12 de abril de 2007

A Fátima



















As minhas irmãs, são as que todos os irmãos gostariam de ter.

A Fátima, pois é dela que hoje falo, era à época, a mais alta de nós. Hoje, assim não é.
Às sete horas da manhã, aniversariou pela sexagésima segunda vez.
Enfermeira há quatro décadas, exerce, na realidade, a profissão de IRMÃ.
A minha irmã, não é nem foi uma qualquer irmã. Foi mãe, irmã, amiga, e voltou a ser isso tudo outra vez.
A minha irmã cultivou o dom de ser irmã de toda a gente. A minha irmã, existe na imaginação dos que não tiveram irmãs. A minha irmã, tem o condão de estender os longos braços, àqueles que nada esperam.

Quis o destino, que estas três simples crianças, se haveriam de manter de mãos dadas, por toda a vida. Todos os dissabores da dita, passaram ao nosso lado.
Hoje, sendo a mais pequena, continua a ser a mais alta, tamanho é o patamar a que se elevou. A minha irmã, tem o defeito de ser mortal. E os anjos são imortais.
Parabéns Fátima ! Parabéns irmã ! Parabéns meu amor!

Quem não gostaria duma irmã assim ?

7 comentários:

Anónimo disse...

A Fatima, mesmo sem a conhecer, mas diante de tais declarações não nos resta senão desejar muita saúde e paz.

Parabéns.

Spuk.

Anónimo disse...

Irmãs assim, tormam mais belo e doce o nosso mundo.
Uma homenagem lindissima...
Parabéns para ela.
I.R.

carla mar disse...

é um previlégio descobrir pessoas assim :)
PARABÉNS á fátima!
para ela... um abraço afectuoso, ainda q virtual, mas, sentido :)
ao quim, agradeço a partilha desta irmã...

José Romano disse...

Só os abençoados têm duas irmãs.Com tudo o que descrevestes e sem beliscar minimamente o sêr humano que a FáTIMA é,só posso dizer que aí está muito amor.Também tenho duas irmãs e é muito bom.Provalmente, se tivesse irmãos também seria

cristina disse...

Bom fim de semana e parabèns para Fatima.
Beijinhos.

O Bicho disse...

Um beijinho de parabéns à mana Fátima.
Esta velha fotografia, até faz lembrar os Três Pastorinhos de Fátima.

Kim disse...

A Fátima, merece muito mais que isto.
Obrigado a todos vós.
Não tinha pensado nisso, mas parecemos, de facto, os três pastorinhos de FÁTIMA