31 de julho de 2008

O Sol brilhará


A consulta estava marcada para as 08:44 h (hora esquisita).
A segurança Social convocou-me para uma Junta Médica, no sentido de confirmarem que as minhas mazelas eram verdadeiras. Nem os comprovativos enviados pelo hospital serviram. As fraudes são muitas e paga o justo pelo pecador. Sempre assim foi.
Quarenta anos a fazer descontos e apenas com uma baixa de três meses, por fractura dum pé, não abonaram a meu favor para passar incólume por tal suspeição.
Eram 09:20 h e os médicos ainda não tinham chegado. Apresentei o meu protesto. Tinha também uma consulta às 10:30 h no Hospital da Amadora e tinha de ser atendido.
Quando os médicos viram a minha figura e as radiografias que o computador exibia sobre o meu processo, logo se desculparam dizendo que aquele edifício não estava preparado para receber doentes incapacitados fisicamente, mas já que ali estava o exame foi feito.
Depois, em plena Avenida dos Estados Unidos da América, esperei mais de meia hora por um táxi.
Finalmente cheguei ao Hospital da Amadora. Na senha que tirei marcava 10:31 h.
Duas horas depois fui chamado. Não havia ninguém para a consulta de fisioterapia, apenas eu. Pediram-me desculpa. Tinham-se esquecido de mim.
Apenas sorri, porque finalmente vou começar amanhã a terapia do corpo. A da alma já começou.
E ainda há quem julgue que não há manhãs cinzentas!

9 comentários:

Anónimo disse...

Agora, já percebi, o que ontem fez tão cinzento o teu dia. Felizmente, tudo acabou bem. Quem conhece bem a saúde ou, falta dela, sabe que o que te aconteceu a ti ontem, acontece a muitos todos os dias. Consultas atrasadas, adiadas, mudadas de sitio; Centros de Saúde em obras ou, fechados, médicos irresponsaveis, são o que temos.
Que é chato, é, mas que havemos de fazer?
Melhoras rápidas.
Maria

Anónimo disse...

Meu AMIGO, foi mais uma lição de vida que qualquer um de nós dispensa, mas é o "sistema" que temos e... como quase sempre acontece paga o justo pelo culpado!!!.A partir de agora é recuperar até a "MÁQUINA" ficar afinada,já há guarda-redes a tremer!!!
Um abraço e rápidas melhoras.
jmc

carla mar disse...

Há dias assim... menos bons.

Beijokinha e um sorriso :)

Anónimo disse...

OH! MEU AMIGO KIM!!!

VENCESTE MAIS ESSA BATALHA.

É ASSIM, MATAMOS UM TOURO POR DIA.

TE ANIMAS, POIS COMO VOCÊ MESMO DISSE TEM GENTE PIOR.

UM BEIJO NO TEU CORAÇÃO.

SPUK

BLOGADOR disse...

Bem vindo a Portugal Mestre Kim. Mas temos de ver as coisas sempre pelo lado positivo; na Somália parece que as coisas funcionam ainda pior do que cá.
Ironias à parte, um grande abraço e "livre-se" o mais rápido possível desse "sistema".

Anónimo disse...

VAI A CUBA KIM. VAI A CUBA!
É TUDO MAIS RÁPIDO E AINDA COMES UM GELADO. :)
ABRAÇO :)
jc/.

Anónimo disse...

Pior, oh Kim, são os desgraçados dos Cubanos que perdem horas nas filas dos gelados...

Seve

Anónimo disse...

ai tenho tanto medo de ter que ser um dia tratada por medicos portugueses eles nao respeitam a profissao nem os doentes eles sao irresponsaveis

Anónimo disse...

Ahh Kim, andava em busca de uma imagem e passei aqui...é sempre assim, não basta a dor que temos, é preciso que nos massacrem ainda mais... Calma, já tudo passou.. beijinho da dolce.