26 de outubro de 2007

O Bicho e as gatas







Há dias, num almoço de amigos, apareceu esta inesperada sem-abrigo.
Garrafa na mão, gata nas costas, ódio na mente.
É o abandono, a solidão, a miséria, a revolta.
O Gigi, a Maria, O Jacques e a Cristina, olhavam pensativos o instantâneo que me ufanava.
Salvou-se a postura do animal, que não vacilou ao ziguezaguear da ébria.
Quem não suporta o peso dos homens, anseia pelo dos bichos.

Sei que não vou por aí!

3 comentários:

Anónimo disse...

Quem mandou publicar as fotos? levas na corneta.O raio do gato parece que está nas mãos do Gigi,nem sei como foi que tiraram isto sem a velhota atirar uma garrafita.B

Kim disse...

E há-de haver mais, Maria!

O Bicho disse...

SARDINHAS e GATAS, são coisas GOSTOSAS, que ligam muito bem.