11 de janeiro de 2009

Almoço anual 2009





E já vamos no trigésimo sétimo ano em que no segundo sábado de Janeiro acontece uma almoçarada com amigos de infância.
O pessoal apenas sabe que tem de aparecer por volta das 9 horas e depois deixar-se conduzir até ao local do repasto. Pode ser a 3 ou a 300 quilómetros.
Este ano aconteceu no Restaurante O Primeiro, alugado só para nós, junto ao Campo Pequeno
Por acaso um de nós até fazia anos. Parabéns Avô Cantigas (mesmo ao centro da foto).
Depois, um fantástico bacalhau assado no forno com batatas a murro, grelos salteados e polvilhado com broa, fez as delícias cá do pessoal (16 no total).
Vinte e uma garrafas de Monte Velho e uma litrada de uisque, fizeram a malta voltar às canções que sempre se repetem. Em grande momento esteve o XL e o seu Fado Falado. É de ouvir e chorar por mais.
A meio da tarde, um caldo verde e uns folhados de carne, colmataram alguma lacuna que ainda houvesse nos estômagos ávidos já do próximo.
Eram já quase 20 horas quando terminou o almoço e todos perceberam por que motivo tiveram de ir e vir de metroplitano.
Em 9 de Janeiro de 2010 há mais!
Para os que não puderam comparecer, fica a cumplicidade costumeira

25 comentários:

Anónimo disse...

PARABÉNS KIM PELO SUCESSO

AGORA É SÓ ESPERAR O dvd PARA FICAR COM A COLEÇÃO COMPLETA

SPUK

Laura disse...

Bem; só de ver as fotos e o riso dos "rapazes" acho que vou tentar acompanhar-vos para o ano... mas, mais perto de Braga por favor!... a Ementa pode ser a mesma, tal e qual. Só acho que o caldo verde já não segue, pois quando almoço assim (ena, mais de uma garrafa por capita!) já não consigo jantar a modos, e muito menos, lanchar! Bem, acredita que nem me ralo se as mulheres não forem... eu sozinha dou conta do recado, apesar de nem ouvir; sou toda ouvidos para todos, basta que esteja virada pra eles e mais nem digo! Conversa, apenas conversa... nada de maus pensamentos nessas mentes pecaminosas!Tenho de ficar de frente para ler nos lábios e mais nada. Façam favor de ter os dentes direitos e sem óculos escuros para esconder a papada debaixo do olho, eu também tenho e nem disfarço!...Não há como, ou seja, a plástica deve custar os olhos da cara e sem olhos que importam os ditos papos?.
Bem, adorei a alegria e o convio são que existe entre todos.
Nunca poderei fazer isso porque; o meu pai de anos a anos mudava de terra em detrimento do Oficio, e o Estado mandava-o para aqui e ali e eu fui uma formiga saltitante, e assim; amigos e amigas ficaram pelo caminho... Nasci em Valença e só lá voltei anos mais tarde para ver por fora a casa onde nasci, mesmo dentro das muralhas (mas que bem guardada ó laurinha!)claro que tenho imensos amigos e amigas, mas juntarmo-nos assim, não dá!.
Beijinhos a todos e continuem a viver esse dia pelo de amor, paz e alegria!...laura.
Bem, memso que não me queiram na almoçarada, lembrem-se que! eu só ouço se ler nos lábios e podem sempre dizer uma ou duas das piores, que eu faço de conta, ou então; estou a olhar para outro lado...
Se vierem para perto, prometo só ir dar uma vista d eolhos ao pessoal das fotos...

jrom disse...

Pois é Laura!Também já deixámos alguns amigos, que embora pela ordem da vida, já partiram ,mas estamos sempre lá todos.
O historial deste grupo fala por si,nesta não muito longa travessia pela vida.
Na primeira foto não tenho oculos escuros ,mas estou de facto no centro por baixo ao lado dos oculos escuros.
obrigado por merecer a honra de me quereres conhecer fisicamente.
Pode ser que um dia esse almoço se concretize nesse lindo local de Valença, Monção, Vilar dos Mouros.
São locais de beleza invulgar ou quem sabe se não será em Braga.

jrom disse...

