7 de agosto de 2009

Alberto Vaz da Silva - Um homem de outro mundo!

Faz hoje setenta e três anos que nasceu, Alberto Mira Mendes Vaz da Silva.
Para quem não conhece esta ilustre figura da cultura portuguesa, apenas lembro que o ora aniversariante é a pessoa mais importante da minha vida extra-familiar.
Conheci-o na minha idade da puberdade. Descobri-o quando comecei a viver. Senti a sua real presença quando o exílio me albergou.
Acompanhou-me pelos corredores da descoberta e deixou em mim marcas que o tempo não apagou nunca.
Eu fui crescendo e Alberto ficando com mais idade, mas nunca envelheceu.
É hoje ainda um sonhador que vê nas estrelas a sua morada de amanhã.
Alberto anseia pelo dia em que ultrapassará a fronteira da matéria e a chegada aos confins duma imaginária galáxia.
Um dia, que espero longe, lá nos encontraremos e diremos o que não dissemos, desde os primórdios do encontro, até à consumação dos séculos.

O Jornal I, talvez o melhor diário da actualidade, está a publicar aos fins de semana uma extensa entrevista com 25 grandes personalidades portuguesas. Alberto é uma desses entrevistados. Quem estiver atento, até on-line, poderá consultar o jornal e descobrir uma pessoa fantástica de outro mundo.
Alberto Vaz da Silva - é obrigatório falar-se dele!
Parabéns amigo, mentor dos meus olhares!

6 comentários:

mariabesuga disse...

Quando ele conseguir chegar às estrelas, Kim, e estiver instalado, olhar-te-à de lá e far-te-à entender que mais palavras não são precisas...

Valem quantas vezes os abraços...

Vale quantas vezes o silêncio acompanhado de um olhar e desse mesmo abraço...

Vale ser amigo de verdade e que isso se sinta...

E, aqui, sente-se em ti, Kim.

Beijinho e abraço aqui de longe. Por isso mesmo, no silêncio da distância...

Parisiense disse...

Com que então o menio gosta de barriga de freira além do leite creme??????
Pois para a proxima que te encontre levo-te, pois em Arouca há barriga de freira muito doce e gostosa....ahahhaahahhh

Quanto ao teu amigo Alberto Vaz da Suilva, não conhecia. Mas tu encarregas-te de nos fazer conhecer grandes homens.

Bisous mon ange.

Laura disse...

Ah, amigos teus serão sempre bem vindos ao meu coração! E sendo teu mentor, que lindo ler-te, ou beber as tua spalavras nos elogios de um grande Homem... Também eu anseio passar para lá da matéria, e um dia todos passaremos, agora se com medo ou sem ele!... Mas, já pensei que basta entregarmo-nos aos bons pensamentos e tudo acontecerá da melhor forma!
Um abraço para ti e outro para ele, o Homem que é teu amigo..laura


ahh gostas de barriga de freira, ó homi, aqui há mais freiras que conventos ou doces conventuais, ahhh, bora pra cá, até temos um restaurante chamado; Pudim do abade de Priscos...
Beijinhos meu amigo, muitos, muitos...laura

Anónimo disse...

Mestre, o sentimento e as palavras que usas para o retratares, são as mesmas que devo usar para te definir, mas nem sempre sou capaz...
Mas eu sei que sabes e às vezes nem preciso dizer.

Bem hajam todos os Mestres da vida, todos aqueles que ensinam os sonhos que não sei e preciso aprender.

Abraço-te

Isabel

carla mar disse...

Um beijinho, para o Alberto Vaz da Silva, Pai do Salvador.


(os mestres são os homens mais fascinantes e apaixonantes. tenho os meus. guardados no peito.)


Beijo meu :)

Laura disse...

Kim, tão este senhor é que é o Pai daquele teu amigo, o Cavaleiro Monge? Parece-me que sim...e lembro-o por vezes, mas, é a vida...beijinhos e cheguei agora da galderice, apenas porque estava frio e nem levei casaco...deixei a sãozita em casa e lá vim para o ninho..Beijinhos.