1 de fevereiro de 2010

Mário Crespo - Ousou!

Cada vez entendo menos a política.
Eu até julgava que estávamos em democracia!

O artigo de Mário Crespo, que seria hoje publicado, na coluna de opinião do Jornal de Notícias (JN), foi rejeitado pela direcção do referido diário.

No texto, Crespo alude a um almoço que reuniu o Primeiro-ministro José Sócrates, o Ministro da Presidência Pedro Silva Pereira, o Ministro de Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, e um executivo de televisão. Nesse encontro, num hotel de Lisboa, Mário Crespo terá sido referido como «um problema» que teria de ter «solução».
No artigo, o jornalista enumera exemplos de outros «problemas» que o Governo socialista terá «solucionado»: Manuela Moura Guedes, José Eduardo Moniz, o Jornal de Sexta da TVI e José Manuel Fernandes, ex-director do Público.
O jornalista contou ao SOL que enviou, às seis da manhã de domingo, o texto para o copy desk do JN. Por volta da meia-noite, Mário Crespo recebeu uma chamada telefónica do director do diário, José Leite Pereira, com indicação de que o artigo de opinião não seria publicado.
Questionado sobre as razões para a não publicação, Mário Crespo refere que «não houve uma explicação plausível», por parte do director do jornal.


Perante esta situação, o jornalista da SIC decidiu cessar a colaboração com o JN.

Ousou, pagou!

22 comentários:

Teté disse...

Pouca vergonha, é o que é! Democracia uma treta, que as vozes "inconvenientes" são simplesmente "apagadas" ou "abafadas". Mas depois outros dizem umas larachas ou fazem alguns insultos, quando se chamam Belmiro de Azevedo, só falta irem lá lamber-lhe as botas... Cambada de cobardes e interesseiros!

E não digo mais nada, que estou fula com esta!

Beijocas, Kim!

ps - estou a dever-te um mailito, agora vou para uns anos, amanhã envio-to. Desculpa o atraso!

Zé do Cão disse...

Viva a democracia.

Viva o José Socrates

abraço

O Bicho disse...

É A VIDA, DIZEM OS REPUBLICANO$ CONVICTO$...

Laura disse...

E viv a liberdade de inprensa!...
Viva a Democracia!
Bem,s e o chefe não gosta, não se faz, e tá dito! Força Mário Crespo!mas sempre houve quem era do contra e contra isso nada se faz!...porque acabamos por estar em democracia mas sem estar, é apenas do faz de conta!enfim, aqui há muita coisa de faz de conta, só para Inglês ver.
beijo,beijo, beijinhoooooooos laura

Laura disse...

Zézito; qual viva o José , viva mas é o Zé do canito e o resto é treta!...Beijinho da laura.

Verdinha disse...

Ousou ?
Desapareceu !

É a tristeza desta democracia, aquela de encher os bolsos (+ os dos familiares e dos amigos), levando assim o país a bancarrota, não sem ter tomado as sua precauções para um futuro desafogado e de eliminar quem está no caminho ou revela certas coisas ! Para mim, são todos iguais !


Beijinhos da

Verdinha

Andre Moa disse...

Só me ocorre perguntar: Onde estaria o Mário Crespo escondido durante um almoço entre quatro pessoas, não sendo ele nenhuma delas? Debaixo da mesa?
Será que um Director de um Jornal não deve pôr cobro a artigos com informações sem provas? O que é a democracia? Desbocamento ou liberdade responsável? Ser ousado será significado de bem informado e de bem formado? Enquanto não obtiver respostas cabais a estas perguntas, não ousarei opinar sobre o assunto. Só lembro que o Belmiro de Azevedo que ousou dizer umas tantas bojardas ofensivas informou categoricamente que a saída do José Fernandes do jornal Público nada teve a ver com pressões.
Abreijos
André Moa

RS disse...

Quem é que ganhou as eleições?

Zé do Cão disse...

foi assim, devagar devagarinho a afastar quem lhe fazia afronto que chegamos a ter a pomposa "Pidoca".
O povo impávido a sereno foi assistindo, assistindo e depois agachava-se de medo quando aparecia a viuva a fazer uma visita por aqui e por aqui.
Foram os 40 anos de obscurantismo.
Aqui para ficarmos ás escuras só falta dar um sopro para apagar o candeeiro a petróleo.
O visado ou visados, porque não recorrem à justiça para castigar o homem que levanta os falsos testemunhos? Ou a justiça não é igual para todos? Ou eles também já não acreditam na justiça?
Ou por facto de serem governantes, a sua justiça é igual à dos outros?

abraço kim.

carla mar disse...

