25 de novembro de 2009

Carta para Saramago

Testemunho directo de quem se cruzou com Saramago.

Seguramente, foi em 1959 que assentei arraiais na Brasileira do Chiado, no grupo pontificado por Tomaz de Figueiredo, Jorge Barradas, Abel Manta e Almada-Negreiros, onde fui dar pela mão de artistas plásticos cujo vasto atelier passou a ser, também, meu poiso habitual. Meu de muitas outras pessoas. Em tardes de inverno, com a lareira acesa e tomando chá, por ali passava a dizer poemas Vasco Lima Couto e, a inundar o espaço com a sua voz inesquecível, Eunice Muñoz.
Gente do teatro, do cinema, da música, das artes plásticas, do jornalismo, das letras, ali convivia com serenidade e gosto. A escritora Isabel da Nóbrega começou a ser habitual e depressa se tornou uma amiga dos donos do atelier. Senhora de bom berço e fino trato, inteligente e culta, bem instalada na vida, caíu numa cilada do demónio. Apaixonou-se por um zé-ninguém, nem sequer bonito, muito menos simpático e bem-educado, que olhava tudo e todos de nariz empinado, numa pseudo-superioridade de quem tem contas a ajustar com a vida, quezilento e muito chato. Falava como um pregador de feira e era intragável. Mas, em atenção à Isabel, lá íamos aturando o José Saramago.Para mim, que sou péssima, foi ponto assente: aquele não a ia fazer limpa, era um depósito de ódio recalcado. Foi por isso que não me admirei nada quando o vi director do Diário de Notícias, a mando do Partido Comunista, onde, da noite para o dia, lançou ao desemprego 24 jornalistas, dos da velha escola, dos que escrevem com pontos e vírgulas, deixando-os, e às famílias, sem pão. Tambem não fiquei minimamente surpreendida quando soube que abandonou Isabel da Nóbrega, que tanto fez por ele, para alvoroçadamente casar com uma espanhola que foi freira e tem vastos conhecimentos no mundo da política e das letras. Para mim, estava tudo a condizer com a figura.
Cá de longe soube que publicava livros e vendia muito. Não me aqueceu nem arrefeceu, porque nunca li nada escrito por ele nem tenciono perder tempo com isso. Não me apetece e está tudo dito.
Nem o Nobel que lhe deram me impressionou, porque já vi o Nobel ser dado sem critério algumas vezes. Acho mesmo que o prémio está a ficar muito por baixo.E agora, o homenzinho da Golegã a chamar nomes a Deus, a insultar a Bíblia nuns raciocínios primários de operário em roda de tasca. Dizem que o fez por golpe publicitário. Talvez. Acho que é capaz disso e de muito mais. No entanto, creio que, no meio do aranzel, apenas houve uma pessoa que lhe fez o diagnóstico certo:
António Lobo Antunes, numa magistral entrevista dada à RTP, há dias, respondeu a Judite de Sousa, que o interrogava sobre as tiradas de Saramago, que essas vociferações contra Deus lhe tinham feito medo. E adiantou: "tenho medo de chegar à idade dele assim, sem senso crítico".
Está tudo dito. É mais um como há tantos anciãos de tino perdido em Portugal. É deixá-lo andar. A mim tanto se me dá.

Fernanda Leitão - Canadá

33 comentários:

Zé do Cão disse...

Não fosse estar identificado o nome do fulano tremia a pensar, que faço nesta historia.
É que, Zé-ninguém,nada bonito, muito menos simpático e bem educado, que olha todos de nariz empinado, fiquei boquiaberto e a pensar.
Não fui a ateliers de pintura, não conheço pessoalmente aquele artistas, não escrevo livros, não sou "comuna" e nem ainda recebi o prémio Nóbel(?)«mas ainda tenho esperanças, dão a qualquer gajo»

Descansei...sou mesmo um zé ninguém
...

Um abraço

Maria Clarinda disse...

Adorei, adorei toda esta tua análise!!!e como Lobo Antunes disse tudo!
Jhs

laura disse...

Ora nem mais, falou, tá falado. Só podia e ainda há quem os põe no sitio e tem no sitio, como se diz!...Seja homem ou mulher! Numa coisa sou parecida, nunca gastei um eurozinho que fosse em livros desses, é que o homem desatinou, e...se há horas em que não tenho pena de ser mesmo surda, é quando eles falma na tv e nem vale a pena ouvi-los!... aos saramagos, ora pois... Beijinho, laura

laura disse...

