não me tenho saído muito bem que para ele as bichezas é tudo de estimação...

Beijinho
Dia feliz

Essa galinhita vinda do Brasil é que é muito gira e o carinho com que de certeza é trazida para ti muito do coração. É preciso cultivarmos estes mimos.

Zé do Cão disse...

Kim. Não quero ser malicioso, mas não resisto em me por em bicos de pés, para "desbocar" um pouquinho.
Com que então galinhas na cama?
Nunca tinha ouvido chamar à companhia "Galinha".
Galinha vinda do Brasil?
Se é das que penso, há lá cada galinha mais bela, que é de babar.
Perdoa a brincadeira, mas com toda a desgraça, que vai cá pela minha "barraca", hoje ainda tive vontade de tentar fazer humor.
Um abraço

Parisiense disse...

Tu só gostas de galinhas porque te sentes um grande Galo ali com elas todas á volta....ahahahahahh

Só mesmo tu para me fazeres rir....

Por isso foste á Laurinha.....porque lá a galinha era bem apimentada...de caril.....ahaha

Bisous mon ange.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Eu prefiro ... frango mas não é o tal frango do futebol...

O meu vizinho da frente tem um grande terreno com muitas galinhas da Índia e são faladoras !!! ou antes direi cacarejadoras ???

Mas já me habituei à elas bem como ao grito do galo às tantas da manhã. Nem dou por isso !

A esta bela galinha do Brasil, podes dar beijinhos porque às outras.... (se me visses verias as minhas caretas).

Quando finalmente te encontrar, então tenho que ir buscar uma galinha ao meu vizinho e trazê-la para ti segurando-na pelas patas ?
Deus me livre ! Ainda vais ter que esperar muito antes que eu faça isto !!

;-D

Beijinhos

Verdinha

Maria disse...

Kim:
Galinhas cozidas, assadas ou fritas
São sempre bem boas e não fazem mal.
Mas daí a dizer que elas são bonitas...
São feias amigo, não leves a mal.

Gosto de uma bela canja de galinha,
Daquelas antigas, sem saber a plástico.
E para comer, que seja gordinha,
Para não pensar que mastigo elástico.

Laura disse...

Haja galinhas que cheguem para todos os gostos, claro que muitas, mas bastam duas...duas apenas, já cacarejam de sobra, e eu que o diga... Olha meu, podes sempre sentir-te à vontade com elas, seja no galinheiro, seja na cozinha ou na despensa, estás em todas porque tens uma presença linda, um coração ternurento e assim; não há nem havera galinha nenhuma que te escape...confia em mim...
Linda galinha essa, artesanato lindo..Gostei. Beijinhos.

Laura disse...

Ah, e já agora, galinhas velahs dão boa canjinha e têm a carne mais saborosa, os anos dão cá outro sabor..é preciso saber isso...hum, mudas as galinhas em gente linda...beijinhos.

laura disse...

Essa galinhola já parece ter as minhas mãos a abraçar..parecidas é? hum..
Ah, tu, todo sentadinho pareces um Rich man!...mas que borracho...e eu a imaginar-te às voltas com os meus comments e de todos, tadinho de ti, muito trabalhas...Beijinhos. ah, nem é por nada, mas, se der, aparece...laura.

Anónimo disse...

KIM

Esta galinha é um artesanato representativo, da famosa praia de Porto de Galinhas, no litoral sul do meu Estado.
Realmente é um prazer divulgar a nossa cultura e fazer aguçar a tua vontade de vir conhecer e curtir as nossas belezas naturais.
Oh! KIM, bem que podias organizar um vôo dos amigos do kim, para as terrinhas além mar. Garanto que não iam se decepcionar.

Caso queiram saber mais alguma coisa a respeito da origem dessa galinha, é só acessarem www.portodegalinhas.com.br.
Com relação as prendas, são de coração, vocês merecem, só lamento não ter encontrado com você, o JC e a Laurinha, pois estive tão perto dela.
Espero que você e o JC, curtam as fotos que enviei, assim como as musicas e o DVD “ELAS CANTAM ROBERTO CARLOS”, este foi uma gravação direta da tv, já que não existe para vender.

Beijos e ate quem sabe o próximo ano.

SPUK

Maria Soledade disse...

Kim, então trabalhas numa seguradora???Huuuumm...Não vejo as letras pequeniniiinhas!!!!...
:::::::::::::::::::::::::::::::::::

Olha Kim, eu de galinhas só gosto é dos ovos...saiem por um sítio de mau gosto mas sabem bem, portanto, que se lixe o traseiro...das galinhas,claro!!

Já agora a propósito de galinhas?quem nasceu primeiro? O ovo ou a galinha?AH,aínda não cheguei a nenhuma conclusão!! Tu sabes??

