1 de julho de 2009

O Mártir


A arte é uma coisa muito subjectiva. Muitos de nós só sabemos se gostamos ou não. Agora, se é boa ou má, venham os entendidos e abram-se as milionárias bolsas.
Não sou conhecedor profundo, apenas curioso. E quando a curiosidade me leva a olhar pinceladas do meu sangue, fico embevecido e com vontade de mostrar esta tela que vi nascer. Ambos os intervenientes são meus filhos.
O modelo é o Gonçalo e o pintor é o Bruno. Ao mártir e ao artista, a alegria de me sentir melhor.
Aqui fica então o último quadro do Bruno, a perpetuar os laços que a distância não consegue separar.

Parabéns Bruno! Gosto muito!

23 comentários:

Osvaldo disse...

Caro amigo Kim;

Ter um artista, já é bom, mas com dois,... é prazer redobrado.

Gostei do quadro com um estilo mesclo de abstrato/realismo que me faz lembrar Corot ou Bartholemy Day e mesmo Valloton, no seu começo, utilisava esse estilo de pintura.

Pra quando uma exposição e onde?
Com esse estilo e qualidade artistica não será dificil encontrar uma Galeria de Arte, conceituada e bem localizada para expôr!...

Um abraço, Kim e parabéns aos artistas.

Osvaldo

Anónimo disse...

Muito bem!
Parabéns artistas.

Um beijinho

Isabel

Laura disse...

Ah, olhos que viram o mundo através dos teus olhos, o que poderiam ser, senão dois artistas em ponto grande?
Belo, é Arte, é Pintura, e haverá mil interpretações, através do olhar de cada um. Simplesmente lindo, e baba-te Pai, porque o momento, merece..Beijinho aos 3!... Laura.
Kim, não consigo aceder ao blogue do Moa, e tu?

Kim disse...

Osvaldo, como julgo que sabes, O Bruno estuda e vive em Nova Iorque. Ora não é fácil expôr naquela capital da arte. Ele tem já algumas ligações apenas verbais com uma Galeria mas esta tem a sua agenda já preenchida para os próximos três anos.
Por outro lado é preciso ter muito sorte independentemente do artista ser bom ou não.
Em Portugal, fez várias exposições e todas muito bem sucedidas.
O Bruno é um pintor de formatos muito grandes e isso, só por si, também dificulta a aquisição ao comum mortal.
Na sua última exposição em Lisboa, um dos quadros tinha seis metros de comprimento por dois de altura.
Todos os outros tinham três por três.
Quem é que tem casa para isso?
Ele diz que quando pinta, a última coisa com que está preocupado é a de saber se vende ou não. Logo ...!!!
O Moa comentou no post anterior. Vou estar atento ao seu blogue, já que a saúde dele parece estar a dar-lhe água pela barba.
Abraço amigo

Anónimo disse...

Seve disse...

Um dia Picasso estava sentado no aeroporto à espera de um voo para Nice e acercou-se dele uma Srª. de meia idade que depois lhe perguntou:-"O Sr. é mesmo o Picasso, não é? e lhe pediu que lhe desenhasse o retrato enquanto esperavam.
Picasso rabiscou meia dúzia de traços num bloco cortou a folha e estendeu-a à Sraª., dizendo -são 160 mil pesetas-, a Srª. escandalizou-se- 160 mil pesetas? Mas o Sr. levou 1 minuto a fazer isto. Picasso, imperturbável, retorquiu:-Engana-se, para fazer isto levei 80 anos"

Anónimo disse...

Seve disse...

Gostei, que maravilha.

Um abraço Bruno

Conversa Inútil de Roderick disse...

Também gostei! Muito bom!
É o teu filho, o Bruno?
Parabéns!! Temos pintor!

carla mar disse...

BELO :)

(beijo meu)

Je Vois la Vie en Vert disse...

O Osvaldo disse tudo, ele é o especialista em arte !

Parabéns aos teus dois filhos e a ti também..., Kim !

Dizes a Laurinha que não consegues seguir o ritmo das postagens dela mas estás a ser contagiado !

Pelos meus amigos, deixei no post anterior as minhas últimas vontades, Se faz favor de satisfazê-las quando for a altura... daqui há muitos anos, espero eu...

Beijinhos da Verdinha

Maria disse...

