20 de janeiro de 2008

Hotel Algonquin


Passeava tranquilamente em Times Square, quando descobri o meu hotel.
Foi em Nova Iorque. Podia ter sido no Estribeiro ou na Chança
Quem terá sido o QUIM que assim lhe chamou?
Depois do Hotel Julius Caesar, da Praia do Gigi, da última moda do Seve-(Up?), do Império do Romano e do pai do Alberto, porque não o Hotel Kim?
Algonquin saberá porquê? Talvez eu!
Espero-vos no meu hotel!

10 comentários:

O Bicho disse...

Já estive num dos maiores Casinos do mundo, (no Connecticut) que também é propriedade de uma tribo relacionada com o Povo Algonkin.
Um dos últimos "chefes de tribo" de uma família Algonkin, deve ter sido descendente Luso, pois chamava-se "Clif Meneses".

Anónimo disse...

As coisas que se descobrem na Net..!

roma disse...

Que saudades,de quando os romanos estiveram nesta peninsula.
Ainda andam por aí alguns, mas o império foi-se

BLOGADOR disse...

Comentário teste.

Anónimo disse...

Nas próximas férias lá estarei.
bela

Kim disse...

Bicho, agora me lembro que quando estiveste no Connecticut, de visita ao Carranquinha, visitaste o tal casino de indios riquissimos. Só não associei o nome Algonkin com estes pele-vemelhas.

Anónimo disse...

KIM, será que vocêm tem uma filial de ALGONQUIM, em Paris, se tiveres, de logo trocarei a minha reserva, afinal ficar num de teus hoteis será uma honra.


SPUK

Kim disse...

Oh Spuk kirida! Infelizmente não temos sucursais em Paris. Mas lá chegaremos. Estes hotéis de indios, são mais na Brandoa!

Anónimo disse...

A propósito de Casinos-saberão todos como é que se sai dum Casino com uma pequena fortuna?

Seve

Kim disse...

Fico à espera, para saber.