Outra coincidência...assinada por Deus (como diz a Laurinha), eu também tenho uma galinhinha 'quenininha em cima de um lápis que a minha irmã me trouxe quando foi a Porto de Galinhas o ano passado(Brasil).Eu falo,falo mas tenho montes de coisas e coisitas com galinhas.Acho piada!!FOGO, só não tenho,nem QUERO é na cama FOGE!!!...Mal por mal na panela...taditas, mas lá terá de ser...É a vida...de galinha!!!

Beijinhos

Laura disse...

Nina Spuk, a minha Neidinha (ela nasceu na África do Sul, Pretória, chama-se Neide porque eu adorei uma prima nossa, casada com um primo directo, ainda nem os conheço, e ela faiz anos a 11 de janeiro e a Neide nasceu a 10 de janeiro pelas 14.h ou seja a dez horas menos do dia 11, e assim ficou Neide...) ela esteve em Porto seguro o ano passado.
Se esteve aqui pertinho, eu sabia, vc me avisou, tive muita pena, mas minha mãe foi operada à vista (eu avisei vc ) e veio ficar aqui uma semana e não saí para lado nenhum, ela anda pouco e tem de ser ajudada, e assim, foi uma oportunidade perdida, por agora que mais tarde a gente voltará a ter belas oportunidades...
Beijinhos minha querida SPUK. laura.

Laura disse...

Ó Kim, bem podes ir ao resteas, ler o que a menina soledade achou que a rainha estava a fazer. Só esta mulher para nos deitar abaixo das galhetas e rir a bom rir, tanto que entornei o café em cima do ecran do pc e arredores...bom, sorte a nossa em ter a soledade no blogue e na vida..uma nina autêntica..beijinhos meus, laura

Kim disse...

Ainda cheguei a pensar que esta estória das galinhas ainda ia dar azo a qualquer desentendimento.
É que, vocês sabem bem que eu estou a brincar e a falar a sério.
Eu digo tudo isto mas ...
O que seria de mim sem as galinhas?
Seguros, com letras pequenininhas? Isso já acabou. Agora é só letras grandes
Bj

laura disse...

Kim, eu sei que as galinhas é o galináceo mulher, que falam e só arranjam encrencas, ah, nem sou eu que as faço, ehhhhhh, enfim, cacarejam, e a maior razão de todas é a que bem sabemos, querem todas o galaró só para si...é? atã, é por isso que há lutas desbravadas, e eu que o diga, ehhhhhhhh.
Em Brasilia, na Goiânia, estive hospedada num hotem d eprimeiro andar, terra tipo rural, adorei, e da janela do meu quarto, via as galinhas da chácara em frente, a lutar a pavonearem-se para o galaró, e ele só tinha olhos para uma, uma linda garnizé, as outras galinhas, mais velhas, ficavam danadas e queriam bater na desejada, mas ele picava-as, e andava sempre ao ladod ela ou a galá-la ou a arranjar-lhe comida, mas que belo romance ela teve, a soutras nem se atreviam senão!...tenho um post sobre isso onde se vêm muiats galinhas e um galo à frente, em cima duma ponte, onde contei a história, porque eu vivi esses momentos..Beijinhos meus, e por mim não arranjas escarcéu...já sou galinha velha ahhhhhhh...

carla mar disse...

estou em dia nublado,
temporariamente muito nublado
com perigo de vento forte
e acentuado arrefecimento nocturno...

hoje... estou assim :(
falar do Brasil aperta-me o peito.
o meu sogro é Brasileiro. está de partida, para a viagem sem regresso...
amanhã à noite os miúdos partem para um beijo ao avô.
este homem, foi um mau pai. um péssimo marido. um avô ausente... mas um sogro muito fixe!
talvez, por isso, na bagagem vai um beijo meu... apertado como um abraço.
(não é nada fácil aceitar que no lugar do miocárdio albergo um pacote de açúcar!).


quanto a galinhas... a minha, de Porto Galinhas, foi pastar com o filho do Brasileiro!... enfim, coisas de matrona à beira de um ataque de nervos...
lá na minha cozinha, no Estoril, habita uma galinha (da Beloura, nacional, claro está!)que não come nem pia, a minha bichinha domestica ;)

beijos


ps: não suporto ver galinhas nuas. só vestidas.
o talho, às vezes, é uma chatice!

laura disse...

Galinhas nuas? ora pois. Os talhantes deviam começar a cobrir as ditas com roupas de marca, modelos dos grandes costureiros...

Carlinha, que bom ter um sogro fixe, eu nunca tive nenhum... sogras? uma mais ou menos...
Beijinhos. laura.