Kim:
Parabéns ao artista, ao modelo e ao autor dos dois.
O quadro embasbacou-me e comoveu-me.
Tem uma força extraordinária e ao mesmo tempo, uma desespero doloroso.
O Bruno é um grande artista.
Beijos de uma Petite Marie, que hoje quase não pode escrever, porque tem dores nos ossos todos, sobetudo nos pulsos. Este calor húmido põe-me de rastos.
Até amanhã, se os ossos deixarem.

Parisiense disse...

Parabens aos filhotes e ao papá babado....ahahahah

Não sou amante de quadros tristes, gosto mais de coisas cheias de cores vivas e alegres.....mas cada pintor pinta o que sente...é como os poetas....cada um escreve o que lhe vai na alma.

Mas que não deve ser facil fazer essa mistura de cores e sombras não deve mesmo....
Por isso parabéns ao Bruno.

Beijokitas

Fa menor disse...

Muito bonito!

É um orgulho ter artistas em casa
... eu que o diga :)

Parabéns!

Teté disse...

Não entendo nada de arte - só sei se gosto ou não gosto - mas acho que fazes bem em mostrar a pintura do teu filho, que sempre contribui para a divulgar de alguma forma.

Esta fez-me lembrar tanto uma imagem (desenho) que tinha no meu livro de História da primária, que não me espantei nada com o título do quadro: pretendia retratar D. Fernando, quando ficou cativo em Fez! Tem tudo a ver, não é?

Beijocas e sorte para ambos os filhotes nas respectivas profissões!

mariabesuga disse...

Pois, Kim, considera pervilégio esses teus filhos.

Por mim parabéns a eles, especialmente ao pintor.

A arte em termos de conceito está muito "estragada" ao que vamos assistindo. Essa é que é essa.
Convido-te a entrar no blog do meu marido e entenderás porque ponho as coisas desta forma.
http://antonior-ocantodafenix.blogspot.com/

Repito, parabéns ao pintor, Bruno!...

Abraço
mariabesuga

Anónimo disse...

Gosto mas quero ver ao VIVO e a CORES :)
Abraços do Desterrado ...
jc/.

Anónimo disse...

Comungo com o Osvaldo
Ter um artista na familia já é bom mais 2 prazer dobrado, mas ele esqueceu de te que é um artista das letras no blog.

Spuk

Zabour disse...

Eu tb gostei muito.

Beijinhos

Laura disse...

Quase todos somos artistas na vida, artistas até nas artes de enganar a vida, trapaceá-la, voltá-la do avesso, e isso ninguém nos tira, mas, Pintar, é para mim a ARTE suprema!...
Beijinho a todos, da, laura.

Gi, Dentro da Bota disse...

Adorei o quadroooo!!!
Dei minhas pincelas... mas parei.... quem sabe um dia retorno....

Tanti salutiii
Gi...

Laura disse...

Amanhã vou começar novo quadro, espero que o Shaka não o queria autografar antes da obra acabada...
Um beijinho e sorte, sempre sorte para todos os teus filhos..laura.

antonior disse...

Caro Kim,

Já tomou contacto, superficial, com a minha opinião sobre a questão da crítica e avaliação de arte.

À partida, e pelo que posso ver aqui, no ecrã, gosto do quadro....sem dúvida! Conceptualmente tem um conteúdo interessante. A composição é descutível, mas não está desiquilibrada. Formalmente, corresponde à opção do pintor, e situa-se dentro de parâmetros que não ponho em causa. Tem uma perspectiva dramática, de um ponto de vista de cima para baixo, com um trabalho de luz que lhe dá força. Resulta um quadro interessante.

Saúdo os seus filhos pelo trabalho e pelo gosto por ele (o trabalho da pintura) que se consegue ler.

É importante realçar a impossibilidade de ser mais rigoroso na apreciação por uma razão. Os limites do visionamento de um ficheiro digital, num ecrã de computador implicam que a apresentação cromática do trabalho varia conforme a diferença de calibragem do monitor de origem e o de visionamento, pelo que o não é possível apreciar as cores do original podendo dar uma ideia incorrecta. Por outro lado gostaria de conhecer as dimensões do quadro, técnica usada sobre que suporte e contextualizá-lo no percurso do autor.

Ultrapassando estas questões, repito que gostei e acrescento que gostaria de conhecer mais trabalhos e acompanhar o futuro.

Um abraço

Cristina disse...

Parabèns para Bruno.
Bom fim de semana, Kim, bisous

BLOGADOR disse...

Parabéns Bruno. Eu, sinceramente, não sei se gosto ou não. Mas eu em matéria de Arte sou um zero à esquerda.
Abraço.