23 de janeiro de 2008

Filadélfia - O desencanto


Encontrei esta velha senhora numa avenida de opulência capitalista, em Filadélfia, estacionada entre uma montra de glória e um passeio moribundo.
Quem lhe olhar no rosto ainda bonito, não pensará nunca que se trata duma pobre abandonada da sociedade. Meio louca, vocifera e fala sozinha, olhando desconfiada quem passa.
Em tempos, foi certamente uma linda mulher. Hoje – um farrapo humano.
Não sei explicar porquê, mas fez-me lembrar alguém nascido em berço de oiro, derretido com amores mal amados.
A pensão que o Estado lhe dá, é fumada e bebida nas esquinas, em "big" garrafas de vinho tinto, já que o relento não lhe cobra preço.
Uma marca dos tempos, que me marca os dias.
Mocidade, mocidade, quem a tem chama-lhe sua!
Phily - o desencanto!

8 comentários:

carla mar disse...

Continuo a dizer, que o tempo pede abraços...
Abraços com braços de ternura.
... E venha a vida a doer, que eu estou aqui, para abraçar!
Pedir mimos... como quem pede flores!
... Hoje, abraço-te :)

Anónimo disse...

Não é triste envelhecer. Triste é não saber envelhecer e não o fazer com dignidade.
Esta mulher, não soube ou não pôde fazê-lo.
Faz-me sempre tristeza a decadência moral e física de um ser humano. Lamento-a sinceramente. Pobre mulher.
Maria.

Anónimo disse...

Às vezes penso que não vou envelhecer.
Depois penso e decido que no tempo certo irei envelhecer bem.
Para isso quero ter os amigos e envelhecer com eles.
Queria ser uma velhinha serena, alegre e porque não gira…
Queria a mocidade sempre dentro de mim
Queria a lucidez como companheira.


Isabel

Kim disse...

Oh minhas queridas Como sois sensiveis.
Só vocês me entendem.
Os homens têm outra visão destas coisas.
A Carla terá alguém a quem mimar e abraçar.
A Maria vai ter de envelhecer com dignidade.
A Isabel vai ser uma velhinha serena, alegre e gira.
E eu, vou ser o quarto elemento,que falta, para uma boa suecaa. Depois pagarei, contando mais uma estória.

Anónimo disse...

Gostava de saber porque é que vou ter que envelhecer com dignidade;gostava mais de uma versão mais para o amoroso.Explica lá isso Maria

Anónimo disse...

Olhem que a primeira Maria não sou eu,é outra ou alguém a passar por mim,será a Maria ao quadrado,mas, sinceramente tenho mesmo muito medo de ficar uma velhinha sem abrigo e marada que atira garrafas ao pessoal,por tudo e por nada.e com muitos sacos de lixo.que horror Kim este post foi mesmo para me deixares marada,mesmo assim um beijo da velhota Maria

Anónimo disse...

Maria que escreveu em segundo lugar: A que escreveu em primeiro, pede-lhe perdão de ter usado o nome. Há mais Marias na terra. Vou passar a ser Maria 2 neste blog.
Não fique aborrecida, nem pense que me quiz fazer passar por si.
Gosto de ser quem sou. Mais uma vez desculpe. Maria 2

Anónimo disse...

Não faz mal,até foi engraçado,estava a acreditar que era o Kim a brincar.Maria 1