29 de janeiro de 2011

Cristiano Ronaldo - 007

O mais recente James Bond do nosso futebol, parece-me, está a correr, em alta velocidade, para o abismo… O seu novo treinador terá uma palavra a dizer sobre isso, mas considero que há poucas probabilidades de aquela cabecinha conseguir perceber que há mais vida para além do futebol e dos milhões que ele proporciona a alguns (poucos). Não será, também, fácil, ele compreender que a dimensão do Homem vai muito para além do dinheiro e daquilo que ele pode proporcionar.
O seu êxito, até ao momento, parece-me estar mais ligado à “repetição” do que ao seu talento e criatividade. Arriscando alguma grosseria, direi que, sem a bola nos pés, CR pouco vai além de um bronco… Infelizmente para a equipa Portuguesa no Mundial, CR não passou de um jogador vulgar, previsível, sem ser qualquer mais-valia… Mas isso nem é o mais grave… O que para mim é verdadeiramente preocupante é a imagem que passa para os nossos jovens e que, na minha opinião, constitui um péssimo exemplo, de menino caprichoso, mimado e irresponsável, transformado em ídolo.
O tempo que dedica ao “mundo sem bola” converteu-o num iletrado, prisioneiro de hotéis de luxo, noitadas, namoradas bonitas e famosas, representante de um novo-riquismo que, também, alimenta uma série de parasitas.
Não faço ideia de quem o meteu nesta “alhada” relacionada com o seu filho que anunciou há dias, como se de uma mercadoria se tratasse, já prontinha para render milhões uns dias depois de nascer… O “mistério” acerca da mãe que o gerou serve para fazer render o peixe. Tudo há-de ser desvendado, mas a conta gotas, à medida que a “cotação” for subindo, provocada pela curiosidade mórbida de uma boa parte dos humanos.
CR, relativamente a este assunto pôs a nu a sua “maturidade” e sentido de responsabilidade.
Mostrou o homem que não é, pois converteu em “mercadoria” um “filho?” que devia ser o seu maior bem deste mundo, a que não pediu, a ninguém, para vir.
A criança, que já vale não sei quantos milhões, certamente trocaria esta “salsada” toda por uma vida tranquila com um pai e de uma mãe que o amassem e acarinhassem.
O mundo está a ficar muito complicado com as loucuras que o dinheiro permite e com a falta de ética na utilização da ciência. Estamos perto da ausência de limites, para o que quer que seja. Vale tudo desde que seja para converter em dinheiro…
A falta de ética está no top, o dinheiro é Deus, mesmo para os crentes no Deus Pai!
Antes que seja tarde, temos que fazer parar esta “moda” de desumanizar. A imprensa pode e deve desempenhar um papel relevante neste combate. Não poderá, para isso, deixar-se arrastar por sensacionalismos doentios que corroem as práticas sociais e contribuem para que a anormalidade se banalize, se torne normal…
Feitas em nome dos avanços da ciência, aquelas “trapalhadas” de brincar com a vida humana, em clínicas para gente rica, são sinal de uma falta de ética deplorável que, se continuarem, arrastarão a nossa Civilização para a decadência e morte.
A atitude de, por “capricho”, obrigar um filho a viver sem mãe, é um forte indício de atraso mental.
Mesmo não sendo um fervoroso crente, ouso dizer: - Não lhes perdoeis Senhor, porque eles sabem o que fazem!


Esta crónica não é minha e pessoalmente, também não é esta a minha visão de Cristiano Ronaldo, apesar de não entender a necessidade de ter um filho nas condições que teve. Todos temos coisas boas, todos temos coisas más. Para tanto basta-me pensar nos nobres gestos do puto-maravilha, que tanto quanto sei ainda são muitos.


24 comentários:

Maria disse...

Kim
O Ronaldo é o exemplo perfeito daquilo que eu não gostaria de ter por filho.
Qualquer destes dias, dá um tombo do cimo do pedestal em que o colocaram e, será um pobre coitado, sem eira nem beira.
Coitado dele.
Beijinho
Maria

Anónimo disse...

Apesar de tudo...VIVA A REVOLUÇÃO!(que está viva na Tunisia,no Egipto,e por aí fora...

XL

O Bicho disse...

Coitado do rapaz.
A CULPA É DA SOCIEDADE QUE O PROMOVE - DOS INTERESSES ECONÓMICOS QUE ESTÃO POR TRÁS DE TUDO.
Espero sinceramente, que nunca venha a cair, que encontre alguem que o ajude a encontrar na vida outros objectivos.

O Bicho disse...

E em relação ao gesto que aqui faz como os dedos, não vejo nada de por aí além... ou será que esses gestos mais ou menos obscenos, são exclusivo de Governantes (doutores, engenheiros) e Deputados da Assembleia da República???