O único aniversariante foi o do nosso "avô cantigas",mas foi casualmente,porque o que nos move é mesmo o dia da amizade entre todos que já tem esta linda idade.
Dá-nos a possibilidade de fazermos algumas viagens ao passado com testemunho de todos.
É optimo e assumimos o compromisso de ainda estarmos presentes para o ano que que se segue.

carla mar disse...

Que lindos meninos!
Gostei de ver as fotos :)
Parabéns, ao "avô cantigas".


Uma beijokinha, docinha, nas vossas bochechinhas :)


...Quem é o "avô cantigas"????

Anónimo disse...

VOTOS DE MENOS FRIO PARA O ANO QUE VEM. PLOS VISTOS A MALTA CORTOU-SE MESMO. OU FORAM OS AVISOS PARA A TERCEIRA IDADE TER CUIDADO E NÃO SAIR DE CASA?
MALDITOS ALERTAS AMARELOS RSRSRRS.
ABRAÇO
JC :)

Cristina disse...

Parabèns para este dia cheia de amizade/
Onde è bicho?!!
Bom fim de domingo, bem frio aqui!!!
Bisous.

Laura disse...

BJrom, como escrevemos já há tempos, queria ver quem eras, já que sabia, estavas ali, mas qual? e além disso, gosto do que escreves e prontos...tá ai uma razão pra ver quem és ehhhhh...ahhh, mas nada como um dia realizarmos uma almoçarada cá pra estes lados..Já está assente mais dia menos dia ir a Lisboa, e serão alguns blogueiros a ir ao almoço, mas primeiro quero é fazer o implante, (tudo depende da consulta do dia 19) mas também gostava que me conhecessem antes de ficar a ouvir para verem como funciono, ehhhhhh, a nina parisiense, já nos escreviamos nos mails (temos um grupo fantástico, a pascoalita, africana e mais duas que não têm blogue e incluimos o gilinho quando a coisa não é descarada demais.... e como ia dizendo, a parisiense quando lhe liguei, ou seja, o manel ligou o telefone, ela veio e eu falei com ela, a pariga pensava que eu era muda além de surda, minha nossa, ficou aflita pois ouvia-me falar ehhhh so visto..pois claro que falo, devo ter um sotaque qualquer, mas nem me perguntes de onde!...e assim; quando ficar a ouvir será diferente, pois poderei corrigir a minha voz etc etc, sei lá, penso que sim, mas depois logo se verá...
E toca a agendar um almoçito pra estas bandas que a menos abonada sou eu!...
Tudo de bom..laura.

Laura disse...

Bem, ainda ninguém respondeu à pergunta...e a smuiés onde estão? foram almoçar em grupo tamém? ahhh, safadinhos, acredito que ficaram com os netos, ou sozinhas em casa....tá errado, mulher gosta de ir e fazer parte do almoço... Discriminação?

Parisiense disse...

È pá esse almoço parece do dos antigos colegas de escola....hahahahah

E esse placa de Odivelas no metro, faz-me lembrar as minhas idas a Lisboa, pois é para Odivelas que vou....é lá que moram os meus padrinhose a m/maninha do coração......ahahahhahah

Se correu bem optimo....nada com juntar um grupo de amigos para rir, cantar, estar feliz.....
Beijokitas e bom domingo.

Parisiense disse...

Oh laurinha, tens que estar aí a contar as minhas peripécias....ahahahha
Não te esqueças que sou loirinha, e claro sempre ouvi dizer que eras surda, vai daí, normal achar que também eras muda....hahahahaah

jrom disse...

Laura tudo vaio correr bem , quanto ao almoço é na hora e a aderencia,também penso que vai ser boa.
Neste momento penso que alguns intervenientes da peleja de ontem ainda não podem treinar no relvado devido às possíveis lesões daquele jogo do copo EHEHEHEH......

jrom disse...

Para além de mim também cá em casa o meu "adesivo" também te lê e também gostará de te conhecer.