Resumindo: uns acham que há um jornalista Mário Problema e um primeiro-ministro crespo; outros sabem que o jornalista é Mário Crespo e o primeiro-ministro um problema.

... Uma beijoka e um um dia bom :)

c

São disse...

Efectivamente, esta nossa democracia está dando sinais esquisitos de mau funcionamento.

Porém, há também uma enorme falta de coragem e de coerência da parte de quem cede às tão propaladas pressões.

Para mim, estas atitudes estão ao nível do que se passa com a corrupção: só é corrompido quem se deixa corromper!


Talvez ganhassemos todos se cada um de nós cumprisse a sua parte.

Bom dia.

Maria disse...

Não gosto do Crespo nem um bocadinho, mas revoltou-me o que lhe fizeram. A censura voltou? que raio de Democracia é esta?
Que as pessoas discordem umas das outras, tudo bem. Agora, que o senhor director do Jornal, arme em dono da verdade e, só publique o que lhe agrade...Não me agrada, cheira a lápis azul da antiga censura.
Beijinho, Kim
Maria

Laura disse...

Como diz o RS, quem é que ganhou as eleições? Ora, tá tudo dito e nem mais uma palavra!
laura

Anónimo disse...

As disputas entre os grupos económicos, que lutam pelo poder, estão ao rubro.
Cada um dispõe no tabuleiro, os seus peões, cavalos, bispos, etc.
Enquanto isto, no rés-do-chão aumenta a fome.
Se os debaixo não entrarem no jogo, o farrabadó continuará.

FR

Parisiense disse...

Já há muito que deixamos de estar em democracia, mas o que mais me preocupa é o povo estar tão sossegado.....
Por isso é que quando uns, poucos, ousam pagam caro.
Mas a integridade e o respeito por nós proprios terá de estar sempre acima de qualquer interesse económio.....o que infelizmente acontece cada vez menos nos dias de hoje.

Estou com ele, Mário Crespo.

Beijokitas

Zabour disse...

Eu diria que a nossa democarcia acabou no momento em que José Socrates foi eleito e ainda por cima não contentes com a situação ainda o colocaram de novo no poder.
Eu gostava era que quem votou nele se visse nessas situações para andarem aí a bater com a cabeça na parede de arrependimento, isso é que era bom...

Beijokas

Anónimo disse...

ACEITAM-SE APOSTAS

Será que Balsemão vai substituir Crespo?
Como Belmiro fez com Fernandes?
Há muitos negócios para fazer em Angola e noutros sítios.
O mercado da publicidade está a encolher.
Eles acabarão por se entender.
............................. enquanto os do rés-do-chão continuarem dormindo.


"ORDINARIAMENTE todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm a austeridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o ESTADISTA. É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos. Política de acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência?" (Eça de Queiroz, 1867 in "O distrito de Évora)


FR

Anónimo disse...

Nao acredito em Politicos, e já acreditei mais nos Jornalistas

Mário Crespo transmite-me idonedade

Espero que venha a publicar o seu artigo noutro "pasquim".. Gostaria de o ler....

Pantas

Kim disse...

Todas as moedas têm duas faces e aqui uma dúvida se me coloca.
Se por um lado voltámos aos tempos da censura, por outro também temos de levar com tudo o que se quiser dizr.
Ora a liberdade deve ser também saber dosear o que se diz. Quando é fundamentado, os lesados so têm de arrepiar caminho e aguentar a bolada. Quando o não é, então temos difamação e isso é crime.
Infelizmente, a maior parte do que se critica é verdade. A corrupção e o salve-se quem puder imperam e o apêgo ao poder estão aí.
Tenho para mim que qualquer partdi que esteja no governo fará o mesmo ou parecido.
Não acredito na porca da política!

RS disse...

Que las ay las ay!

jrom disse...

Até que enfim!....
Já estão a resolver problemas a curto prazo!.......
Executivo!...Executivo!...
Uhau! agora é que vai!....

O pior são as comadres, quando se zangam?
Bjs e abraços do Jrom

Anónimo disse...

Sabem que mais?
Já dei ...
O país bateu no fundo e qualquer dia vão voltar a votar nos mesmos.
Vou ao pastel de nata antes que suba!
jc/.