27 de março de 2009

A paixão do futebol

Todos os que me conhecem sabem que eu sou um apaixonado incorrigível.
Apaixonado pela vida, amigos, família, numismática, desportos, montanha, viagens, música, história, etc., para não enumerar mais gostos que se subentendem.
Estou agora a dar-me conta que afinal gosto de quase tudo, menos as tais favas que são já tão conhecidas como o surfista da Laurinha.
Mas a minha grande paixão, nos momentos de lazer, era fazer uma boa jogatana de futebol. Mas, depois do meu acidente no verão passado, isso não é mais possível.
Foram mais de quarenta anos a arrastar a minha azelhice por tudo onde cheirasse a pontapés na bola.

Resta-me agora acompanhar as tristes figuras que vou vendo pela televisão e os maus exemplos daqueles que, não sabendo perder, nunca saberão ganhar. Sejam eles pretos ou cinzentos.

Hoje foi-me oferecido pelo meu amigo José Romano, aqui JRom, esta tão simples mas muito significativa lembrança, no sentido de me mitigar as mágoas duma paixão que morre, mas continuará a existir nos meus etéreos caminhos do impossível.
Vou olhá-la como se fosse o primeiro troféu conquistado.
Aquele que dá alento aos vencidos e lágrimas incontidas aos vencedores.

13 comentários:

sendyourlove disse...

A paixão foi bem distribuida... não ficou toda no R/C...
Nem as amizades de abraços fortes...

Beijos boss...
Beijos JROM e para quem passa ...
Bom fim de semana

Cristina disse...

Bom fim de semana, Kim.
Abraço e até muito brève...se Deus quiser!!!

Maria disse...

Kim:
Como te entendo!
Assim como amas o futebol, amo eu a ginástica. Pratiquei quase todas, incluindo musculação.
Os inúmeros problemas de ossos, fizeram-me parar. Só me deixaram a ginástica aquática, que abomino e não pratico. Além de não achar aquilo ginástica, tenho verdadeiro horror a piscinas. Banhos partilhdos, só em casa.
Assim, ficam-me as lembranças, os programas de ginástica na T.V. e a nostalgia.
"Malhas que idade tece", amigo.
Beijo e toda a solidariedade do mundo.

Parisiense disse...

Lindo troféu......e pelos vistos bem merecido.
Parabéns, tens amigos que gostam mesmo muito de ti.

Bisous, mon anje et bon weeck end.

Laura disse...

Bem, não precisavam de exagerar nas mamas do gajo da estátua!... a nã ser que as tenhas iguaizinhas, isso já é outra história...

Deixa lá que não perdes grande coisa, já bolaste muitos anos e tiveste sorte, assim como tens sorte de estar bem das pernas, a não ser que queiras parti-la de novo (já andei a ler lá por baixo noutros posts mais antigos e vi-te no hospital..tadinho de ti, malditas bolas !)
Assim, que linda lembrança a do Jrom que já me habituei a ver no resteas... E onde a colocaste? no escritório? na saleta? hum!... Beijinhos.

Anónimo disse...

Belo troféu,
e eu assisti a entrega.
Abraços aos dois
O.R.

jrom disse...

Àparte a modestia do bem conhecido Kim de nós todos, a sua subtileza neste jogo, estava ao mesmo nivel da sua escrita e da amizade.

carla mar disse...

um beijo... embrulhado, num sorriso :)

Anónimo disse...

KIM!

BELA HOMENAGEM,
MARAVILHOSA A CRIATIVIDADE DO TEU AMIGO PARA PERPETUAR, O QUANTO VOCÊ LHE É CARO.

BEOJOSSSSSSSSS

SPUK

Anónimo disse...

Oh amigo Kim olha que não eras tão azelha como (humildemente) referes; já vi profissionais (da 1ª. liga) bem mais (proporcionalmente) azelhas que tu/nós!

Seve

Laura disse...

Vim ver se a peitaça encolheu, mas, pelos vistos vai precisar de umas amolgadelas...estou a ver que os teus netos ainda farão o trabalho!...
Beijinhos da laura.

Anónimo disse...

Acabo de assistir ao Portugal-Suecia (0-0). Cheguei à conclusão que Portugal e os futebolistas portugueses perdem por Lucilite-Aguda. Ou seja. Jogam na falta ou falsa falta para vencer o que não conseguem em jogo jogado. Até mesmo os futebolistas que jogam no exterior e que aqui não rendem tanto, quando chegam à selecção, enfermam do mesmo problema. Perdem tempo a levantar-se, finguem, simulam, desgastam-se. Claro que com árbitros a sério as coisas não pegam. Hoje, que me lembre, não foi mostrado nenhum cartão!!!
Quando assim é resta aos profissionais jogarem o que sabem e, pelos vistos, sabemos menos que os outros.
Um bravo para esse grande "português" - PEPE - que sua mais a camisola do que muitos nascidos aqui.
Só espero que amanhã os jornais não usem o título: CRISE CHEGOU AO FUTEBOL!
De resto, mudem a hora e sejam felizes :)
jc/.

siwa disse...

Gostei do blog. Parabéns. Voltarei.