22 de março de 2009

Texto sem a letra "a"




Este é o blogue onde digo o que penso e é nele que recebo todos os que me querem bem. Veremos onde estou. No Estoril! No Minho! No Porto! Em Genéve! No Recife!
Sem nenhum tropeço posso escrever o que quiser sem ele, pois rico é o português e fértil em recursos diversos, tudo isso permitindo mesmo o que de início, e somente de início, se pode ter como impossível.Pode-se dizer tudo, com sentido completo, mesmo sendo como se isto fosse um mero ovo de Colombo.
Desde que se tente sem se por inibido pode muito bem o leitor empreender este belo exercício, dentro do nosso fecundo e peregrino dizer português, puríssimo instrumento dos nossos melhores escritores e mestres do verso, instrumento que nos legou monumentos dignos de eterno e honroso reconhecimento. Trechos difíceis resolvem-se com sinónimos.

Observe-se bem: é certo que, em se querendo esgrime-se sem limites com este divertimento instrutivo.
Brinque-se mesmo com tudo. É um belíssimo desporto do intelecto, pois escrevemos o que quisermos sem o "E" ou sem o "I" ou sem o "O" e, conforme meu exclusivo desejo, escolherei outro, discorrendo livremente, por exemplo sem o "P", "R" ou "F", o que quiser escolher, podemos, em corrente estilo, repetir um som sempre ou mesmo escrever sem verbos.

Com o concurso de termos escolhidos, isso pode ir longe, escrevendo-se todo um discurso, um conto ou um livro inteiro sobre o que o leitor melhor preferir. Porém mesmo sem o uso persistente dos termos difíceis, muito e muito se prossegue do mesmo modo, discorrendo sobre o objecto escolhido, sem impedimentos.
Deploro sempre ver homens deste século inconscientemente esquecerem e oprimirem o nosso português, hoje culto e belo, querendo substituí-lo pelo inglês. Porquê?
Cultivemos nosso polifónico e fecundo verbo, doce e melodioso, porém incisivo e forte, messe de luminosos estilos, voz de muitos povos, escrínio de belos versos e de imenso porte, ninho de cisnes e de condores.

Honremos o que é nosso, ó homens estudiosos, escritores e professores.
Honremos o digníssimo modo de dizer que nos legou um povo humilde, porém viril e cheio de sentimentos estéticos, pleno de heróis e de nobres descobridores de novos mundos.
Por hoje é tudo o que me lembro!

20 comentários:

carla mar disse...

... e é tão bom brincar com a língua ;P


Beijo meu :)

Anónimo disse...

KIM

BOM, MUITO BOM, BOM MESMO!


GOSTEI,VOCÊ É MUITO GIRO!

REPETE SEMPRE TEXTOS COMO ESTES, O GRUPO QUE TE CONHECE E DE LEITOR DO TEU BLOG VEM SEMPRE TE LER.
BEIJOSSSSSSSSSSSSSS


SPUK

PS.
A MINHA FAMILIA NA BAHIA, TINHA COMO "OBRIGAÇÃO" COLOCAR OS NOMES DOS FILHOS COMEÇADOS COM A LETRA "A".
ANOS MAIS TARDE JÁ NA QUARTA GERAÇÃO, A MATRIARCA, RESOLVEU ESCREVER UMA CARTA, QUE NÃO COMEÇASSE COM A LETRA "A", E ELA JÁ TINHA MAIS DE 90 ANOS QUANDO DESSE FEITO.

SPUK

Parisiense disse...

è pá e não é que conseguiste??????ahahahahahahah
Como é linda a nossa lingua.....não sei porque a querem mudar......
Bisous mon anje.

Cristina disse...

Bom semana, Kim,sem "A"!!!
Bisous

Zabour disse...

Conseguiste, super...


Beijinhos,sem A,rsrsrs

Osvaldo disse...

Caro Kim;

Esta brincadeira deixou-me sem A...

Como vou continuar se não tenho mais A pra continuar?...

Ainda bem que me sobrou a minha AAAAAAAAna.......

Um grande abraço, amigo Kim
Osvaldo

Maria disse...

Kim:
E conseguiste mesmo sem A, escrever um belo texto.
Fico triste vendo que o português, é pouco escrito e dito, substituído pelo inglês e outros.
Um dia niguém o conhece.
Beijo.

O Bicho disse...

Já sei, não precisam de me chamar, já sei que sou um desmancha-prazeres, como tal posso dizer que afinal havia um - escapou um "a" nesse post, na frase: «Brinca-se mesmo com tudo.»
beijinhos e abraços do Je

Anónimo disse...

... mas o que está lá escrito é: - "brinque-se mesmo com tudo" !

A_ntunes/. :)

Maria disse...

Bicho:
Lê bem o texto. Diz "brinque-se", em vez do que escreveste. Meteste H2 O.
Vê bem!
Beijo

Laura disse...

Bem, atendendo ao que a Carlinha mar diz; só estou a tentar entender, bem, ela explicou (carlita, é na brincadeira tá amiga?, deu-me pra rir)
É tão bom brincar com a lingua! Ora pois, ora nem mais, mas, adiante, é pois sim senhora. ehhhhhh, grande brincadeira nessa frase..beijinhos carlinha sem zangas...laura..

Deixa ver; Kim, gosto de ti porque gosto e tem tantos oooooos que ja fiz algo de original, muitos óóóóóóo´s.....

As amarelas são as manas mais amadas...tem As que chegue? que confusão..beijinhos (bisous mon anje) fui copiar da parisiense e assim; aprendo...

Je Vois la Vie en Vert disse...

Pois é, querido "friend", com este jogo, esqueceste-te de mim e de ti ! foi impossivel escrever o sítio onde vivemos sem "isto"!
Consegui escrever 5 trechos sem "isto" ! Com "tricherie", evidentemente !

Dava-me jeito ela e as outras letras que terminam os verbos desaparecerem porque dão sempre cabo de mim quando tenho que utilizá-las na conjugações dos verbos !!!

Beijinhos verdinhos

O Bicho disse...

Pronto, está bem, vou comprar uma nova lupa para fazer o "rastreio" de textos em melhores condições.
Não retiro o comentário do "desmancha-prazeres" para que as respostas que desencadeou não fiquem sem sentido, OK?

O Bicho disse...

Será que fui contaminado com o SINDROMA do LUCILIO BATISTA.!?

carla mar disse...

______________________________

LAURA:

eu nunca me zango.
nem mordo ;)
só ás vezes...

um beijinho, para ti :)

_______________________________

Kim disse...

Oi pessoal! O Bicho tinha razão. Estava lá BRINCA-SE, eu é que mudei a palavra em função da dica dele.
A Bicho o que é de Bicho!

Anónimo disse...

IRS também não leva "a"
IRS palavra do dia :)

Beijinhos

Isabel

Maria disse...

Bicho:
"Mea Culpa".
beijo

Laura disse...

Carlinha; ahhh se mordesses d elonge nem sentia, mas, assim fiquei descansada e para a próxima continuo a rir e a afzer-te rir...
Ah, hoje vim tão apanhada dos carretos de Coimbra, que cantei que nem soprano na auto estrada, vidros fechados e fui até ao limite da minha voz, arre, soou bem, pelos menos foi o que o meu surfista disse!...Beijinhos pra ti..laura..

Du Santana disse...

ah! que fantástico, nunca me diverti tanto lendo um texto!

eu não conseguiria escreve-lo!

parabéns, isso foi maravilhoso! ^^