12 de fevereiro de 2009

Onde pára esta malta?


Longe vão os tempos em que eu não era saudosista. Mais longe ainda, estão os dias da revolução. Aquela que eu vivi como cidadão e a outra, como militar forçado.
Para os que disso se lembram, saberão do que falo.
Toda a gente ralhava e ninguém se entendia. Todos sabíamos mais ou menos o que queríamos, só que lhe dávamos nomes diferentes. Na altura chamava-se a isso – reivindicar. Mas isso é coisa que eu deixo para os mais politizados e eruditos na matéria, o que não é o meu caso.
Assim, como guardo um pouco de tudo, aqui deixo esta preciosidade, para quem os conhece, dum grupo de malta amiga, sendo que neste caso apenas quatro eram mesmo amigos. Os outros andarão por aí, ao sabor de novas amizades.
Deste grupo, destaco o meu grande amigo XL (Francisco Luís Rosa). Habitualmente aqui comenta e como de costume encontra-se na primeira linha da revolta (primeiro à esquerda, sentado na cadeira).
Tal como comecei, longe vão os tempo em que o XL usava fato e gravata.
Já percebeste porque é que tenho saudades Xico!
Um dia destes tens de aparecer como outrora. Valeu?

15 comentários:

Anónimo disse...

AH! KIM
TENTA NOMEAR E IDENTIFICAR CADA UM DOS QUE ESTÃO NA FOTO.

SPUK

jrom disse...

Tanta gente que adorava fato e grvata!...
Também alguns a detestavam......
Muitos tiraram-na para serem mais revolucionários e continuaram com saudades e voltaram a usar.
Infelizmente verificamos que nem sempre é o hábito que faz o monge.
A pureza das ideias é que estava neste grupo.
Muita coisa muda com o tempo.
A saudade fica.

Anónimo disse...

Obrigado Kim por esta doce recordação.
As minhas gravatas eram as mais bonitas de todo o Bairro do Bosque.
Por vezes, ainda ponho uma gravata, mas só em momentos especiais, um dia ponho uma para ti.
Nem Saudosismo, nem Materialismo, destruirá a nossa AMIZADE.
Mas digo-te, tenho saudades da Revolução que virá.
Do passado, as recordações, boas e más, do futuro, a esperança.
O presente, á velocidade da luz, que por vezes se agarra num copo de vinho.
Dos amigos da fotografia, alguns já partiram, os outros, andam desencontrados
Um forte abraço a todos.

xl

Laura disse...

E onde tás tu ó matulão? assim num dá pra ver, penso que és um ou outro, mas não acerto não. Belos tempos que depois de África (Angola) os nossos jovens reuniam-se em jantares no restaurante Pinóquio em Pretória, também lá estive e cantavam ; Angola é nossa, é nossa, é nossa!... Ah, belos tempos de falares de lado, de surpresas de revoluções, mas nada nos levou a algo melhor...veja-se agora!...Um beijinho e diz quem és na foto.

Kim disse...

Laura - Fui eu que tirei a foto, logo não estou lá!
Spuk - Neste grupo apenas o XL está ... omnipresente.
Todos os outros circundam outras vidas e alguns já nem lembro o nome.
JRom - Destes destaco apenas o Santos (Mula) que é o segundo em pé do lado direito e o grande actor e amigo José Carlos Garcês (de barba, sentado à frente do Mula).
Os outros eram mais novitos e nesse tempo, três ou quatro anos de diferença, eram muitos anos.
XL - Obrigado! Cada vez gosto mais de ti!

Kim disse...

Laura - Fui eu que tirei a foto, logo não estou lá!
Spuk - Neste grupo apenas o XL está ... omnipresente.
Todos os outros circundam outras vidas e alguns já nem lembro o nome.
JRom - Destes destaco apenas o Santos (Mula) que é o segundo em pé do lado direito e o grande actor e amigo José Carlos Garcês (de barba, sentado à frente do Mula).
Os outros eram mais novitos e nesse tempo, três ou quatro anos de diferença, eram muitos anos.
XL - Obrigado! Cada vez gosto mais de ti!

