20 de julho de 2010

Circular pela direita?

As leis são para cumprir mas ...
Sem querer armar-me em contestatário deparo-me por vezes com algumas dúvidas acerca de coisas de “lana caprina” mas para as quais não encontro explicação.
Já ouvi várias vezes por parte das autoridades de trânsito falar da obrigatoriedade de circular nas auto-estradas pela faixa da direita. Não é que tal facto não me pareça plausível, mas não me parece razoável, enquanto eu não entender.
Também não sou propriamente um Fitipaldi mas nas auto estradas raramente circulo a menos de 120 quilómetros por hora. A minha velocidade preferida situa-se entre os 120 e os 140. Sei bem que ultrapasso um pouco o limite, mas também sei que esta é a tolerância anunciada. Já o mesmo não se passa com alguns automobilistas, que circulam a 90-100, o que eu respeito, por isso são esses que podem circular pela direita.
Gostava que alguém me explicasse o porquê desta lei.
É para que de minuto a minuto mudemos para a faixa do meio para ultrapassar o veículo que circula lentamente à nossa frente? E depois voltamos à faixa da direita? E depois voltamos a ultrapassar? Sinceramente não entendo!
Quando apenas existem duas faixas de rodagem ainda entendo, mas o mesmo já não acontece quando existem três, como é o caso da A1, da A2 e mais algumas.
Então passamos a ter a faixa da direita para os que circulam devagar. Depois a faixa do meio para os que pretendem ultrapassar e depois a faixa da esquerda para ultrapassar os que estão a ultrapassar. Então isto não é perigoso?
Passamos então a ter uma faixa para circular e duas para ultrapassar.
Vai ser um corrupio de ultrapassagens e acidentes!
Pode ser que me esteja a escapar qualquer pormenor mas não entendo.
E quando entender tal quimérica lei, estarei na linha da frente dos cumpridores da mesma.
Entretanto vou ficar numa de prevaricador, até que o bom senso impere e a carteira aguente as multas que vão chegar.
Sinceramente!

26 comentários:

Zé do Cão disse...

Ora, ora. Com que então a 140 km. Quero eu dizer, conduzir, mas ser a máquina a mandar... Com que então a conduzir na faixa do meio e obrigar os que pretendem ultrapassar a ir à terceira... E ter que fazer rotunda de um triângulo? É a lei, amigo, é a lei.. Mas há cada rotunda e há cada triângulo. E os sinais de transito, tapados com arbustos, com canas, com toda a espécie de porcaria que existe?
Valham-nos S. Cristóvão.
Um abraço Quim

Anónimo disse...

Seve disse...

Pois eu, meu amigo, sempre pela direita (contradições.....)

O que me faz confusão é não se poder circular nas AE a menos de 120 (a menos, repito) ............... é que eu não passo dos 120 e é tudo a passar por mim e a chamar-me pastor.

Anónimo disse...

Pois mestre KIM!
Freud, Sigmund Freud explica essa e tantas outras lei inuteis, como as que tenho que conviver no meu dia a dia de labor.

Saudades.

SPUK

Parisiense disse...

Hoje dificilmente conseguirei explicar-te o porquê.....mas vou informar-me e depois te direi...

Mas pior do essa lei é a falta de sinalização correcta e tu viajares de noite numa auto-estrada com nevoeiro e a sinalização não estar iluminada para tu a veres.....

Bisous e vê se escapas a algumas multitas.

Kim disse...

Seve
Deixa-te de tretas! Toda a gente prevarica. O que acontece é que há uns que fazem disso um hábito e há outros que apenas infringem as regras esporádicamente.
Então explica-me tu porque é que existem três faixas, pois se todos fossemos cumpridores seguiriamos uns atrás dos outros no lado direito, bastando haver apenas mais uma faixa para a ultrapassagem.
Sabendo que o trânsito nas AE é também infernal, com as três faixas engarrafadas, como é que pode ir toda a gente em fila de pirilau pela direita?
Não precisas de me dizer como é que fazes, explica-me só.
Gostei da contradição de SEMPRE PELA DIREITA.

Anónimo disse...

Seve disse...

Mas ó Kim quem é que não prevarica? olha eu faço-o constantemente, e às vezes voluntariamente, desde que não prejudique ninguém.

Mas quanto à estrada já apanhei um susto tão grande que ando mesmo sempre pela direita, para mim, neste caso, a esquerda só serve mesmo é para ultrapassar e assim que ultrapasso aí vou eu prá direita, é, se calhar, o sexto sentido!

Osvaldo disse...

