18 de abril de 2010

Religiões e falsos profetas!



Sabendo bem que em cada cabeça há uma sentença, também é certo que em cada sentença haverá sempre uma lacuna nunca colmatada.
Há momentos que me questiono sobre os mistérios da fé. É que isto de cada um ter a sua fé tem que se lhe diga, apesar de todos terem direito à vida, aliás, à fé.
Nunca como hoje as religiões que por aí proliferam foram uma tão grande mentira. Hoje temos um inumerável rol de religiões, todas elas se julgando donas da verdade.
Não seria bem melhor cada um fazer aquilo que prega, em vez de tentar trazer para junto de si aqueles que porventura professem um outro culto? Será que o tempo dos cruzados e sarracenos que desbarataram quem não era por si, está a voltar?
Se olharmos para a história veremos que a exacerbada fé num qualquer Deus é também o expoente máximo da tirania e do ódio. As famílias afastam-se, os filhos evitam-se, os pais separam-se.
A desculpa é sempre a Bíblia, o Corão, a Tora e seus quejandos.
Afinal todas as igrejas são feitas pelos homens e estes não são mais que comuns mortais pecadores, sendo que uns são especializados em poligamia, outros em pedofilia e muitos outros ainda, em poder e mentira.
Todas as Igrejas foram, são e serão sempre, um antro onde os corações, verdadeiramente puros, não estão em maioria.
Qualquer cidadão do mundo, pode perfeitamente examinar a sua consciência no final de cada dia e tentar fazer melhor no dia seguinte, até à fase superior da perfeição, sem que o seu dorso se curve a todos os ídolos de pés de barro. No entanto é bem mais fácil bater no peito e invocar Aquele que julgamos ser Supremo.
Numa altura em que até os bancos vão à falência, chegou o Banco da Salvação. É lá que se pretende que se façam os próximos depósitos
, de almas e dinheiro, afinal aquilo que até o diabo procura.
Está tudo louco!
Eu pecador me confesso!
.

26 comentários:

Anónimo disse...

:)
Beijinho

Isabel

Je Vois la Vie en Vert disse...

Caro amigo Kim,

Pelo que percebi pelo cheque passado e assinado por Jesus Cristo, eles oferecem dinheiro !
E eu a pensar que pediam dinheiro ! Como uma pessoa pode se enganar !

Então, vou passar por lá para receber o meu cheque. Não tenho que fazer mais nada ? Não há contrapartidas ? Não tenho que dar um recibo verde ?

Quel beau clin d'oeil, cher kim !

Beijinhos

Verdinha

Osvaldo disse...

Kim;

Embora a religião principal (Católica) esteja em descrédito, fruto de maus seguidores da mesma, não devemos confundir "Seitas" com religião. Não quero ser ou fazer de advogado do Diabo mas continu-o a defender que a essência da Igreja não deve ser lapidada à pedrada como se faria à mulher adultera ou ainda se faz em certos lugares deste Planêta, por culpa da ignorância de certos sacerdotes que só foram para Padres porque não sabiam o que fazer: É um pouco como certas pessoas que vão para a Policia porque não sabem fazer mais nada, embora haja grandes homens e mulheres nas Forças Armadas.
Quanto a financiarem esses Bancos da Mentira em nome de Deus,... quem dá o que tem, recebe o que merece,... NADA, porque Cristo nunca pediu dinheiro para salvar os necessitados.

Um grande abraço, caro amigo e beijinhos para a minha irmã L&L.

da Ana e Osvaldo

Anónimo disse...

É tudo como os almoços na Herdade do Esporão ;)
Abraço. jc/.

Laura disse...

São os vendilhões do templo que Jesus correu dali para fora, Tudo é motivo de negócio e as seitas já não têm mais nomes para inventar nem como extorquir dinheiro ao crédulo zé povinho!

Claro que começam por dar algum e depois apanham-no todo...

Não sei como vão lá parar mas uma coisa é certa, andam na rua a chatear, param-nos para nos meterem a javés,em toda a minha vida só fui importunada por jeovás, tanto aqui em Braga como em Coimbra e alguns locais em Lisboa, é de bradar aos céus, começam com a lenga lenga do costume, sempre fui educada nas respostas que lhes dou mas...


Querem a toda a força que sigamos a religião deles, ah, pela árvore se conhecem os frutos, já dizia jesus...