Anónimo disse...

Elton John revela segredo por detrás do nome do filho

Zachary Jackson Levon Furnish John é o nome do filho do cantor Elton John e do seu marido David Furnish, que nasceu a 25 de Dezembro através de barriga de aluguer. Agora o artista britânico revelou o segredo por detrás do nome do filho.

«Zachary é um dos meus nomes favoritos. A nossa igreja preferida é em Veneza onde temos uma casa, San Zaccaria», disse Elton John, citado pela OK Magazine.

O artista continuou a dizer que Jackson era outro dos nomes que muito gostava e que é também o nome do pai do seu companheiro. Já a escolha de Levon tem que ver com a música de Natal que tem esse mesmo nome, pelo fgacto de o rapaz ter nascido no dia de Natal.

O cantor britânico disse, ainda, que nenhum dos dois sabe qual deles é o verdadeiro pai do bebé: «Dividimos o esperma. Vamos descobrir depois. Posso-vos garantir que ele tem o meu nariz e as orelhas do David», ironizou. 17:59 - 29-01-2011

XL

Apesar de tudo...VIVA A REVOLUÇÃO!(que está viva na Tunisia,no Egipto,e por aí fora...

Anónimo disse...

O equilíbrio da espécie humana.
Com tanta habilidade e inteligência nos dedos dos pés é natural, que haja defice nos que fazem o gesto já não falando no seu Q.I.
Ser vedeta também tem as suas dificuldades
jrom

Teté disse...

E quem é que escreveu essa crónica?

Putos novos promovidos a ídolos e com muita massa na mão, não costuma dar muito bom resultado! Esperemos que o treinador lhe consiga inculcar algum juízo, mas por enquanto não se nota nada... ;)

Beijocas, Kim!

Osvaldo disse...

Kim;

Não compreendo alguns comentários aqui espostos. Reparo depois de alguns anos (isto não é recente) uma certa animosidade de portuguêses contra o Cristiano e o Mourinho. Uma das acusações mais habituais é a arrogância de ambos.
Eu só digo isto. Como eu ficaria feliz de saber (e ver) que metade dos portuguêses emigrantes (porque eles também são emigrantes) eram arrogantes como esses dois senhores. Estou cansado de ir a países onde há grande concentração de emigrantes portuguêses a dizerem sempre sim e amén a tudo e a todos a se sujeitarem a injustiças e mesmo assim ainda lembem os pés de quem os humilha. Vocês podem citar o nome de todos os políticos portugueses, de todos os artistas portugueses, de todos os colunáveis em Portugal, que ninguém os conhece, mas estes dois senhores, desculpem, Senhores, todos sabem que são de Portugal mesmo se muitos nem sabem onde se encontra no Mapa-Mundo.
Por isso, meus amigos, viva esta santa arrogância e já agora se não os apreciam, se não gostam deles, façam de conta que eles são estrangeiros e deixem-os em paz, porque para muitos de nós só o que é estrangeiro é que é bom.
Ainda bem que existiu Amália, existe Eusébio e agora existem Cristiano Ronaldo e José Mourinho.
E a eles, como português que sou, só lhes digo; OBRIGADO.
Um abraço.
Osvaldo

Maria Soledade disse...

Olá Kim; Bom, apesar da enorme admiração e amizade que tenho pelo Osvaldo, discordo totalmente com ele.Não posso comparar um Eusébio que esse sim, era um GRANDE jogador e quase jogava por amor à camisola com a ave rara do CR.Puto grosseiro, vedeta de meia-tijela, que não faz NADA na selecção!! Culpa tem quem o pôs num pedestal de ouro quando devia estar num de barro e bem foleiro.Já deu mostras que de "humano" não tem nada!Negoceia o filho(bébé), como se de batatas ou cebolas estivessemos a falar.A Máquina do dinheiro é a principal culpada.Viva a Mãe, as irmãs,os cunhados, e toda a cambada que vive à custa do menino d'ouro(salvo-seja), p'ra mim de barro...Não tenho pena dele se caír. Se isso acontecer, cai com uns milhões enquanto outros que esgravataram toda a vida a ganhar uma miséria caiem na mesma só que com uns cêntimos no bolso...

Não haverá uma escolinha algures perdida num qualquer país estrangeiro que ensine o "menino" a ser bem educado e menos arrogante?

Eu não lhe digo muito obrigada porque me envergonho de ver um jogador português tão nojento a caminhar como se de uma ave-rara se tratasse...

Beijinhos Kim

Osvaldo disse...

Soledade;

É o conhecimento das realidades dos emigrantes portugueses que me levam a reagir assim. Não sou advogado nem do Mourinho nem do Cristiano nem eu preciso de nenhum deles para nada, mas acredita, Soledade, que com todo o respeito e amizade que tenho por todos vocês, não retiro uma só vírgula que seja ao meu comentário e volto a repetir,... Viva a arrogância tão propalada desses dois portugueses que dizem alto e bom som o que muitos comem e engolem calados.
Um abraço com muito respeito por todos.