Kim;

Eu por irreverência e talvez um pouco de provocação, "fujo" sempre p'rá esquerda.
Não sei explicar mas na esquerda chego sempre mais rápido... e mais seguro.
Recordo que num domingo qualquer do ano passado tinha levado a Ana a Fátima e deveriamos estar em Viana do Castelo à uma da tarde para um almoço.
Como a celebração a que ela assistia só terminou pelas 11h achei um pouco dificil cumprir o horário pré-estabelecido. Entrei no carro às 11h10 e entrei na A1 pela esquerda e saí na entrada de Viana (Meadela) às 12h55, chegando ao rendez-vous à hora precisa ou seja 13h.....
Como vez, por vezes estar à esquerda tens suas vantagens.

Ps.- deixei um pequeno coments para o Seve no post do autocarro.

Um abraço, Kim e bjs para L&L.
da Ana e Osvaldo

Laura disse...

Olha, faz como eu...quero lá saber, uma coisa é certa faço os km que quero sempre entre ultrapassagens...se a direita for a caracol, continuo pela esquerda até ter uma fila com mais avanço, não há? pois, esquerda quase sempre e assim são as minhas viagens a Coimbra, qual 120...150 e passa acima, desde que me sinta em terra e não a voar, mas acho que o C5 gosta mais de voar que andar de pneu...

Há condutores que nem a cem vão, esses deviam ser proibidos de usar a autoestrada e usavam a nacional...causam mais problemas do que aqueles que aceleram...demais também não, mas a 120 é brincadeira... e como apenas já tive de fazer travagens repentinas...só isso, mas sempre afastada do outro...

beijinhos e vamos pela esquerda é mais rápido...laura

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Querido Kim,

Saio do meu lugar de férias para te deixar uma palavrinha. Acho que um dos grandes problemas nas autoestradas são aqueles que decidiram fixar-se na faixa do meio - e peço perdão às senhoras mas é quase sempre senhoras, pessoas idosas que se sentem seguras aí no meio ou pessoas utilizando o telemóvel - e andam a um velocidade relativamente baixa, o que obriga as pessoas, como eu que ando à volta dos 110-120 e que retomam sempre o seu lugar à direita - e faço isso há anos - a fazer gincana para não ultrapassar pela direita (que também é proibido).
Esses é que vão levar multas porque esses é que são um perigo na estrada !

Beijinhos de férias
Verdinha

Teté disse...

É muito raro conduzir em auto-estrada, mas sempre que o fiz seguia pela direita, até porque não sou nenhum Fangio! Mas tal como o Seve, a uma velocidade de 100-120, vejo alguns a grande velocidade, uma vez ou outra quase só os ouço... VRUUUUMMM!

E sim, o pessoal gosta de se gabar que é acelera, com aquelas velhas frases, "o quê, demoraste 2horas e meia até ao Algarve? Eu fiz em pouco mais de uma hora, fui a 220..." E ninguém percebe que os acidentes não acontecem só aos outros...

Beijocas, Kim!

RS disse...

Costumo transitar quase diariamente pelas: IC-19, CREL, A-5, A-16 e Ponte 25 de Abril. Quase sempre pela direita e a mais de 120. É a faixa mais livre.

Kim disse...

Bem, já entendi que quase todos os meus amigos e amigas são cumpridores mas ninguém me explicou o que eu queria saber nem respondeu às minhas perguntas.
Paciência!

Anónimo disse...

Olhem amigos; susto e grande já eu apanhei quando ia na Auto-estrada Setubal/Lisboa(duas vias). Seguia eu pela direita nos meus 100/120 quando um outro veiculo estava em paralelo comigo pelo lado esquerdo, PASSOU-ME UM GAJO PELA DIREITA!!! (pela berma está claro)

Laura disse...

Kim, mesmo que alguém te explicasse não diria a verdade e isso porquê? Porque os gajos que fizeram a lei, também não sabem! e porque cargas de água haveria uma Lei sem explicação?
É preciso escrever e o resto é treta, já agora tambem gostava de saber porque quando saí da Régua e vinha a caminho de casa, aparece uma estação de serviço, até aí tudo bem... estava mais metida para dentro, num circulo que sei lá e quando vim embora vejo; Vila real - e mais à frente sempre em circulo outra terra que eu sabia que por essa não devia, Lamego......avancei por V Real, lado de onde vinha, pensando que continuando o circulo ficava virada para Norte! Uma ova é que é...isso sim, isso precisa de tabuletas no momento em que nos metemos à via..carago, homem, nem imaginas o que viajei...
Não te rales com isso, tenta ir e vir sempre para onde queres e o resto é treta...
beijinhos da dolce que ama a ti desde sempre..

Anónimo disse...

Seve disse...

Ó Kim em Portugal é pela direita em Inglaterra é pela esquerda. Explicação: para não ser tudo ao molho e fé em Deus.

