18 de agosto de 2007

Desci ao Inferno






Já me estava a esquecer do bulício das grandes urbes, quando o Bruno decidiu irmos a Newark, fazer as compras dos géneros que nos matam a saudade da cozinha portuguesa.
Assim, óleo Fula, atum Bom Petisco, sardinhas e mais uns miminhos, saltam das prateleiras do Supermecado Seabra, para o dorso do Mustang.
Algumas, logo ali, foram devoradas cá pelo menino, como foi o caso dumas pevides, que quase me fizeram perder a vontade de jantar.
Newark é uma cidade onde quase só havia portugueses. Hoje, aglomeram-se três castas. A nossa, a espanhola e a brasileira.
Já lá tinha estado há muitos anos e enquanto me lembrar, quão feia é, lá não voltarei!
Salvou-se o almoço no Restaurante Sol Mar - carapauzinhos fritos com feijão frade.
Ainda comi Carne de Porco à Alentejana, mas mais valia o não ter feito.
O regresso é que me estragou o dia. Um percurso que se faz em quarenta minutos, foi feito em mais de três horas.
Nem as nove faixas de rodagem, para cada lado, resolviam o problema. Trânsito completamente congestionado.
Chovia torrencialmente e tive saudades lusas.
Que saudades tive do IC 19!

5 comentários:

Anónimo disse...

agora sim! pareces estar em NY.

SPUK

carla mar disse...

beijinho, para ti :)

cristina disse...

Bom fim de semana, bisous!
Encore deux semaines, ouf!!!!!

Anónimo disse...

Será que te apareceram corninhos do diabo,mas,que chatice vou usar barrete para esconder,boas férias Maria

Anónimo disse...

Ás vezes de férias!!

Boas férias

I.R.