Osvaldo

Anónimo disse...

….. e ainda ……….. o José Manuel Coelho, que com uma barriga de aluguer, conseguiu 4,5% de votos nas últimas presidenciais…………………..

XL

SEVE disse...

Creio que a análise do Osvaldo é muito real, é muito verdadeira. Só quem vive no estrangeiro saberá o quanto vale este gesto.....quantos milhares de portugueses por esse mundo fora, não o desejaram já fazer para aqueles que, dia a dia, os humilham do alto da sua arrogância? Querem gente mais arrogante que os franceses...que os alemães.....que os ingleses....um português a fazer-lhes isto(do alto da sua arrogância) torna-os pequeninos e torna grandes aqueles portugueses de que falei (dando-lhes mais fôlego e mais força para continuarem a labuta)!

Je Vois la Vie en Vert disse...

Quem nunca teve que lidar com a imprensa, os paparazzi, a curiosidade, a falta de discrição das pessoas, não pode perceber como é desgastante e às vezes enervante estes olhares, comentários e abusos na ânsia de entrar na privacidade dos colunáveis.
O Cristiano Ronaldo é um "puto" que lutou muito - e continua a trabalhar muito - para chegar a este nível. O seu nível social e monetário passou de 2 para vários milhões. É uma grande mudança e há pessoas que não sabem lidar bem com a fortuna, a fama e a glória. Ele reage como "adulto" no seu trabalho e como "puto" na vida dele e acho que ninguém tem a ver com isso.
Quanto à história do filho, não se sabe bem no fundo, especula-se.
Espero que não dê um trombo, como escreve a Maria, que não se torna um Maradona, de facto, não desejo mal a ninguém.
Concordo com o Osvaldo, o Ronaldo e o Mourinho contribuíram para as pessoas saberem que são portugueses, que Portugal não é Espanha e temos que ter orgulho dos seus trabalhos, apesar dos seus defeitos pessoais...

Beijinhos
Verdinha

A propósito de fama e vitórias, viram como a belgazinha Kim Clijsters vai ganhando campeonatos de ténis ? Não ? Então vejam aqui

Kim disse...

A crónica já tem algum tempo. Não me lembro qual a sua origem nem autor, mas foi certamente dum semanário qualquer.
Quanto às questões levantadas pelo Osvaldo e pela Soledade, a meu ver não é o problema da arrogância que está em causa, antes sim a atitude de se poder comprar uma criança monoparental.
Uma das liberdades do 25 de Abril foi a da liberdade de expressão, mas também é verdade que fruto dessa liberdade todos nós abusamos desta coisa de dizer mal de tudo e de todos.
Também é verdade que nem sempre conseguimos controlar o desagrado de tudo o que menos bom passa defronte dos nossos olhos, mas isso deixo a cargo dos eruditos freudianos.
Repito, o meu amén nesta crónica está apenas na discordância da atitude de se gerar um filho sem mãe, qual pobre menino rico.
Não tem nada a ver com a arrogância! Que às vezes - até é salutar!

Parisiense disse...

Infelizmente há muitas cabeças bem maduras que bricam e jogam com a vida destes jovens como o CR.
Olha para o que aconteceu ao rapazito que agora está preso em NY!!!!

Culpo muito mais todos esses vampiros sequiosos que jogam e bricam com o dinheiro e a imagem destes jovens fazendo da vida deles um filme que acaba em terror, e da vida deles um verdadeiro inferno.

E como dizia alguém por aí "viva a revolução" que é realmente o que este mundo precisa.

Beijokitas mon ange.

Anónimo disse...

Com muito respeito pelo que aqui foi dito,acerca dos imigrantes, que há muitos e não são só deste país.
Só lhe desejo sucesso e orgulho-me do que já fez.Destas situações que estão à vista nem tanto.
Não está em causa a sua qualidade nem sequer o seu titulo Mundial, mas tenham paciência na minha modesta opinião, é a de que caminha para idolo com pés de barro.
Hje em dia hesistem muitos apoios para se corrigirem alguns comportamentos e com o bolso dele não seria difícil fazer-se representar melhor, até para defender melhor o seu estatuto
É na humildade que melhor se aprende.
A propósito gosto muito do perfil de um outro emigrante,também do futebol de nome Káká.
um abraço do jrom

Anónimo disse...

AINDA A PROCISSÃO VAI NO ADRO.

AFINAL QUEM É A MÃE DA CRIANÇA?