Laura disse...

nina parisiense, foi mesmo um riso danado pensares e ficares admirade de eu falar, achas que te dizia que ia ligar se nem falasse? bolas...

jrom, ahhhh, os ninos como eu disse, enfiaram mais garrafas do que havia de pessoal, logo teria de ser assim...e o caminho pra casa? não se perderam? é que com este friozinho, coitados...Acredito, naqueles momentos a alegria espalha-se e..o tempo corre, o vinho desliza e depois já não sabem o que se passou...

Claro, um dia faremos um tal almoço. Há mais pessoal que quer vir a Braga, e nessa altura fala-se. Por agora tá frio pra canecos e nem apetece sair à rua...
Beijinhos para o teu adesivo também... certo que gostarei de a conhecer, ela é de Luanda? ai quem dera...e quem sabe conhecemo-nos...
laura..

Laura disse...

Jrom; diz em que anos estiveste em Luanda, eu vivi lá do ano 62 até ao 74, no bairro de s. Paulo, Rua dos Pombeiros e António Enes, cruzamento... já encontrei alguns vizinhos e quem me fez o meu blogue e mo ofereceu, foi um deles, mas que alegria, e já nem me lembrava dele, moravamos com duas ruas de intervalo...temos recordações lindas. Abraço. laura.

Kim disse...

Bem, então deixa-me cá explicar porque razão é que as mulheres não vão a este almoço.
1º Não vão porque nós somos machistas e mai'nada.(se calhar é melhor não brincar). Então agora a sério.
O primeiro almoço aconteceu num Janeiro de muito sol e frio e as mulheres, acharam melhor ficar em casa.
Depois continuámos a ir e elas a não achar piada nenhuma a um almoço que era sempre longe e frio.
Depois porque ficávamos o resto da tarde a jogar às cartas.
Depois ... foi sempre assim!
Além disso este almoço tornou-se uma lenda poruqe nunca tantos falaram e bricaram tanto. É rir,beber, comer, cantar, azelhar, desabafar e sei lá que mais "ar".
Também penso que elas não estavam muito interessadas no almoço porque havia outros que colmatavam perfeitamente esta.
Finalmente começaram a haver divórcios e desavenças e aí foi o golpe de misericórdia.
Ficou - o dia do Pessoal da Porcalhota.
Grande parte das mulheres até se conhece mas apenas isso, tirando um caso ou outro.
Elas também podiam fazer a mesma coisa mas era preciso alguém tomar a iniciativa, o que não é fácil.
Tá explicado?
Mas claro que almoçarei (só posso falar por mim) um dia destes aí no Norte, onde vou uma ou duas vezes por ano.
É só ir por aí acime e tenho a minha amiga Isabel em Vila da Feira, a Parisiense em Arouca, e a Laura em Braga, c'um caneco, de vinho verde.
Isto, só para falar do Norte, porque o Sul está mesmo aqui ao lado e é mais fácil.
Inté pessoal!

BLOGADOR disse...

Mais um para o almoço em Braga.
Quanto ao de ontem, estou admirado com o n.º de garrafas consumidas! É que eu só bebi meio copinho!
Ó Kim, partiram-se algumas?

Laura disse...

Viva, Blogador...tão? 21 garrafas e uma litrada (bem ou mal medida?) de wisky e achas que se partiram garrafas, ou será que foste tu que apanhaste os vidros? Haverá filme a provar? é que vejo ali uma maquineta em acção!...Bem, meio copinho, coitado do copo que nem teve o prazer de se sentir cheio...
Rapaz, é bom juntar o pessoal, é bom reviver os velhos tempos e ir contando as graças e desgraças da vida!...
Almoço em Braga? deixa ver o que o pessoal resolve, mas como diz o outro, mais prá frente, mais, pois, tá frio e eu ando numa de férias pagas e não a sposso perder!...
Beijinho a ti, de, mim. laura.

Laura disse...

Kim, já pareces o meu nuno que quando eu não percebia a lingua de trapos dele em pequenito, diza assim; mãe, deixa que eu vou-te aprender!...

Já deixo Kim, deixo e sou toda ouvidos para a escrita...

Realmente, elas querem ir, depois não querem, depois é isto e aquilo, mas os divórcios acontecerão sempre, haja ou não almoços de grupo, e cá pra mim, mais vale longe do que aos berros todos os dias... Sabes porque não deviam existir divórcios? Porque não deviam existir casamentos... é isso aí. gostas? ficas, não gostas? desanda!... filhos? problemas? haverá sempre estejam com o pai e a mãe ou apenas com um ou outro.. é a vida.

