1 de abril de 2013

A história e os ovos da Páscoa!



Há 5.000 anos, quando os persas queriam desejar felicidade a alguém, ofereciam ovos de galinha, símbolo de fecundidade e renovação. 
O costume veio para a Europa e começou a ser praticado na Páscoa, época em que se comemora a ressurreição de Jesus Cristo. 
O Domingo Pascal marca o fim da quaresma, período de jejum dos fiéis que, entre outros alimentos, não podiam comer ovos. Assim, no dia do renascimento de Jesus, os católicos comiam a produção de ovos acumulada durante o período.
Segundo se sabe, a substituição dos ovos naturais pelos de chocolate deu-se no século XIX, altura que marca o início do desenvolvimento desta indústria.

E é por isto que eu devoro chocolate, há quase duzentos anos!
tout court - De Gosto.doc

7 comentários:

redonda disse...

Também deve ser por isso que eu gosto tanto de chocolate :)

Catarina disse...

Eu prefiro os ovos Fabergé! : )

papoila disse...

Gostei de saber!
Ovos estrelados, gemadas....esses são os meus ovos preferidos :)))
Fabergé LOL!!!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É por essas e por outras que eu nunca percebi como é que o coelho aparece nestas cenas da Páscoa!
Abraço, amigo

Teté disse...

Ui, Kim, com 200 anos de chocolate em cima deves estar gordinho... :)))

Beijocas!

Rosa dos Ventos disse...

Não sabia a origem dos ovos pascais mas hoje passei o dia a devorar as amêndoas de chocolate que me ofereceram no domingo!
Precisava de adoçar a boca e o espírito por isso não resisti!
Agradeço a visita do companheiro das fotos! :-))
Quanto ao coelho subscrevo o que diz o Carlos Barbosa de Oliveira...

Abraço

Cristinix disse...

Ai... chocolate, valha-me Deus, eu sou uma chocolatedependente!!!