25 de fevereiro de 2008

Cama


Essa cadeira do poder!
Onde se domina a mente e adormece a alma.
Onde se ganham negócios e se perde a razão. Onde se compram segredos e vendem acções.
Ali, descansam sentidos e repousam gestos.
Ali, se descobrem os milímetros dum corpo e os minutos dum tempo.
Ali, se move o mundo e nasce o sonho.
Nela se resolvem as zangas, tormentos e traições. Se renova a vida e o adormecer eterno. Se choram as tardes e abraçam as manhãs. Se sofre e se geme, esperando a bênção do fim.
Nela se dorme e sonha … uma vida de ilusão!

4 comentários:

Anónimo disse...

Quando estou só, é tão bom sonhar..
Quando estou acompanhada......às vezes, é uma ilusão............
Nunca resolvi os meus problemas. na horizontal sempre na vertical.
bjinhos e bons sonhos
bela

Anónimo disse...

O trono do nosso descanso é insubstituível...........lá pensamos,reflectimos,e nos aconselhamos...
Nele,podemos ter tranquilidade,serenidade,trocar afectos,confissões,sonhos,
pensamentos e desejos....
Nele,podemos ser quem não somos,pois na realidade só ele é que realmente nos conheçe,lá deitamos lágrimas ou grandes gargalhadas.....
Sabe tão bem ao fim de um dia de trabalho.......DORMIR!

Bj R.L

carla mar disse...

A minha cama é um território sagrado.
Partilhada, apenas, quando alguém ganha um lugar cativo... no meu coração!
;)

Anónimo disse...

Gosto desta cadeira do poder…

Gosto particularmente quando tenho a melodia da chuva na vidraça.
Na minha poltrona às vezes gosto de ficar acordada, ler, falar, sonhar e inventar.
Outras vezes apetece-me apenas…fazer nada.

Isabel