18 de abril de 2008

Dalida - Ma France, mon amour!

Linda mulher e grande cantora, sem ter sido das artistas por quem mais me apaixonei, cativou-me o suficiente para a ouvir com o coração.
O seu verdadeiro nome era Yolanda Cristina. Foi Miss Egipto, já que aí nasceu. Era filha de pais italianos, dai o seu sotaque francês, tipo Mário Soares.
Dona de um rosto sensual e exótico, era uma mulher infeliz e nem a fama e a fortuna que veio a granjear com a sua carreira, foram a sua razão de viver, tão cheia de dramas e tragédias.
Mulher terrivelmente apaixonada, marcou-me profundamente com a canção Ciao, Amore Ciao, que cantou num Festival da Eurovisão, uma espécie de homenagem fúnebre ao seu grande amor Luigi Tenco.
Dalida foi uma mulher marcada pelo suicídio.
A sua irreverente costela italiana fazia adivinhar uma rebeldia, enquanto mulher, que talvez tenha contribuído para que os três principais homens da sua vida se tivessem suicidado.
Ainda tentou outras formas de realização pessoal, que incluiu uma viagem ao Nepal para estudar a religião Hindu. Mas …
Suicidar-se-ia também ela, em Paris, em Maio de 1983, numa manhã em que eu bebia uma limonada no Café de la Paix.
A vida tornou-se insuportável para mim … perdoem-me! – deixou escrito num bilhete, antes de morrer.
Ciao Dalida - eu cá fiquei a olhar para o Gigi l’amoroso!
Ciao amore ciao!


10 comentários:

BLOGADOR disse...

Bravo Dalida, Bravo!

Cristina disse...

Ah kim,et ta nostalgie de la France!!!
Bel hommage à cette grande dame de la chanson.
Bisous.

Anónimo disse...

As saudades são tantas por aí ... e por aqui, que até dói.....
Foi uma época muito gira.....
bjinhos
bela

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Une voix inimitable !
Malheureusement, cette pauvre femme n'a pas réussi à trouver le bonheur, malgré l'argent et le succès. Et le monde a beaucoup perdu avec son départ !
Je vois que tu as ton service de renseignements (je le connais...), mon cher Kim, tu sais donc que tu ne dois jamais mettre de cannelle dans les desserts que tu as l'intention de m'offrir.... Tu comprends mon calvaire ici au Portugal où on met de la cannelle partout...!
:-D
Bon week-end ! On dirait la Belgique avec toute cette pluie... :-(
Beijinhos verdinhos

jroma disse...

kim! que saudade!a nostalgia já começa a perturbar,obrigas-me a têr a consciência da idade que tenho.
Bom fim de semana.
Uma saudação especial, para os jovens do meu tempo neste blog

Anónimo disse...

Ao som de Latas, Gravatas, Atum e Sardinha.. Lá ra lá lá lá.. Tava a Dalida deitada na minha caminha.. Lá ra lá lá lá... Ai aiiiii Dalida!!!
:)
Pantas

Kim disse...

Oh Pantas, essa Delila era outra, era a do Tom Jones.
Mas tá bem, também serve!

Anónimo disse...

Eu sei Amigo Kim.. Mas o que conta é a intenção.. Ah,ah,ah..

Um Abraço

Pantas

Anónimo disse...

Ah Joaquim! Como foi bom recordar Dalida!!! E o " Gigi.....
Voltei à minha juventude....
Obrigada Joaquim!!
Bisous
M.M.

Anónimo disse...

Estava tudo aquí tão bem a falar de musica , tinham de vir logo arruaceiros falar de futebol!!!!