E, Parabéns à excelente crónica da Fernanda Leitão! Pois claro, a nós, tanto se nos dá, dementes daqueles não aquecem nem arrefecem!...laura

carla mar disse...

LINDO :)

já conhecia este texto. gostei de reler :)

quer ele queira, quer não, Isabel da Nóbrega está na vida dele.

beijo meu*

c

Maria disse...

Grande Frenanda Leitão!
Não te deves lembrar de mim. Tu ersa mocinha, colega do meu irmão mais velho. Admirava-te o desassombro, o modo livre de pensar. Tu, como é natural, não deves ter de mim, senão a ideia, de uma miúda com trancinhas, que passava a vida atrás do irmão.
Leio os teus artigos do Templário.
Um dia destes, atrvés do Email, digo-te quem sou.
Esta carta a Saramago, mostrou-me que, para além dos anos, não mudaste. Concordo em tudo contigo.
Beijinho, Fernandinha. Se não me adivinhaste, um dia destes, saberás quem sou.
Parabéns pela tua franqueza.
Maria

Anónimo disse...

Seve disse...

nunca li nada escrito por ele (um Zé-Ninguém) nem tenciono perder tempo com isso.....

Tá tudo dito é ódio, ódio puro,(ódio nazi do mais hitleriano, c/bolor e bafiento, que alguém do Canadá -ainda bem salazarenta-) inveja e mal dizer, de gente bem, gente de fino trato, gente muito bem...... não quer nada com os Zés-Ninguéns.

Anónimo disse...

Seve disse...

Oh Amigo Kim conviria informar a Srª. Leitão (e não só....) que o fascismo já arrumou as BOTAS em Portugal há mais de 30 anos e a Inquisição há quase mais de 500....

Anónimo disse...

Seve disse...

É mais um como há tantos anciãos de tino perdido em Portugal. É deixá-lo andar. A mim tanto se me dá.

Oh Srª.Leitão que contradição,-a mim tanto se me dá??- então quando ouve falar no maior escritor português vivo, este Zé Ninguém que dá pelo nome de José Saramago, esse seu (certamente envelhecido)corpinho fica todo em pele de galinha, tanta contradição (a olhos vistos) não vale

Anónimo disse...

Seve disse...

Atenção D. Leitão que o António Lobo Antunes se calhar também é comunista.....pelo menos ele comia criancinhas ao pequeno almoço ...

Anónimo disse...

Seve disse...

D. Leitão não se incomode com os Zé-Ninguém porque já o Álvaro Cunhal (aquele maldito comunista) tinha a mania de andar sempre a falar no Zé-Ninguém......

Anónimo disse...

Seve disse...

Pelo que aqui leio o Hitler tinhós bem no sítio...

Sancho disse...

Será que o fascismo acabou mesmo?
Parece-me que anda vestido com muitas roupagens mas acho que andam por aí muitos discípulos muito activos.

Sancho

Sancho disse...

Será que o fascismo acabou mesmo?
Parece-me que anda vestido com muitas roupagens mas acho que andam por aí muitos discípulos muito activos.

Sancho

Sancho disse...

Será que o fascismo acabou mesmo?
Parece-me que anda vestido com muitas roupagens mas acho que andam por aí muitos discípulos muito activos.

Sancho

francisco disse...

Kim, fiquei à espera duma “BOMBA”,afinal, isto não acrescenta nada de novo.
É mais uma senhora que não gosta do Saramago,pronto.
Não se trata de uma apreciação, como escritor, porque a senhora nunca leu nada dele, nem tenciona ler. Não gosta pronto.
É um Zé-ninguém, feio, antipático, mal educado, pregador de feira intragável, um depósito de ódio recalcado, deixou a mulher e foi casar com uma espanhola, chama nomes a deus, insulta a bíblia, ...um autêntico operário de roda de tasca.
Em 1959 a senhora convivia com serenidade e gosto na Brasileira, davam umas bocas contra o Salazar, em 1975, apanhou um susto e foi-se embora.
Eu compreendo que muita gente se acagaçou, não era caso para menos.
Os operários ousarem tomar a rua e enfrentar a ordem estabelecida? É de pensar duas vezes, ou fico ou fujo. Mas a batalha foi ganha pela burguesia, o susto já lá vai.

Já agora falando de deus, disse Fernando Pessoa: “Deus é um contra-senso… e como o conhecemos ele não pode existir… porque se for omnipresente, omnisciente e omnipotente há um erro lógico… ele não é omnipotente… Deus não pode tudo, porque não pode corrigir nada que já fez, porque isso seria admitir que errou e logo não é omnisciente”.

