29 de outubro de 2012

Lenda de Santa Mafalda!




Tendo visitado Arouca, há pouco tempo, em viagem de peregrinação GT, tomei notas dalgumas coisas que gosto sempre de partilhar.
Sou um apaixonado de lendas de mouras encantadas, mais de mouras que de lendas, mas não sendo Mafalda uma virtuosa sarracena não deixa de surpreender a sua sorte(???).

7 comentários:

Anamaria do Val disse...

Muito interessante, Kim!Gostei de passar por aqui. Boa semana para você!

Maria disse...

Querido amigo:
Tu gostas de lendas e eu também.
Esta de Santa Mafalda, é muito controversa. Filha de D. Sancho Iº. Rainha de Castela, por se ter casado com Henrique Iº de Castela, voltou a Portugal viúva e professou em Rio Tinto ou Amarante. Dizem que foi numa dessas terras que morreu. Em Rio Tinto, onde vivi e nasceu o meu filho mais velho, teimam que foi lá, que viveu e morreu. Foi sepultada em Arouca, no belo Mosteiro que tem o seu nome. O corpo está incorrupto. Isso, posso ter a certeza porque vi. A História é essa. O povo fez a lenda, bela como todas as lendas.
Nunca foi canonizada, sendo ainda Beata Mafalda. Pela lenda seria Santa.
Uma santa que teve problemas muito graves de partilhas, com o irmão D. Afonso II, "O Gordo", também conhecido por "O Gafo" por sofrer de lepra.
Isto é tudo História. Mais vale esquecê-la e lembrar a lenda, ou melhor, as lendas, que inspirou.
O Mosteiro, que conheço bem, é enorme e muito bonito.
Não sei se estará todo aberto ao público. Há 50 anos estava meio abandonado e consegui vê-lo todo.
Queres continuar com as lendas?
Sempre são mais bonitas do que a realidade que temos.
Beijinhos
Petite Marie

rosa-branca disse...

Olá Kim, também gosto de lendas embora eu concorde que muitas foram ornamentadas pelo povo para ficarem mais bonitas. Não conhecia essa lenda e da Santa Mafalda, acho que nunca ouvi falar dela. Também li o que a amiga Maria escreveu e de facto é muito curioso. As lendas são sempre algo de místico. Beijos com carinho

Teté disse...

Oh! Também gosto muito de lendas, mas a esta faltam-lhe príncipes, amores proibídos, dragões ou monstros tenebrosos que perseguem a coitada Mafalda. Afinal estava a morrer, foi de burro para a capela e morreu lá! OMG! Já não há lendas como antigamente... :)))

Sem ofensa, que é mera brincadeira, obviamente. Mas convenhamos que há lendas mais sumarentas... :D

Beijocas, Kim!

Parisiense disse...

1195-Nascimento de D.Mafalda, filha de D.Sancho I.
1210-D.Sancho I dá-lhe em testamento o Mosteiro de Bouças e de Arouca.
1211-Morte D.Sancho I e sucede-lhe Afonso II que tenta despossar suas irmãs dos bens legados.
1215- Casamento de D.Mafalda com Henrique I de Castela.
1217-Recolhe-se no Mosteiro de Arouca após a anulação do seu casamento por laços proximos de consanguinidade.
1256 - Morre em Tuias.
1616- Abertura do tumulo onde se encontra o corpo incorrupto.
1797- Beatificação da Rainha Santa Mafalda, Pio VI.

Resumidamente é esta a historia da "nossa Rainha Santa Mafalda" e como vês Tété tambem tinha um amor não correspondido, um casamento anulado, uma batalha com um irmão.....uma longa lista que daria muitas mais lendas sobre a filha de D.Sancho I.
Mas como dizes ....já não há lendas como antigamente.
E Kim, em cada canto deste país vamos sempre aprendendo algo sobre ele e a sua história.
Bisous mon cheri.

elvira carvalho disse...

Também gosto muito de lendas, e não conhecia esta.
Por isso obrigada por contá-la.
Um abraço

Penyuluh Perikanan disse...

Pela manhã visita ao meu amigo
Blogs são muito agradável e bonito
Eu gostei
obrigado