27 de abril de 2011

Parabéns pai!

Não pai, tu não completas hoje noventa anos. Apenas atingiste um estado mais adiantado da vida. A que nem sei se viveste. A que te passou ao lado como se mais nada houvera. A que te fez temer o futuro que é hoje o teu presente. A que foi tua afinal.


Fico a pensar no resto dos mimos que te diria, se não tivesses hoje olhos de quem não existe. E escolho recordar-te na fogosidade da vida, já que na outra te não quero ver. Sim, que pai meu não é homem de pantominices e o filho não lhe segue as pisadas.


Como eu gostaria de ter sido um pai como tu! Tão presente! Tão amigo! Tão quase sem defeitos!


Pai, perfeito escopo da decência, obrigado por teres feito de mim um homem feliz!


1921 - já foi há muito!

15 comentários:

Anamaria disse...

Que linda declaração de amor você fez a seu pai, Kim, não há nada melhor do que ser lembrado assim.Um beijinho e meus parabéns a ele.

Green Knight disse...

Sr. Ribeiro, um amigo dos encontros fortuitos, que a vida nos proporcionou.
Pai preocupado com a família.
Homem, sempre acautelando o dia de amanhã, por vezes não vivendo o dia de hoje.
Algumas vezes lhe senti, a revolta do envelhecimento.
Sei de um amigo ausente.
Sei do sofrimento que causa estarmos a perder quem amamos
Um abraço Quim.
Jrom

Maria disse...

Kim amigo
O teu amor pelo teu pai é lindo.
Olha que ele deve ter sido feliz noutro tempo. Com um filho como tu, ninguém é infeliz. Era tão parecido contigo, que quase pensei que eras tu quem fazia anos. Homens lindos por fora e por dentro, na tua família.
Tu de certeza foste bom pai. É só ver a ternura do Bruno.
Adoro pessoas velhinhas. Dá-lhe um beijinho por mim. O beijo que há 10 anos não posso dar ao meu.
Beijos para ti amigo
Maria

Green Knight disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Green Knight disse...

Envio um beijo com ternura desejando o mehor para
o Sr.Ribeiro. Desde pequena me
recordo, de o ver passar na rua Pedro Franco.
Eu tenho especial carinho,pelas pessoas de idade.
Anali

Je Vois la Vie en Vert disse...

A vida é mesmo assim, Kim, os nossos heróis também envelhecem, também são abalados pela dureza dos anos que passam e nós, os filhos, temos que assistir ao sofrimento ou a "ausência" deles como eles sofriam connosco quando nos aleijavamos. Os papeis invertem-se e os filhos passam a serem pais para os próprios pais. Criados com amor e valores, os filhos sabem retribuir o que aprenderam e sei que é isso que fazes com o teu pai e com os teus filhos. Estás a seguir o exemplo do bom pai que foi o teu !
Parabéns para o teu pai, Kim. Dá-lhe um beijinho da minha parte.
Outro beijinho para ti !
Verdinha

SEVE disse...

Que homem mais tranquilo! Que serenidade! Foi das pessoas que mais paz me transmitiu quando com ele tive a sorte de conviver.

Um amigo!

Um abraço Sr. Ribeiro.

Teté disse...

Parabéns ao teu pai! Que tenho a certeza que foi um excelente pai e homem, mas a vida às vezes é cigana...

Beijão, amigo!

Laura disse...

Mesmo a vida vegetando
e com o olhar perdido
num certo amanhã
há tranquilidade naquele olhar
que hoje não sabe
que a saudade
não é palavra vã...

Como gostei de te ler e sentir a ternura que de ti emana. Como sei também o que é ter um pai presente, mesmo que hoje já esteja ausente.

É pelo amor que nos tiveram que somos capazes de os amar mais. Este amor nunca morre porque o semeamos toda a vida no jardim de nossas almas!

Parabéns ao querido pai que tens e a ti pelo filho que és.
Adoro-te Kim, rapaz do meu coração!

laura

Janita disse...

Querido Kim.
Vir o teu blog é sempre uma emoção.
És um pai e um filho excepcional.
Homem de grande coração e invulgar sensibilidade. Por tudo isso és, ainda, aquele amigo que todos nós amamos.
Mas, hoje, é para o Pai e o Avô com o mesmo nome, Senhor Joaquim Ribeiro, que vai a minha atenção especial.
Completar noventa anos merece uma comemoração cheia de mimos e afagos. Tenho a certeza que é isso que vai ter.

Daqui de longe, lhe mando muitos beijinhos com a minha enorme admiração.
O seu olhar pode ter-se perdido no tempo, meu querido Senhor Joaquim, mas eu soube pelo seu neto Bruno, que ainda adormece sorrindo a pensar no seu Amor!

Parabéns valente Avô Joaquim!!

Beijinho para ti Kim.

Janita

Anónimo disse...

Parabéns a um Pai que soube ser.
Parabéns a um filho que sabe ser.

Um grande abraço aos dois.

Isabel

Magia da Inês disse...

Olá, amigo Kim!

Como você foi bonitão!!!
Fiquei embaralhada... o soldado da postagem abaixo és tu ou seu pai?

É muito bonita a recordação e a imagem que tens do teu pai...
Poucos tem isso, hoje em dia...

Beijinhos.
Sua amiga brasileira.

Zé do Cão disse...

Amigo Kim
Ainda ontem estavas a dar os parabens a dar os 89. Como o tempo passa depressa.
Um abraço amigo e que ele esteja por cá ainda muitos anos.

Parisiense disse...

Nunca conseguimos ser tão perfeitos, tão bons como os nossos pais.....e vai ver que um dia serão os teus filhos a pensar assim de ti.

Porque ser paí é dificil e nós achamos ser qiuue não fomos perfeitos.

Mas acredita que lá onde ele possa estar está feliz por ter um filho como tu.

Beijinhos, amigo.

kevin disse...

Mata Mblere

Moncler Jackets For Men

Jackets For Men

Moncler Outlet Platine