21 de março de 2010

Os Bravos (?) da Companhia






A lacrimejante manhã augurava um dia difícil. Muitos anos depois duma tropa a sério eis que chegou o dia que reavivou memórias e forças já esquecidas. Para se ter a coragem de fazer, é preciso ter medo. Sem medo não há coragem.
Sabendo que a ração de combate me esperava, banqueteei-me com um divinal pequeno almoço. Sumo de tangerina, ovos, cogumelos, presunto e fruta de Alá, davam-me em força o que não podia faltar em coragem.
À chegada à Base Aérea de S. Jacinto, revivi o espectáculo “dejá vu” dos filmes americanos.

Acabaram de chegar ao inferno. Para lá desta porta, nada mais será como dantes … blá, blá, blá, - lá ia pragejando o Coronel Medina de Sousa.
Toda a manhã foi de preparação com pequenos exercícios físicos e de ordem unida.
Foi giro de ver. Era um grupo coeso, num misto de gente jovem, velhos barrigudos e lindíssimas mulheres de tomates. Adorei a coragem das mulheres, não os tomates.
Julgávamos fazer parte do programa, um salto de pára-quedas. Assim não foi. O mais parecido com isso foi um salto da torre que serve de preparação para o decisivo salto.
Não deixa de ser uma sensação de queda do vazio em que de repente se é estancado da queda, abraçados que estamos em correias e fivelas por tudo quanto é sítio. Depois é só deslizar por ali abaixo, suspensos num cabo por uma roldana.
O médico e os paramédicos presentes asseguravam, como asseguraram, os pequenos acidentes que sempre acontecem nestas coisas.
Rapel, slide, escalada, paliçada e obstáculos, emolduravam o resto do programa.

A chuva e as condições da aventura, impediram melhor suporte visual
Era já noite quando os Bravos da Companhia deixaram para trás, dúvidas e temores.
No dia seguinte, antes do regresso, passeei-me pela Veneza do Norte, na companhia dos meus amigos Estrelinha do Norte e David, que me foram visitar. Uns carapauzinhos fritos com arroz de tomate (estávamos em maré de tomates) regados com Tapada de Coelheiros, colmataram todas as rações de combate.
Às vezes - sonhar é possível!
Às vezes - o sonho acontece!

13 comentários:

Osvaldo disse...

Pera aí, Kim;

E nós que subimos a montanha, este domingo bem cedo e olhavamos todos os aviões que passavam, e foram muitos, pra ver os "homes" saltarem lá com aquelas coisas que parecem guarda chuvas às cores.. e não saltou ninguém?!...
Ainda disse pra Ana; Aquele que saltar com uma bandeira verde é o J/C ou o Seve. Aquele que saltar com uma bandeira vermelha é o Kim ou o Jerónimo de Sousa e aquele que salta sem nada, nem bandeira nem guarda chuva porque esqueceu de se equipar, é o... Sócrates!...
Bem que passamos o fim de semana a olhar pro ar... Passar aviões, passaram. Passar uma aves esquisitas,... passaram, mas "homes" a saltarem?!..., nem vê-los.

Um abraço,caro Kim desculpa a brincadeira, e esperamos que a experiência tenha sido inesquecivel.
bjs para L&L
da Ana e Osvaldo

Zé do Cão disse...

Ora aqui está um valentão, que só deu um pulito de um degrau.
Pois dentro de dias, mulher com tomates, veremos a sério.
A sportinguista, Maria de Lourdes Borges de Castro com 87 anos vão dar o primeiro salto de paraquedas da sua vida.
Já sei que vão dizer que é "maluca".
Acho o mesmo, mas ouvi dizer pela sua boca e na televisão, que com a sua idade não tem nada a perder.
Kim, estes momentos ajudam-nos a viver... São. sublimes...
abraço

Laura disse...

Ufa, té que'nfim sei que sobreviveste a mais uma das grandes!
Para a próxima vai ser a valer e aí não haverá tomates que te valham! nem os teus nem os dos outros servirão de algo! Tenho por norma juntar-me ás forças que a todos regem, e deixar-me ir na onda e assim; se algo acontecer, estava no percurso.
Pelo menos ficamos a saber que és corajoso quanto baste, mas isso já todos sabiamos que o nosso Kim do metro'oitenta e cinco é capaz de proezas bem maiores!
Gostei de saber que tudo acabou bem só o raio do tempo é que estava péssimo. Valente Kim, vou condecorar-te com a medalha da Dolce que é toda feita de amor, carinho, ternura!
(ah, claro que há mulheres com mais tomates que muito homem, seja lá para o que for nessas horas e noutras elas estão sempre presentes!

E de certezinha que estás feliz e levavas a bandeira vermelha escondida no bolso para desfraldar ao vento! Valente Kim.

Anónimo disse...

... e passei eu o dia a olhar prós céus à espera de te ver. Assim não vale. O prédio onde moras é mais alto. Pra quê ir tão longe? Ah! já sei...jantar com a Isabel e o David justifica sempre a viagem. :)
jc/.

Anónimo disse...

Acabo de ler: Jesus não salva. Goleia!

Green Knight disse...

«A sorte protege os audazes»
«Mais suor menos sangue»
Quantas mais siglas iria eu escrever para este ( boina verde)
formado depois dos cinquenta.
Com esta boina e com o seu cascol de lampião, faz dele um verdadeiro português que apesar de viajar pelos cantos mais recônditos do mundo volta sempre prós amigos.
Um abraço do jrom

Je Vois la Vie en Vert disse...

E eu a pensar que ias sobrevoar o Estádio para ver o jogo Benfica-Porto e cair de paraqueda no fim do jogo para festejar a vitória....

É bom, de vez em quando, às vezes no fim de semana - voltar uns anitos atrás e reviver umas experiências passadas, desde que sejam boas !

Valente amigo Kim !

beijinhos

Verdinha

Parisiense disse...

Como nos velhos tempos comete a ração que te era destinada....:)

È sempre bom recordar.....é sempre bom reviver.....

e ás vezes é sempre bom achar que se é um Bravo da Companhia.

Beijokitas

Anónimo disse...

O melhor para as boas vindas à Primavera.
Veneza do Norte, um vento bom, pasteis de Aveiro e a melhor companhia...

Um beijinho

Isabel

Maria disse...

Andaste a brincar aos soldadinhos de chumbo? Fica-te bem a farda. Pena a chuva ter estragado a festa.
Por favor Kim, não chames a Aveiro a "Veneza Portuguesa", é a Rainha da Ria.
Beijinhos
Maria

Andre Moa disse...

Gosto muito de sonhar
quando o sonho acontece.
Mas lá cair e saltar,
confesso, não me apete.

O meu Bravo aos Bravos da Conpanhia.
Escapaste. Que alívio! Que alegria!

Abraço
André Moa

RS disse...

Agora a Torre, para a próxima o C-130.

Laura disse...

Kim, então não apareces para a festa do resteas? o pessoal já lá foi todo (quase, só espero por ti para mudar o post) já tens mais que filmar e em breve, palavra de Dolce.