Beijinho.. e como diz a verdinha, ahhhh é para receber? duvidooooooo... depois pagam com juros, s epagam..
laura

fogo disse...

boa noite!!

sr Quim parabens pelo tema é interessante e pelo que vejo trás ao de cima o melhor e o pior de cada um!!


realmente jesus alertou para os falsos profetas, que por dinheiro fariam de tudo!!

mas também alertou para a falta de amor ao próximo, e para aqueles que por ódio e ressabiamento, disparam em todas as direcções e não sabem muito bem o que estão a atingir,fazendo disso chacota, cada um é como é e o RESPEITO é muito bonito

a mim o que me preocupa não são JEOVÁS na rua a "chatear" não são mal educados nem vão converter ninguém,tal como outra crença transmitem uma menssagem só ouve quem quer!! não me preocupa o dinheiro que alguns decidem dar ás suas seitas,de livre e espontanea vontade, o que me preocupa são pessoas sem escrupulos que estão no seu melhor quando acham que estão a pisar os outros....

quem nos julga a todos é DEUS que para uns é jeová para outros alá, para outros maomé,para outros jesus.... o que está no interior de cada um, independentemente de qualquer nome só Ele sabe!!

bem aja

fogo disse...

e já agora, pecador me confesso também...e muito!!

francisco disse...

O importante é não ter fé.


O que era um fenômeno quase inexistente no começo do século passado (0.2%) passou a constituir um grupo que aparece em qualquer relatório científico: os não-crentes já somavam, em 1980, 15% da população mundial. Hoje, os que se declaram não religiosos são cerca de 25%. Distinguem-se, entre eles, os agnósticos e os ateus.

Eu nunca me confesso porque não sou pecador.

XL (ateu)

Laura disse...

XL... nem um cadinho assim da ponta do mindinho? vá lá, malandros somos todos, mauzinhos ás vezes, a isso nos induzem, mas...
aquele abraço da laura

Anónimo disse...

Eu Acredito em Jesus, e tenho Fé que o Benfica seja Campeão.. :)

Pantas

Zé do Cão disse...

É pá. Quando um dia resolver converter-me, vou até à Amadora e pumba, inscrevo-me.
É que ando mesmo a pedir salvação...
aberaço

Maria disse...

Kim
Já não chegou, venderem Cristo uma vez? Passam a vida a viver à custa dele, pecam e perdoam, em nome dele.
Sabes? Creio em Jesus e nos Mandamentos, nos exemplos de amor e bondade que nos deixou, mas a igreja católica não me convence. Nem essa, nem outra me convencem.
Falam todas muito bem, mas soa-me a mentira.
Desculpa se firo as tuas crenças e acredita que gostaria de ter fé. A mesma que quando ainda era a Petite Marie tinha e perdi, porque os desastres, guerras e sobretudo as mentiras, me tiraram.
Felizes os que ainda sabem acreditar.
Beijinhos para ti e Luísa
Maria

Parisiense disse...

Religião, futebol e politica, não discuto.....cada um tem a sua opinião e eu tenho a minha.

E como por todo o lado há bons e maus....e alguns que já foram bons tornaram-se maus.....e vice-versa.

Por isso é discutir em vão.

Beijokitas on ange.

Je Vois la Vie en Vert disse...

"És Pedro e sobre esta Pedra edificarei a Minha igreja" disse Jesus criando a base do cristianismo. E esta igreja foi feita pelos homens e estes são humanos. Ora diz-se "errare humanum est", por isso, houve muitos erros, alguns tentam emendar, outros fazem parte do passado e não podem ser emendados, tentam evoluir mas vão continuar a errar porque é próprio do Homem.
Os meus pais criaram a minha família, eles erraram porque são humanos, claro, não é por isso que vou renegá-los. Aceito-os com os seus defeitos.
TOLERÂNCIA precisa-se porque ninguém é perfeito a não ser Deus.

Quando aos que perderam a fé por causa de acontecimentos, é normal, precisamente porque são humanos e não acreditam que Deus possa ter aceito tantas coisas mas Ele nós deu a liberdade, o livre-arbítrio.

Ter fé é fazer parte dum mistério, não é resolvê-lo e nada está ao alcance do homem para o esclarecer aqui na terra mas as pessoas que viveram a experiência do chamado túnel da morte têm outra visão. Não é o meu caso mas tenho Fé e como na sociedade tento seguir as regras dela sem queixar-me demais, faço o mesmo com a minha igreja e consigo viver a maior parte do tempo em paz e feliz.

E já fugi do teu tema inicial, caro amigo Kim, mas é por ser pecadora também...

