7 de abril de 2008

Puta - para que te quero!

clicar no anúncio

O que será que leva uma mulher a prostituir-se?
E a fazer disso um modo de vida?

Apesar de tudo continuo a pensar que existem dois tipos de "puta".
A que faz disso um meio, para atingir um fim.
A que espera a noite, para chorar o dia.
A primeira, faz parte dum grupo de elite, capaz de tudo, cheia de caprichos, que ignóbeis machos alimentam e desejam, verdadeiras actrizes no palco da vida, vogando ao sabor do luxo.
A segunda, corpo sem rosto, a quem a madrasta sorte envolveu, vende-se por trinta dinheiros num ósculo de vómito, ao tropeçar de cada esquina, entregando-se à mercê de cegos ávidos braços.
"Puta" um nome feio, que o homem teima em aviltar!

13 comentários:

Anónimo disse...

A mais antiga profissão do mundo, existe enquanto existirem homens, que as procurem, substituindo assim, as esposas puras.....
Um dia na noite encontrei uma e tivemos à conversa, explicou-me que, quem a procurava sabia o que queria e ela fazia o que eles não tinham coragem de pedir as suas mulheres...
Ela tinha 3 filhos, 1 de cada pai
e uma ama para sustentar, também.
Vivia com um chulo, tudo isto é um clássico.........
Era linda, morena e escultural, tinha a 4ª classe, não ganhava tanto noutra profissão, disse.
Uma outra que encontrei um dia funcionária da Companhia de Seguros era acompanhante de noite, apenas e só, pelo luxo.
Estas mulheres de vida fácil, têm
uma vida dificil, conheci algumas
no meu percurso de vida, com casas
postas pelos seus respectivos amantes, foi assim o começo do Alto da Barra em Oeiras.....
Juizes, advogados,pessoas da televisão, era a fina flor com vida dupla..............
Na noite acontecem encontros,
que ficam na nossa memória .....
bjinhos
bela

Anónimo disse...

Pois é Kim.
E que dizer de uma obsessão?
De um constante massacre só porque não queres?
De uma paranoia que tem reflexos na vida particular e profissional?
De invenções delirantes que te prejudicam?
De perseguição desenfreada só porque se tem a coragem de ignorar.
Tudo isso é a vida.
E quando assim é, é Puta!
A Puta da Vida.
(às vezes bem pior do que aturar putas de cama)
Como diria o Marcelo: daaa...ssse!
jc/.

carla mar disse...

As putas, continuam e continuarão a existir, desde que exista o homem... desde que exista a necessidade exarcebada de sentir prazer... de se ter acesso ao prazer... enquanto houver vontade, existirá sempre a tentação!
Pior que as putas... são os homens que magoam de uma forma gélida e cruel... como se não o tivessem a fazer...
... estes homens, escondidos, no seu manto, tão superficial... que enerva só de olhar... são uns FILHOS DA PUTA.

Anónimo disse...

É a vida meus amigos,
é a vida.
Abraço
O.R.

Anónimo disse...

Concordo com um pouco de tudo que já foi dito, e acrescentaria mais algumas coisas, mas acho esse tema polenico, intrigante e bom de se discutir.

Não acho que as putas existem só por causa dos homens, existem também pelos desejos das mulheres, pela miseria financeira e espiritual, falta de ou valores errados.
A palavra desagrada, a expressão é muito pesada, mas tem muitas mulheres que querem ser uma "puta" para seus maridos na cama, mas eles preferem as da rua, e ai???? como se resovem?

Lembrem-se que a palavra "puta" também significa coisa boa, como por exemplo, aqui no Brasil, aexpressão "uma puta vida" quer dizer uma vida maravilhosa, e as "putas" que o KIM se refere, não tem nada disso, vejam o caso do governador NY.

Acho que já me prolonguei demais.

SPUK

jroma disse...

Às mulheres tem sido dado esse rótulo,e muitas o usam como modo de vida,nada de anormal sempre houve.
Nos nossos dias,são mais perigosos os homens,que o são.
Também os há, por aí feitos grandes putas

sendyourlove disse...

Eu cá não gosto de julgar...
Cada um usa as suas "partes Baixas" como melhor lhe aprover...
Desde que não me fodam (sem autorização) cada um que se vire nesta vida que é ao mesmo tempo puta e chula....

carla mar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

A T E N Ç Ã O

á terceira idade tudo se perdoa
EHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHE

BLOGADOR disse...

Para algumas senhoras que exercem esta nobilíssima profissão, a vida é boa, exercem por opção própria. Para outras, que por várias razões a praticam por obrigação, a vida é uma soda. Já dizia Fócrates.

Rita Loureiro disse...

Quem somos nós para julgar, a profissão dos outros?É uma profissão como outra qualquer...apenas se ela ainda existe é porque a Merda de Homens que há as procuram...não dão presentes as mulheres,dizem a elas que o dinheiro não nasce...em contra partida...gastam 300 ou 400€ numa noite com uma PUTA!
Para nós mulheres...é mesmo uma Puta de Vida....mas infelizmente não se pode fazer nada.....

O Bicho disse...

Eu cheguei agorinha mesmo da Galiza e por isso lembrei-me do que costumam dizer nuestros hermanos:
"EU CÁ NÃO ACREDITO EM PUTAS, PERO, QUE LAS HAY, LAS HAY..."
e muito mais do que se possa imaginar.

O Bicho Mau

Anónimo disse...

Há Putas e Putas.. Agora não sabia é que os Homens é que eram os "culpados" de Elas existirem.. Sempre pensei que era o Vinho Verde.. :)

Pantas