Je Vois la Vie en Vert disse...

Quem é que usa peúgas brancas ????

Está a ficar muito saudosista, realmente... é sinal de...? não, kim ! és um jovem ! ;D
Beijinhos verdinhos

Anónimo disse...

Kim, é uma maldade que não se faz a ninguém..... mas.. pronto...o das peúgas brancas sou eu.
Kim, além do Santos e do Garcês está também o Mota e o Júlio (o russo da Sorefame) e ao lado esquerdo do “Mula” está o que namorava a miúda que fazia a Rosa casada com o Zé do Burro que ia cumprir a promessa.
Eu fazia o Bonitão.....por isso é que usava peúgas brancas...
Quem deve saber os nomes desta malta toda é o Júlio (russo) pode ser que ele leia isto e diga qualquer coisa ele já tem falado aqui.
Kim, não quero arriscar o nome de quem escreve a acta, porque me é muito querido, mas é muito parecido, será mesmo? Repara bem.
Toda esta malta fazia parte do enorme grupo de teatro --- “MÁSCARA” –grupo de trabalho teatral (M.G.T.T.) que se formou no fim de 1973 na S.F.R.A. dirigido por Igrejas Caeiro e que levou à cena em 1974 “O PAGADOR DE PROMESSAS”.

xl

Cristina disse...

Bom dia de namorados, amigo e bom fim de semana.
Gros bisous.

carla mar disse...

Um BEIJO para o rapaz das meias brancas :p

... e outro, para ti, Kim ;)

Laura disse...

Ah, tudo bem, pois não te enquadravas em nenhum da foto, ou não te conhecia memso, mas nessas alturas passa a máquina a outro para ires por tua vez, ficar dentro da dita...
São momentos lindos e fizeram Teatradas? Mas que bom...Beijinho da laura e um Domingo feliz.

Anónimo disse...

Eu posso ajudar em dois, que ainda não falaram.. o 1º do lado direito que está em pé, é o Fernando ( Bananas ) a mae dele era a Rosa que vendia fruta na esquina da SFRAA.. o que está sentado à esquerda, a seguir ao XL, sei que tinha a alcunha de "Maçarico".. e ja nao está entre nós.. conheço mais 2 ou 3.. mas nao me lembro dos nomes.. só do Santos ( Mula )

Pantas

Anónimo disse...

Já agora... isto foi aonde ??

Pantas

Fátima disse...

Bom, cheguei aqui com um "bocadinho" de atrazo relativamente à data do post. Para o caso de alguém ainda passar por aqui... e quizer saber mais alguns nomes posso indicar que o dos óculos é o Mário " da viola" lembram-se que ele tocava? A seguir é o Júlio (o meu querido amigo) depois o 1º que está baixo é o Mauricio (o que já não pertence ao mundo dos viventes) e o primeiro que está em pé do lado direito não é quem alguém antes disse mas sim aquele que o XLuis diz - o namorado da Rosa (que sou eu: a Fátima) que se chama Vitor.

Kim disse...

Olá Fátima!
Nunca é tarde para aqui chegar. lembro-me muito bem de ti, porque tirei-te muitas fotografias e ainda conservo algumas. Tenho ideia de que nessa peça tu usavas um vestido comprido cor de rosa/salmão e tinhas cabelos compridos, mas não deixavas de ser uma miúda ao pé de mim.
Com vês, a vida dá estas voltas e um dia voltamos ao ponto de partida. Calculo que terás chegado a este espaço através do Júlio que também certamente um dia destes irei rever e que de vez em quando aqui vem comentar e me manda alguns mails.
Gostei das tuas notícias. Pena aquele que já partiu.
Existem aqui mais algumas fotos de gente que deves conhecer perfeitamente. Se não souberes com ver o resto do blogue eu explico-te
Recordar é viver.
um beijinho para ti