2 de fevereiro de 2011

Acidente Automóvel - Declaração Amigável

Um acidente pode acontecer a qualquer pessoa! Pois pode! Com culpa ou sem culpa!
E quem não teve já um acidente automóvel? Pois bem, aqui fica uma receita para nesse momento menos agradável e às vezes bem trágico, os minutos que se seguem serem menos penosos.
Para tal basta que na calmaria do lar, se puxe pela Declaração Amigável e se preencha com os nossos dados. É que no momento após o acidente ninguém tem discernimento para fazer tudo bem. Não se encontra a carta de condução, esquecemo-nos de indicar o número da apólice, enfim, fica sempre a faltar qualquer coisa. Isto já para não falar da chatice de preencher uma Declaração em cima do capôt da viatura, ao sol, ao frio, ou até à chuva.
Não custa nada. Basta preencher o nosso lado, com os elementos identificativos e indicação da seguradora e apólice, no lado A ou B e deixar o resto para o outro condutor. Quando for necessária, já está meio preenchida.
Depois é só guardá-la no porta-luvas do carro e esperar que não venha a ser precisa.
Experimentem e espero que não venham a saber quanto valeu esta dica.

Até lá, se puderem, evitem engrossar este caudal de desgraça que a todos pode chegar.


11 comentários:

Zé do Cão disse...

Meu caro amigo
Afinal quem não teve um acidente de automóvel? Claro, felizmente há quem não tenha. Não pertenço a esse numero. Conheço uma senhora que nunca teve, todavia multas por excesso de velocidade são aos montes. Pudera, ela até nem tão pópó, mas acarreta com as multas do sobrinho.
A mim, calha-me sempre a responsabilidade do caso, na opinião do outro. Nunca ouvi dizer
"desculpe fui eu o causador". Claro que se tenho duvidas, chamo o "pálas" e que se lixe. Quando à tal declaração acompanha-me sempre e já uma vez aflito quis dar-lhe outro destino e não consegui. Mas isso foi outra história.
abraço, amigo

Teté disse...

Nunca me tinha lembrado dessa! Mas está bem visto, obviamente, embora espere não vir a precisar... :)

Beijocas e obrigada pelo bom conselho!

Laura disse...

Graças a Deus, em 27 anos de condução na África do Sul e aqui, nunca tive nenhuma batida e muito menos um encosto, até hoje...Viajo sozinha por seca e meca e assim hei-de continuar, mas, vou lembrar de preencher a declaração..tudo pode acontecer...

Obrigada pela dica.

um xi apertadinho rapaz do meu coração...serás sempre o meu Amigo querido.

laura

Maria disse...

Boa ideia, Kim. Vou convencer o João a fazê-lo. Nunca precisou mas...
Outro dia apanhou com um atrelado que o ultrapassou pela direita e, se pôs a andar. Nem deu tempo a tirar a matrícula. Gente séria, esta.
Beijinho
Maria

Anónimo disse...

Boa Ideia!!
Os meu agradecimentos ao Sr. José Maria Pincel.. :)

Pantas

SEVE disse...

E não se esqueçam, amigos, que se tiverem necessidade de a preencher façam-na de modo a que a PESSOA que a vai analisar a possa ler, senão arrisca-se a ir pró fim da "fila"; é que há DAAA absolutamente indecifráveis e isto só resulta em prejuízo para quem a preencheu com hieróglifos!

Je Vois la Vie en Vert disse...

É uma boa ideia, sim !
Mas como escrevi na Laurinha, problemas de carro, não é para mim, é para o Leo. Telefono para ele, ele que resolva ! E se houver dúvida, chamo a polícia...
Bom fim de semana
Beijinhos a ti e à dupla !
Verdinha

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Kimamigo

Bravo! Aprender até morrer, ainda que burro velho não aprenda línguas.

Excelente ideia, da qual jamais me lembraria; claro, um profissionalão de seguros é sempre melhor que um ignorante dos mesmos. Prontos (sem s), está tudo dito. Muito obrigado. Cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

E para quando um novo saltinhjo là ao meu covil? Já tenho saudades de tu...

Abs

Osvaldo disse...

Kim;

Obrigado pela dica. É bom estar prevenido.

Por falar nisso, onde é que eu tenho esses formulários?...

Grande abraço, e bjs para L&L.

da Ana e Osvaldo

Magia da Inês disse...

Olá!
Amigo, você pensa em tudo, hem?
Ano passado fui atropelada por uma moto, mas quem machucou para valer foi o motoqueiro.
A culpa não foi minha, nem do motoqueiro, foi de um caminhão que tampou nossa visão.
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil°º♫♫
♫♫°º
•*•♫ ♫° ·.

Laura disse...

Como diz o Osvaldo; mas onde é que tenho os meus? deixa lá perguntar aos rapaizes...

Espero nunca precisar de os preencher que é mau sinal, com a carta já há 27 anos e sem uma boa amolgadela a não ser na entrada da casa de uma amiga que o portão impulsionado pelo espelho...voltou pra cá e..lá se foram 6o contos há mais de 25 anos...mas pronto. de maior que metesse seguro, ainda não e muita sorte tenho tido!

Um beijinho de Bom Domingo.

laura