Maria disse...

Kim
Tu acreditas que os cágados são alpinistas? É melhor não tentar perceber as leis deste país. São todas feitas para transgredir.
Beijo e até amanhã.
Maria

Anónimo disse...

Seve disse...

Mas bolas, isto de circular pela direita é alguma coisa tonta? haja maneiras.....ou somos todos loiras?

mariabesuga disse...

Olha Kim... eu que não tinha explicação para te dar puz-me a ler os outros comentários e ao chegar ao da Maria... Faço minhas as palavras dela.

O que não tem explicação... explicado está.

Beijinhos meus e muito obrigada pelos parabéns lá no post da Laurinha.

Maribel.

Andre Moa disse...

QUEM NÃO VAI ULTRAPASSAR
TERÁ QUE DEIXAR PASSAR
POR ISSO, VAI PARA A DIREITA.
ESTA É A EXPLICAÇÃO.
E SEM QUERER DAR LIÇÃO,
PENSO QUE A LEI ESTÁ BEM FEITA.

Abreijos
André Moa

Anónimo disse...

Amigo Kim, não posso concordar com a ideia..

Na minha opiniao, toda a gente deverá circular pela direita, e utilizar a faixa mais à esquerda para ultrapassar..

É obvio que se for na faixa do meio, e tiver um carro a 100 Mts, ou mesmo até a 200 Mts. do lado direito, não tem que obrigatoriamente sair da faixa do meio para voltar uns segundos mais tarde à mesma ( depende da velocidade de ambas as viaturas )

A mim, o que me irrita solenemente, é ver certas pessoas, a andar na faixa do meio, se terem qualquer carro pela direita, e andam assim quilometros.. Na minha oponião, neste caso concreto a.. virtude não está no meio, mas sim o defeito.. :)

Abraço
Pantas

Anónimo disse...

Seve disse...

Perfeito Pantas!

E o André Moa não poderia ser mais preciso e objectivo.

Aliás é uma lei absolutamente justíssima e inquestionável e que só vantagens poderá trazer.

Sinceramente, nem percebi bem como se poderá pôr em causa uma situação destas tão óbvia!

Desculpa Kim, estar a falar assim mas isto é mais transparente que a água; se calhar nem avaliaste ainda bem tal justeza!

Laura disse...

Ah, então deixemo-nos andar assim; todos ao molho e fé em Deus e como ontem, hoje e amanhã, que estejamos cá todos para botar as Leis...que servem uns e outros mas que nem todos vêm da mesma forma, logo...cabemos todos e as estradas são largas, andor que a pressa é chegar ao destino...pois os acidentes acontecem em qualquer faixa da estrada...

Ficamos na mesma sem saber para que servem as ditas Leis...
E agora com a Lei a mudar a Assembleia da República a corrigir a emendar, não tarda estamos todos felizes de novo a ser despedidos de qualquer forma, que interessam as Leis da estrada se as da vida para governar, o pão para a boca, a casa para pagar não nos levam lá!...
Haja Leis com Lei!...
Beijinhos querido Kim..laura

Kim disse...

Não se trata de circular numa estrada com três faixas completamente livres. trata-se de circular numa estrada onde a faixa da direita está sempre ocupada por veículos que circulam mais devagar, o que por sua vez obriga a que a ultrapassagem seja uma constante.
Quando a via da direita está desimpedida também eu por aí circulo mas isso acaba logo que sou obrigado a ultrapassagens.
Em quarenta e dois anos de carta nunca fui multado por excesso de velocidade nem manobras perigosas. Terei sido multado no máximo cinco vezes por estacionamento.
Longe de mim fazer passar a ideia que sou um ás do volante ou um louco a conduzir.

RS disse...

Quem quiser andar na IC-19 depois das 22.00 horas, sem mudar de faixa e andar depressa, é na direita. A da esquerda e a do meio estão ocupadas por "Pastores".

Anónimo disse...

Seve disse...

Todos os dias ando na IC19,a partir das 22h00..............a..........pastar

k disse...

Quando foram criadas as faixas de rodagem com duas ou mais vias de trânsito no mesmo sentido, houve a necessidade de disciplinar o trânsito, tendo sido determinado que deve ser sempre usada a via da direita para circular, deixando livre a(s) outra(s) via(s) para quem circula mais rápido sem necessidade de efectuar ultrapassagens.

De notar que em autoestrada ou vias equiparadas não há ultrapassagens, apenas passagem, uma vez que quem "passa" não muda de direção/via de trânsito, por isso pode passar pela direita outros veículos que circulam noutras vias mais à esquerda.

Esta simples explicação é apenas a expressão da minha convicção.

Saúde