FR

Anónimo disse...

Pancho
se acabou ou não, de nada valeu, vamos de mal a pior meu condiscipulo.
Quanto aos activos, só se for no pó pra lavar as roupagens, pois se estivessem activos, o vulcão já tinha rebentado com esta caganeira toda que dá pelo nome de governo.Eles governam-se que sei lá e tu e eu, andamos a tentar sobreviver neste mundo cão.

a dupla Sancho Pança só falta o Dom Kixote de La Mancha.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Está tudo dito...

Não fiquei admirada, já era a opinião que eu tinha dele.

Acho que é uma pena viver os últimos dias duma vida com tanto ódio, tanto desprezo e tanta vaidade porque como qualquer ser humano, ele acabará em pó.

Beijinhos para ti, amigo Kim

Verdinha

Anónimo disse...

Cervantes

francisco disse...

O NOSSO CIENTISTA NOBEL
http://dererummundi.blogspot.com/2009/03/o-nosso-cientista-nobel.html

Uma vez que este ano se comemoram os 60 anos do único Prémio Nobel português de ciências, Egas Moniz , recupero um meu texto publicado no livro "Curiosidade Apaixonada" (Gradiva):Em 1949, quando a Segunda Guerra Mundial já tinha terminado e a esperança de paz e liberdade era manifesta, o Prémio Nobel da Medicina e Fisiologia era atribuído “ex aequo” ao médico português António Egas Moniz e ao médico suíço Walter Hess.O acontecimento, para nós decerto extraordinário – tratou-se afinal, desde o início do século quando se inauguraram os prémios Nobel até aos dias de hoje, do único Prémio Nobel Português na área das ciências–, não encontrou ressonância na imprensa nacional da época, tendo a notícia ficado resumida a umas linhas envergonhadas numa página interior. A explicação mais imediata para esse silêncio foi talvez o conhecido posicionamento político do laureado. Nas palavras cruas mas esclarecedoras de um alto funcionário do regime de Salazar o prémio fora concedido a um “filho da puta da oposição”…

FR

ematejoca disse...

Gostei imenso de ler este artigo, que confirma em absoluto o que penso do José Saramago.
Só não compreendo como essa tal Isabel lhe tenha deitado um olho...
Lá vou lendo os livros dele. O "Caim" está em cima da minha mesinha de cabeceira à espera de ser lido. Confesso, todavia, que como ser humano o detesto; a ele a à Pilar!

Quero ainda dizer ao anónimo, que deixou aqui imensos comentários: numa democracia cada um tem o direito de dar a sua opinião, só que é uma COBARDIA o fazer sem deixar o seu nome.

Abraço da Alemanha para o Canada!

laura disse...

Ai Boas noites boa gente, gente boa, a falar nos entendemos e a falar discordamos para amanhã concordar ou não.

Só falta mesmo a Dulcineia Del Tebosa ou lá como era a mulher ou amada do Dom kixote.
Nem todos estão de acordo mas que seria do mundo se fossem todos para o mesmo lado? Acho que já estavamos todos afogados!... Cada um entende as coisas da forma que quer e sabe, e assim... todos amigos e todos entendidos...mas é bom discordar e falar, falar em harmonia, paz... Beijinho da laura
Kim querido Kim, aquele abraço apertadinho desganar...

Anónimo disse...

Seve disse...

Oh ematejoca lê lá bem se o Anónimo não se identifica.

Anónimo disse...

A "bacorinha" do Chiado, como lhe chamavam, ainda é viva e está no Canadá?
Lembro-me dela e dos seus escritos no " TEMPLÁRIO " logo a seguir à Festa de Abril.
Se fugiu fez bem. Mantenha-se por lá.
:)
jc / (saboreando um pastelinho de nata)

francisco disse...

Isso é que é madrugar....
ainda sobre deus disse Descartes
“Se Deus não existisse, seria preciso inventá-lo”. “Deus é um comediante a actuar para uma plateia assustada de mais para rir”.

FR

Kapikua disse...

Belo Forum

A mim não me interessa se o Saramago é feio ou mal educado, se deve tudo a Isabel da Nóbrega e se sendo homenzinho da Golegã não deveria almejar o Nobel.
Lavar roupa suja é dispensável, fazer comentários ressabiados acerca da sua qualidade como escritor já me parece de bom tom; "Nem o Nobel que lhe deram me impressionou, porque já vi o Nobel ser dado sem critério algumas vezes. Acho mesmo que o prémio está a ficar muito por baixo."

