14 de janeiro de 2008

Sempre em frente


Chovia como eu não gosto. Despojei-me da viatura e caminhei umas centenas de metros até ao metroplitano. Pouco conhecedor da rede, saí na estação dos Anjos.
Várias saídas se me deparavam. Para trás ou para a frente? Escolhi a de trás. Habituado a não acertar, saí na que estava mais à mão. Lá fora, na Av Almirante Reis, procurava um determinado edificio, não sabendo exactamente a sua localização. Procurei, procurei, e era exactamente no lado oposto ao por mim escolhido.
- Raios me partam! Nunca acerto na opcção que tomo!
Subi a avenida. Nas arcadas dum velho prédio, encontrei uma idosa que abrigada da chuva, mendigava uma réstea de esperança. Dei-lhe uma moeda. Com olhos espezinhados pela vida, olhou para mim e disse:
- Meu filho, a vida é sempre para frente, nunca para trás.
Depois, demorei a encontrar o prédio, porque fiquei ... a pensar!


7 comentários:

Anónimo disse...

Sim KIM!
É sempre para frente, mesmo quando não queremos.

Parabéns pela amizade e pelo sucesso de mais um encontro dos "Amigos para sempre".

SPUK

Anónimo disse...

Hoje é o presente amanhã o futuro, olhar para tras não dá felicidade,
dá sofrimento.
Saudades das coisas boas faz parte da vida........
caminhemos a olhar para o Sol
bela

carla mar disse...

Ás vezes (muitas vezes!)... existem Anjos, na estação dos Anjos...
:)

Kim disse...

Sim, às vezes, há por aí anjos que desconhecemos.

Anónimo disse...

De facto é bom parar para pensar. Faz-nos bem..

Pensar, aprender o passado e agradecer o presente.
Parar algumas vezes e muitas vezes para dar um abraço, uma palavra amiga, uma moeda ou um sorriso e caminhar em frente.

Isabel

jroma disse...

Quanta sabedoria desperdiçada,num país masoquista,onde a estupidez prolifera, como se de erva daninha se tratasse

Anónimo disse...

É a Hera em que vivemos!
uns com tanto, outros à procura de nada...