Fazeis bem, elas se não se juntam é porque não ligam, mas cada uma sabe de si...

Confesso que aqui poucos restaurantes conheço, gosto mais de fazer almoços cá em casa (é um apartamento, que de pequeno nem tem nada) que acabam em lanches ajantarados tal é a treta...Um vizinho meu lá do bairro em Luanda, veio cá, iam embora dali a nada, dizia ele ...era uma da matina quando se foram e foi um fartote de treta e lembranças risos e lágrimas...

Eu e algumas amigas costumamos fazer um jantar em casa de uma ou outra, eu adoro fazer isso, mas, a minha bolsa anda rota há tanto tempo que, por mais que queira nem sempre posso...e por vezes cada uma trás algo, que juntamos, ficamos com mais fartura que fome e matamos uma noite de bela treta. Mas, de Angola não tenho vizinhas, são daqui e bebem tudo o que podem ouvir a falar sobre a nossa terra de então...

O Manel por vezes vai a um almoço de amigos de colegas da tropa e aí como não conheço nenhum, nem ligo, nem quero ir... Mas quando iamos a Rio Maior ao almoço dos Engenheiros do Instituto Industrial de Nova Lisboa, ia sempre, pois as mulheres também iam e fiz lá boas amigas e amigos.

Bom, tamos conversados. Só tens de avisar e claro que se der, a parisiense também viria e... (ainda nem a conheço,mas falamos tanto que dentro de mim sinto que sempre convivi com ela) não tem dado, é isto, é aquilo, mas espero o tempo melhorar pois agora tudo diz que tá frio... e depende da consulta do dia 19, próxima segunda feira) Haja vontade e farei o almoçinho aqui em casa e temos espaço na sala, empurra-se isto prá li, aquilo prácolá e papamos e damos à treta com umas ganas que nem te digo...

Toma lá um abraço e olha o blogador a perguntar quantas garrafas se partiram!... ahhhhh. Beijinhos da laura.

Anónimo disse...

Acho muito bem e fico á espera.
A gastronomia do Norte é excelente
Vou gostar de conhecer o nosso Blogador e todos os outros

Um beijinho

Isabel

Kim disse...

Ah grande Isabelinha!
Esqueci-me de dizer que eras a minha Estrelinha do Norte.
Um dia alugamos o Parque de Exposições de Vila da Feira e fazemos um almoço para a blogosfera.
Beijinhos miúda.
Tenho saudades de ti!

Kim disse...

Ah grande Isabelinha!
Esqueci-me de dizer que eras a minha Estrelinha do Norte.
Um dia alugamos o Parque de Exposições de Vila da Feira e fazemos um almoço para a blogosfera.
Beijinhos miúda.
Tenho saudades de ti!

Anónimo disse...

Kim:
Como eu gostava de um almoço destes! Só malta que se conhece desde sempre, sem maridos nem mulheres a atrapalhar. Durante uns anos, eu e o meu irmão, no dia 1º de Dezembro, dia do Colégio Nun'Álvares em Tomar, iamos aos almoços. Depois fartámo-nos. Começaram a ser demasiado barulhentos. A última vez que vi o Camacho Costa foi lá. Era gente a mais, gerações diferentes a mais, barulho a mais, para duas pessoas viradas para dentro, como nós.
Mas tenho pena. Se um dia encontrar alguma "menina" da minha escola, aí sim. Com um cházinho, umas Fatias de Tomar, desfiaremos o passado e o presente, fio a fio.
Até lá, vou sonhando.
Ainda bem que o vosso almoço correu bem. Lá bem regadinho foi!
Beijo
Maria2

Anónimo disse...

Grande almoçarada!

O XL é um espectáculo a declamar, soberbo!

Tudo bom, grande dia.

Proponho que, para o ano, vamos todos vestidos à anos 60.......

Adorei.

Seve

Anónimo disse...

Ouviste Kim? agora não me lixes, é mesmo para irmos todos vestidos à anos 60.

Seve