Esta senhora Fernanda, dá-me a sensação que só gosta de pessoas que se cumprimentam com 1 só beijo e se tratam por tios e tias...
Malta do POVO bem sucedida, que horror!

Abraço
Paulo

Anónimo disse...

“Se as pessoas são boas só por temerem o castigo e almejarem uma recompensa, então realmente somos um grupo muito desprezível.”

Einstein

Anónimo disse...

“Se as pessoas são boas só por temerem o castigo e almejarem uma recompensa, então realmente somos um grupo muito desprezível.”

Einstein

Dad disse...

Olá! então o meu comentário foi censurado?

Espero que não!

Aliás, viver em democracia significa conviver com pontos de vista diferentes, não é?
Apesar de todos os males do nosso país, continuo feliz por poder viver em democracia.
E isto de escolhas estéticas também é pessoal.

De qualquer forma, um bom fim de semana para todos os comentadores!

Bichodeconta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bichodeconta disse...

Kim, fiquei à espera duma “BOMBA”,afinal, isto não acrescenta nada de novo.
É mais uma senhora que não gosta do Saramago,pronto.
Não se trata de uma apreciação, como escritor, porque a senhora nunca leu nada dele, nem tenciona ler. Não gosta pronto.
É um Zé-ninguém, feio, antipático, mal educado, pregador de feira intragável, um depósito de ódio recalcado, deixou a mulher e foi casar com uma espanhola, chama nomes a deus, insulta a bíblia, ...um autêntico operário de roda de tasca.
Em 1959 a senhora convivia com serenidade e gosto na Brasileira, davam umas bocas contra o Salazar, em 1975, apanhou um susto e foi-se embora.
......Bichodeconta
Incrédula! nunca tendo passado por aqui,fico até com a sensação de que para poder ser galardoado pela academia Sueca é preciso ser novo bonito e rico, mesmo que não seja inteligente. TAL COMO ESSA SENHORA QUE FAZ BIRRA, BATE O PÉ E NÃO GOSTO E PRONTO, TIVE O PRIVILÉGIO DE CONVIVER DE PERTO E DURANTE UM TEMPO CONSIDERÁVEL COM O ZÉ E A ISABEL DA NÓBREGA, ALIÁS QUANDO CONHECI O ZÉ"NINGUÉM" ELE VIVIA EXACTAMENTE DOM A ISABEL, QUE SENDO ENTÃO RICA, TAMBÉM NÃO ERA BONITA POR FORA. POR DENTRO ERA MAIS POLIDA SE ASSIM QUIZER, O QUE NÃO ACRESCE NADA AO SER HUMANO.NO ENTANTO O ZÉ TAMBÉM ANTES DE VIVER COM A ISABELINHA, RICA E LETRADA, HAVIA SIDO CASADO COM A MÃE DA FILHA DELE , CHAMA-SE A ESPOSA , ILDA E A FILHA DE AMBOS,D. VIOLANTE MATOS ATÉ OUTUBRO DE 1998. A PARTIR DAÍ SIM, PASSOU A CHAMAR-SE VIOLANTE SARAMAGO E A TER IMENSO ORGULHO NO PAI QUE ATÉ ALI QUASE DESCONHECIA, TAL COMO OS NETOS, CLÁUDIA E TIAGO.
NÃO VEJO MAL ALGUM EM QUE O ZÉ SE TENHA APAIXONADO PELA PILAR DE QUEM A SRª EVENTUALMENTE NÃO CONHECENDO TAMBÉM NÃO GOSTA. EU NÃO CONHECI O ZÉ NA BRASILEIRA, LAMENTO, OU TALVEZ NÃO, MAS CERTAMENTE NÃO ESTAMOS A FALAR DA MESMA PESSOA.O ZÉ COM QUEM DURANTE MESES CONVIVI E COM QUEM MANTENHO UMA SAUDÁVEL AMIZADE QUE HÁ MUITO ULTRAPASSOU OS LAÇOS DE SANGUE, É A DOÇURA EM PESSOA, EU CONSIGO PERDOAR-LHE O NÃO TER NASCIDO BONITO E RICO, MAS TERIA DIFICULDADE EM PERDOAR-LHE A ELE E A TODOS OS QUE NÃO NASCEM INTELIGENTES OU SE SIM, FAZEM USO DESSA INTELIGENCIA PRA DESTRUIR AQUILO QUE INVEJAM. DESTILAM VENENO E ÓDIO POR TODOS OS POROS, A DEMOCRACIA QUE O SARAMAGO AJUDOU A CONSTRUIR PERMITE-LHES TUDO ISSO.PERMITE-LHE ATÉ DIZER QUE O ZÉ ESCREVE MAL, NÃO TENDO LIDO NADA QUE ELE TENHA ESCRITO.COMO EU POSSO AFIRMAR QUE NÃO GOSTO DE IOGURTE SE EU NUNCA TIVER COMIDO?
TENHO PENA DE TER ENCONTRADO NESTE LUGAR ESTE COMENTÁRIO SEGUIDO DE MAIS ALGUMAS PESSOAS QUE TAMBÉM NÃO TENDO LIDO SARAMAGO, ACHAM QUE A ACADEMIA SUECA LHE ATRIBUIU AQUELE GALARDÃO PELOS SEUS(DELE)LINDOS OLHOS QUE A SENHORA TEVE O CUIDADO DE DIZER QUE ERAM FEIOS.SE NÃO FOI PELA QUALIDADE DA ESCRITA O QUE TERÁ LEVADO UM JURI AUSTERO E EXIGENTE A CONCEDER-LHE AQUELE PRÉMIO?FICA A PERGUNTA! SERÁ QUE ESSA SENHORA CONHECE A PARTE HUMANA DO ZÉ? NÃO PODE TER CONHECIDO.MAS JÁ PERDI TEMPO A MAIS A FALAR DE ALGUÉM QUE ARROGANTEMENTE FALA MAL SÓ POR FALAR. LEIA SARAMAGO SE CAPACIDADE PARA TANTO NÃO LHE FALTAR, E DEPOIS, FALE ENTÃO DAS QUALIDADE DA ESCRITA DELE.QUANTO Á PILAR ASSEGURO-LHE QUE É UMA MULHER MARAVILHOSA E QUE AMA O JOSÉ E O TRATA COMO ELE MERECE SER TRATADO. HÁ COISAS ATÉ QUE LHE PODIA DIZER, MAS FICAM NO MEU CORAÇÃO.PONHA AÇUCAR NA BOCA QUANDO FALAR DO ZÉ. ELE MERECE O RESPEITO DAS PESSOAS QUE INFELIZMENTE ACHAM BOM TUDO O QUE VEM DE FORA MAS , MAS SANTOS DA CASA NÃO FAZEM MILAGRES. PAÍS INGRATO QUE NÃO MERECE TER COMO FILHO UM CIDADÃO DESTA NATUREZA. PEÇO DESCULPA, JÁ ME ALARGUEI, DEVERIA ATÉ TER IGNORADO...