É possível gerar filhos sem a união de óvulo e espermatozóide?
Existem atualmente vários experimentos sendo realizados, visando à produção de descendentes de casais sem a união natural de um óvulo e um espermatozóide. Quase todos eles ainda são hipóteses, não tendo sido efetivamente testados em humanos. Uma possibilidade é da clonagem, em que pares de homossexuais, teoricamente, poderiam ter um filho clonado de um dos parceiros, sem a ocorrência de fecundação (mesmo que se tratasse de dois homens, haveria uma mãe de aluguel para gerar a criança). Este filho, no entanto, seria gêmeo idêntico do parceiro que doasse as células para a clonagem, não sendo gerado um descendente que apresentasse mistura de genes dos dois parceiros, como ocorre na reprodução sexual. Uma mistura foi efetivamente conseguida por pesquisadores australianos em experimentos divulgados no dia 10 de julho de 2001, utilizando camundongos. Só que nesse experimento não são dois óvulos que se fundem. Pela técnica desenvolvida por eles, foram utilizadas células de outras partes do corpo para substituir os espermatozóides. Eles conseguiram fundir essas células de outra parte do corpo com óvulos (que embora tenham ficado com um número maior de cromossomos, acabaram eliminando os cromossomos excedentes), obtendo centenas de embriões. O próximo passo, que ainda não foi realizado, será implantar esses embriões numa fêmea, que, espera-se, deverá desenvolvê-lo como se tivesse sido gerado da união de óvulo e espermatozóide. Segundo os próprios cientistas, essa técnica aplicada futuramente em seres humanos ajudaria homens inférteis e casais de homossexuais a ter os próprios descendentes. A título de curiosidade, outro experimento vem sendo realizado, este sim em seres humanos. Células chamadas cumulus são retiradas de mulheres inférteis, que não ovulam. Em seguida, essas células da doadora são unidas a espermatozóides para formar o embrião, possibilitando a essa mulher gerar filhos. Já na Inglaterra, um especialista em fecundação artificial causou espanto ao afirmar (embora não tenha efetivamente realizado o experimento) que por meio do implante de um embrião no abdome de um homem (que receberia grande carga de hormônios femininos), este poderia engravidar. Uma placenta ligada a um órgão forneceria ao feto os nutrientes necessários. O parto seria por cesariana e tudo ocorreria como a gravidez de uma mulher que gerasse o filho fora do útero (chamada de gravidez ectópica).

(http://www.namenet.com.br/bcoresp/bcoresp_mostra/Biologia/0,6674,POR-853-186,00.html)


XL

SEVE disse...

Clijsters

Lembro-me muito bem do pai, grande jogador de futebol da selecção belga!

Anónimo disse...

Solidariedade com a luta do povo egípcio

MUBARAK, DEMISSÃO!

Concentração
Dia 1 de Fevereiro, 3ª feira, 18h
Largo Camões, Lisboa

LUCIENE RROQUES disse...

Vale a pena conhecer, como pode ver tem coisas lindas no Brasil.
Um abraço!

Laura disse...

XL, que saudade do tempo em que apenas se geravam filhos do Amor, não importa o estado do casal, apenas que fossem gerados pelo simples acto que o Amor encerra! Que bom que era quando eles podiam ser criados pela mãe num ambiente de aconchego e sem falta de nada, mesmo em pobreza mas que houvesse Paz, Alegria, União...

Não concebo um filho dessa forma, apenas se fosse para ajudar uma mãe que no seu ventre não o pudesse gerar... Mas dessa forma! Coitados..e pobres crianças que por mais euros que haja, nunca sabem o que é ter o pai e a mãe que o conceberam!

Quanto ao Ronaldo já dei por mim a pensar que se empregasse metade do tempo que estraga em doidices, se estudasse, arranjasse professores de jeito, ah, quem sabe, saberia falar!O meu Nuno em Manchester encontrou-o na rua, falou-lhe, e disse ele, mas que parolo a falar, pois é, o que conta são os dólares euros e por aí fora.

E de resto é orgulho para o País, boa, mas isso dá alguma coisa para gerar empregos e pão para quem está mal? Não me parece, só enche os bolsos de quem já muito tem,.

Beijinho da laura

Anónimo disse...

Nao concordo com esta cronica, pelo menos em 90%

Quem a fez, tentou "desresponsabilizar" a imprensa/media que se alimenta como sanguessugas deste tipo de figuras publicas, formando assim uma especie de MAFIA

Eu, nao acredito em tudo o que leio, e sei muito bem enganar-me sozinho, quanto ao CR, a minha critica?!? vai mais no sentido pela forma como ele optou por ser Pai, de resto, deixem o rapaz crescer..

Abreijos
Pantas

armalu disse...

infelizmente é assim, até ao dia em que tudo mudar, porque nada é eterno.

kevin disse...

Mata Mblere

Moncler Jackets For Men

Jackets For Men

Moncler Outlet Platine