Que me perdoem Deus, Kim, d(eu)s, os crentes, os agnósticos, os ateus e todos os que não se encontram numa destas categorias... ;)

Beijinhos

Verdinha

Teté disse...

Eu acho é que estas seitas e falsos profetas têm uma enorme lata, estão-se naturalmente nas tintas para as almas e pessoas, querem é lá o décimo do ordenado de todos a cair nos seus bolsos, para viver uma vida luxuosa.

Pior ainda, é que geralmente se aproveitam de pessoas desesperadas, que numa aflição recorrem a todos os meios... Só isso, diz bastante sobre a moralidade desses "pastores"!

Beijocas, Kim!

Anónimo disse...

Massacre da noite de São Bartolomeu
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O massacre da noite de São Bartolomeu foi um episódio sangrento na repressão dos protestantes na França pelos reis franceses, católicos. As matanças, organizadas pela casa real francesa, começaram em 24 de Agosto de 1572 e duraram vários meses, inicialmente em Paris e depois em outras cidades francesas, vitimando entre 30 mil e 100 mil protestantes franceses (chamados huguenotes).
Este massacre veio dois anos depois do tratado de paz de Saint-Germain, pelo qual Catarina de Médici tinha oferecido tréguas aos protestantes.
Em 1572, quatro incidentes inter-relacionados têm lugar após o casamento real de Marguerite de Valois, irmã do rei da França, com Henrique de Navarra, uma aliança que supostamente deveria acalmar as hostilidades entre protestantes e católicos e fortalecer as aspirações de Henrique ao trono. Em 22 de Agosto, um agente de Catarina de Médici (a mãe do rei da França de então, Carlos IX de França, o qual tinha apenas 22 anos e não detinha verdadeiramente o controle), um católico chamado Maurevert, tentou assassinar o almirante Gaspard de Coligny, líder huguenote de Paris, o que enfureceu os protestantes, apesar de ele ter ficado apenas ferido.
Nas primeiras horas da madrugada de 24 de Agosto, o dia de São Bartolomeu, dezenas de líderes huguenotes foram assassinados em Paris, numa série coordenada de ataques planejados pela família real.
Este foi o sinal inicial para um massacre mais vasto. Começando em 24 de Agosto e durando até Outubro, houve uma onda organizada de assassínios de huguenotes em cidades como Toulouse, Bordéus, Lyon, Bourges, Rouen, e Orléans.
Relatos da quantidade de cadáveres arremessados nos rios afirmam uma visível contaminação, de modo que ninguém comia peixe,pelas condições isalubres do local.
Não foi o primeiro nem o último ataque massivo aos protestantes franceses. Outros pogromas se seguiriam

XL

Dad disse...

Toda a crença é boa se nos ajudar a ser boas pessoas. Para mim são todas boas se conseguirem fazer isso...

Laura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...

Tirado de um livro (3 volumes) tinha os dois faltava-me um o último, procurei por todo o lado e vim econtrá-lo na estante de um querido amigo o Hernâni de castro Lopo, ofereceu-mo... que falam da mesma história, a matança dos inocentes! o que o XL falou, exacto,está aqui...
Apenas dores que as religiões causaram, mais nada!... Assim, eu faço a minha religião, eu faço o amor á minha maneira e não sigo ninguém!... Sigo ou tento seguir o meu caminho, apenas isso...


Dois meses antes dessa manhã penumbrosa de outubro, verificara-se em Paris o grande massacre dos denominados, levado a efeito por um conluio politico-partidário mascarado de fé religiosa, ao qual a Igreja, sob a responsabilidade do Papa Gregório XIII, anuíra por instâncias do Governo Francês, ou antes, por exigências da politica opressora da Rainha Catarina, interessada muito mais nas conveniência pessoais ou dinásticas, do que nas da própria Igreja, mas para a realização do qual se tornava insdispensável o apoio do poder espiritual, dada as desculpas religiosas que para atingir os fins a que se propunha houvera ela por bem apresentar.
O massacre desumano, verificado ao romper do dia 24 de Agosto de 1572, ficaria célebre na história mundial sob o nome de, justamente por ser o dia dedicado ao culto desse Santo venerado pela Igreja católica Apostólica Romana - um dos doze apóstolos de Jeus Cristo.
Nessa data, pois, os adeptos da Reforma, alcunhados por escárnio, na França, na ocasião ainda apenas esboçada, mas já em actividades, cujo chefe o Duque Henrique I de Guise, Principe da Lorena se aliara ás tropas do Rei a fim de dirigir o movimento, em conluio macabro de ideias, crueldades e ambições. Quase totalmente indefesos, os Protestantes, pouco puderam reagir, atacados que foram de surpresa. Seus lares violados por tropas prévia e ardilosamente incitadas pelo ardor da religião mal sentida e ainda menos orientada; suas esposas e filhas ultrajadas antes de sucumbirem ante os punhais e cutelos assassinos; suas crianças trucidadas ao estrepitar de gargalhadas que o álcool e o cheiro acre do sangue humano excitavam até aos excessos de uma semiloucura; suas propriedades arrasadas pelo incêndio ou depredadas pela picareta dos fanáticos adeptos da Rainha, do principe ou da Igreja; seus corpos arrastados pelas ruas em desordem de pandemónio e atirados ao Sena!...