2/12/09 22:24

Laura disse...

Querido Kim, rapaz do meu amor, do meu coração...mandaram-me isto num mail, adorei, ri e está aqui,sem querer ofender quem gosta e quem nem gosta, é igual..riam-se ora pois...



CAIM, SEGUNDO SARAMAGO




Abraão levou o filho para o deserto.... amarrou-o a uma árvore e acendeu uma
fogueira debaixo dos seus pés.
De repente, uma voz diz:
- Abraão, Abraão, que é isso ????
- Senhor, Senhor eu estou sacrificando o meu filho, conforme a Vossa ordem !!!!
- Não, Abraão, eu só queria medir a tua fé !!
- Mas Senhor....!!!!
- Abraão, solta o menino !!!!!
Abraão soltou o filho. O menino saiu disparado...correu, correu, correu, e
Abraão gritava:
- Filho volte, filho volte, o Senhor libertou-te !!!!
O menino parou, longe, e gritou:
- Libertou o car ... !!! Se eu não fosse ventríloquo estava Fo ...!




-


-

Beijinhos e abraços daqueles só nossos, desganar! laura

Bichodeconta disse...

Só porque hoje isto foi direccionado para o meu email, vá-se lá saber porque?Há aqui quem não tenha gasto eu eurozinho na escrita de Saramago ! Pasme-se, possivelmente os únicos livros que leu, serão os que diz serem os seus preferidos, quiçá ainda venha a receber um Nobel por eles..Isto para dizer que de facto eu que nunca fui de grupos, percebo agora muita coisa que gostaria de continuar a ignorar.E percebo porque afinal há lugares onde não se deve ir..Tenho pena de ter voltado aqui, é que afinal quem escreveu , tão pouco leu o autor, mas intitula-se de escritor o que é de uma responsabilidade tremenda..Quando esta pessoa receber o Nobel, Lobo Antunes já estará na companhia de Saramago, mas haverá alguém certamente que dirá com justiça que escaravelhos por cozinheiros, deixam sempre a cozinha c..................