30 de julho de 2007

Festas Populares













As Festas Populares sempre mexeram comigo.
Os bailes, a vacada, as rifas, os copos, os petiscos e a fanfarra, troam-me aos sentidos, empurrando-me para um tempo distante. Até a Marta, dezasseis anos de gente, pegou de caras, a bezerra de astes pontiagudas.
Por todo os cantos, a Tertúlia dos Papa-Minis, amontoava garrafas às dezenas. Não és homem, não és nada.
Eram estes os dias, à excepção das férias escolares e do Natal, que esperava todo o ano.
Este fim de semana, dediquei-o ao Bruno, por saber, ser este um momento que ele gostaria de partilhar e que não esqueceu. Era meia noite, quando o telefone soou. Então, como está a Festa?
A tisna do sol, a procissão, e a banda de Olhalvo, aconselharam um mergulho retemperador e fiz-lhes a vontade. Não um. Muitos.
A Sant’Ana, castigou duro os que suportaram nos ombros, o seu andor, de mais duma centena de quilos.
Fica no ar a promessa de que no próximo ano estaremos juntos a “parvar” mas felizes pelo encanto destas festividades pagãs.
Aqui fica o cheirinho!

6 comentários:

Anónimo disse...

Olha KIM!

"Cheirinho" é algo tipico do nordeste brasileiro, e bem mais do meu Estado (Pernambuco).

Será que já estiveste por aqui? E um dia vas contar as aventuras do KIM "UM CABRA DA PESTE", no nordeste do Brasil!
KAKAKAKA

Anónimo disse...

Desculpem, esqueci de assinar a messagem.

SPUK

carla mar disse...

kerido kim!

onde fika olhalvo ?
kem é SANT´ANA?
é a msm SANTA do sanatório da parede?
os pirotécnicos onde andavam?
... para o próximo ano conta cmg!
siga a banda ;)

Kim disse...

Oi Spuk! O Brasil é um perigo. E as "cabritinhas", são outro.
Mas um dia ... quem sabe!
Oh Carla, aquilo é uma festa. Olhalvo e Estribeiro, ficam muito perto de Alenquer.
Sant'Ana é exactamente a mesma do Hospital da Parede, local esse, onde trabalha uma das minhas irmãs.

Anónimo disse...

Ohhhhhh! KIM

O Brasil não é tão perigoso assim, como divulgam ai.

Podes vir tranquilo que vais ficar bem.

E aqui "cabra da peste" quer dizer homem valente, muito macho.

SPUK

martinha disse...

olaaaaaa

pois é ate eu tive a minha dose de adernalina na festa do Estribeiro..
pegar um bezerro nao é nada facil tao fartos de me chamar doida e toureira, mas valeu a pena adorei.. nao à festa igual a do Estribeiro.. e assima de tudo nao à rapariga mais maluca que eu..
:)