26 de setembro de 2008

Humor de Deus


Eu até entendo que queiramos manter uma boa aparência e para tal tenhamos de recorrer a alterações estéticas (esticar a pele, avolumar os lábios, etc.) mas … Às vezes – há quem exagere e então …

Uma senhora de meia idade teve um ataque de coração e foi parar ao hospital. Na mesa de operações, quase às portas da morte, vê Deus e pergunta : - Já está na minha altura ? Deus responde:- Ainda não. Tens mais 43 anos, 2 meses e 8 dias de vida.Depois de recuperar, a senhora decide ficar no Hospital e fazer uma lipoaspiração, algumas cirurgias plásticas, um facelift etc.
Como tinha ainda alguns anos de vida, achou que poderia ficar ainda bonita e gozar o resto dos seus dias.Quando saiu do Hospital, ao atravessar a rua, foi atropelada por uma ambulância e morreu.A senhora, furiosa, ao encontrar-se com Deus, pergunta-lhe: - Então eu não tinha mais 40 anos de vida ? Porque não me desviaste do caminho da ambulância ?Deus responde: - Eras tu ? Nem te conheci !!

8 comentários:

Je Vois la Vie en Vert disse...

Não vou fazer lifting, nem enchimento dos lábios, nem implantes mas...

Hoje, sinto-me uma "Super Trouper" !
Vai visitar o meu blog se quiseres saber porquê....

Beijinhos verdinhos

Anónimo disse...

Eu nunca faria uma operação para mudar o meu aspecto, a não ser que, um desastre me tornasse diferente.
Gosto de olhar no espelho e ver sempre o mesmo rosto. Quer dizer, já não é o mesmo que tinha aos vinte ou aos trinta. Mas, cada ruga, cada cabelo branco, contam, a minha história, já longa. São os meus troféus. Os meus olhos ganharam uma maior doçura, mas são iguais aos que vejo em velhas fotografias.
Tirar as rugas do rosto, é cada vez mais fácil. Mas de que vale isso, se as da alma, continuam cá.
Não critico quem o faz. Cada um, é que sabe de si.
Eu, espero continuar a olhar o espelho e, ver a mesma Maria de sempre. Mais velha, mais cansada, doente, mas sempre a mesma.
Beijo
Maria2

Anónimo disse...

Conhecia a história mas com uma GORDA que pôs uma banda gástrica. Emagreceu tanto que nem Deus nem a ambulância a viram.
;)

Sô- Dô- Ku disse...

Aganância também turva a vista, será que?.......

O Bicho disse...

Podemos dizer que este tratamento foi "POR HUMOR DE DEUS".

carla mar disse...

A cirurgia plástica tem por objetivo a reconstituição de uma parte do corpo humano por razões médicas ou estéticas.
A cirurgia plástica reparadora tem como objetivo corrigir lesões deformantes, defeitos congênitos ou adquiridos. Considerada tão necessária quanto qualquer outra intervenção cirúrgica.
A cirurgia plástica estética é aquela que é realizada pelo paciente com o objectivo de realizar melhoras à sua aparência. O Paciente, quando se submete a tal intervenção cirúrgica não a faz com intenção ou propósito de obter melhoras no seu estado de saúde, mas sim, para melhorar algum aspecto físico que não lhe agrada, ou seja, corrigir uma deformidade que adquiriu no momento do nascimento, por exemplo, quando o bebé nasce com uma orelha proeminete ou em abano...
Nestes casos, o problema costuma ser provocado por uma deformidade congénita... e o bebé nasce sem a anti-hélix (dobra mais externa da orelha), que mantem as orelhas alinhadas á cabeça.
Ás vezes... uma orelha assim, é motivo de depressão, nas crianças em idade escolar.
Em qualquer cirurgia plástica, pretende-se que a zona afetada mantenha o seu funcionamento e, na medida do possível, um aspecto natural.
Não me incomodam, minimamente, as Plásticas... nem as orelhas dos meninos :)

Beijinho meu (sem Plástica!)

Anónimo disse...

KIM, EU TAMBEM JÁ CONHECIA TAL ESTORIA, MAS TAMBÉM GOSTEI MUITO DE RELER E DE PARTICIPAR DOS COMENTÁRIOS DE QUE NÃO SOU ADEPTA AS PLASTICAS, PRINCIPALMENTE AS MODIFICATIVAS.

SPUK

Kim disse...

Quando falo em alterações corporais, é obvio que não estou a pensar em deformações congénitas nem em soluções que a ciência encontrou para reparação de males que a vida nos vai trazendo.
Eu próprio sou exemplo disso com o meu recente acidente.
Esclarecido está!