Kim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kim disse...

Sem ser seguidor de nada, sinto que sei qual o caminho a percorrer e esse passa pela postura que tento ter não só em relação à minha, como na relação com terceiros.
Claro que o meu eclesiástico berço tem a ver com a forma como eu hoje vejo as religiões, quaisquer que sejam. Admito-as todas e respeito-as, só não consigo entender é a razão pela qual um qualquer penitente se persigna e bate no peito pela manhã e à tarde dizima tudo o que lhe aparece pela frente, seja em actos, seja em palavras. Isso, eu nunca vou entender.
Claro que em todas as crenças há gente boa e má e o mesmo acontece em todas as igrejas, mas o que se pretendeu neste post foi apenas o soluçar duma guerra que nunca terá fim.

Laura disse...

Entendi a postura Kim, apenas falavamos de religiões que sejam quais forem, de nada serve no momento de vivências a que se assiste!
Tenho familiares que vão todos sábados á Missa, e, faz favor... comungam e tudo..tenho conhecidos que frequentam templos disto e daquilo e na vida real são tremendos mau carácter...Há-os em toda a parte, assim é como dizes e eu digo; os seres conhecem-se no dia a dia da nossa vivência e o resto é treta!... Aprendi a lidar com amigos de várias religiões na África do Sul (conforme chegavam lá, fugindo á guerra, as Igrejas recebiam-nos nos campos de refugiados (ah,depois pagas diziam eles) e milhares de católicos passaram a ser protestantes, Envagelistas, e de todos os credos possiveis e imaginários, foi ali que tomei consicência de que havia mais religiões e fui avisada pelo chefe, o pai, que nada de bom vinha dali, que cada ser é uno, etc etc, mas sempre mantendo a sua religiosidade na Igreja Católica!...
Tu já me conheces um pouco, sabes como funciono e..a vida é como é, todos mostramos o nosso lado pior nas cenas do dia a dia, logo!...
Beijinho e abraço apertadinho da laura

RS disse...

" (...) Deus está morto! Deus permanece morto! E quem o matou fomos nós! Como haveremos de nos consolar, nós os algozes dos algozes? O que o mundo possuiu, até agora, de mais sagrado e mais poderoso sucumbiu exangue aos golpes das nossas lâminas. Quem nos limpará desse sangue? Qual a água que nos lavará? Que solenidades de desagravo, que jogos sagrados haveremos de inventar? A grandiosidade deste acto não será demasiada para nós? Não teremos de nos tornar nós próprios deuses, para parecermos apenas dignos dele? Nunca existiu acto mais grandioso, e, quem quer que nasça depois de nós, passará a fazer parte, mercê deste acto, de uma história superior a toda a história até hoje! (...)"
NIETZSCHE, Friedrich. A Gaia Ciência, §125.

RS disse...

De resto, estou com o Pantas. Acredito no Jesus e tenho fé que o Benfica vai ser campeão.

susana disse...

Até pensei que fosse anedota, mas pelos vistos não é!!! Ao que isto chega!
Sabes interrogo-me muitas vezes sobre a existencia de Deus, será que existe mesmo? Se existe que anda ele neste momento a fazer?
Mas que ás vezes acontecem coisas que parecem mesmo desígnios de Deus,é verdade, por isso fico sem saber que pensar.... claro que sou completamente avessa aos fanatismos religiosos e cheguei à conclusão que os que se dizem mais devotos, são os que mais pecam....talvez por isso precisem de tantas rezas...
beijinhos missixty

Laura disse...

Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaa, bom dia meu querido Kim...chuvoso, morno, daqui nada calorento, de tarde mais frio, depende...mas são os dias que temos. Apenas aquele apertadinho abraço cheio de alegria, paz, amor da dolce... saudosa de ti..