7 de junho de 2009

Consultório Sentimental

Caro Kim

Espero que possa ajudar-me.

Há dias peguei no meu carro e saí para trabalhar, deixando o meu marido em casa vendo televisão, como sempre. Andei pouco mais de dois quilómetros quando o motor se foi abaixo e o carro parou. Voltei para casa para pedir ajuda ao meu marido.
Quando cheguei, nem pude acreditar, ele estava no quarto com a filha da vizinha.
Eu tenho 32 anos, meu marido 34, e a garota 22.
Estamos casados há 10 anos, ele confessou que eles estavam tendo um caso
há 6 meses.
Eu amo-o muito e estou desesperada.
Você pode me ajudar?

Antecipadamente grata.

Patrícia

RESPOSTA

Cara Patrícia

Quando um carro pára, depois de haver percorrido uma pequena distância,
isso pode ter ocorrido devido a uma série de factores.
Comece por verificar se tem gasolina no tanque.

Depois aconselho-a a chamar a "Assistência em Viagem JRom".
Enquanto aguarda a chegada deste veja se o filtro de gasolina não está entupido.
Verifique também se tem algum problema com a injecção electrónica.
Se nada disso resolver o problema, pode ser que a própria bomba de
gasolina esteja com defeito, não proporcionando quantidade ou pressão
suficiente nos injectores.

Sabe que há homens que precisam constantemente de mudar o óleo e há mulheres que usam o óleo errado.

Espero ter ajudado.

Kim

31 comentários:

Laura disse...

Fogo, não é melhor chamar o jrom que é mecânico? é? que entendes tu disso rapaz, se te li há tempos e dizias que problema no carro era com o jrom!.ahhhh, ehhhhh...

Ou estás-te a fazer? Queres ajudar a mulher ou quê? Homens... e tá dito, ahhhhhh, mas que riso, rapaz, por hoje chega. será que ela queria um conselhos entimental ou ajuda para o motor? ah!...enfim..jrom práranjá o carro da senhora!...
Beijinhos.

Osvaldo disse...

Caro Kim...

Acho que o problema está ligado à "vidange"... ou seja, troca de óleo...

A partir de agora, a senhora terá que passar a utilisar o óleo adequado e indicado para o "motor".

Um abraço, amigo Kim.
Osvaldo

Anónimo disse...

KIM

Já conhecia esta "piada", mas não sabia que você assim também agiria.
mas como dizemos aqui no Brasil, "todos os homens calçam 44"

SPUK

Laura disse...

Bem, no fundo, no fundo, precisas de um Bom conselho...
Primeiro, levas a senhora a algum lado confortavel, refiro-me a um cafézito, depois deixa-le encostar a cabecinha no teu ombro, deixa-la chorar baba e ranho, e, ós pois, ós pois mudas de camisa,(ahhhhh) e, leva-la a jantar fora e a continuar o choradinho, enfim, dás mais umas voltinhas com ela,para afinar o motor e, esquece o marido, esquece a outra e leva um melhor tipo de carro, bem, é só isso, a maldade não existe, apenas homens espertos...
Beijinho de dia bom, eu farei por isso...
E como bem diz o Osvaldinho, troca de óleo! bolas, a mulher estava a usar o óleo errado...ahhhhhh

Maria disse...

Kim:
Que tu eras bom conselheiro sentimental, mas não tanto. Consegues bater os "sábios" conselhos de todas as damas, dos consultóris sentimentais das revistas côr de rosa.
Só tu me farias rir hoje.
Beijinho

Paula Raposo disse...

Concordo em absoluto com o teu conselho!! Usar o óleo errado danifica o motor...beijos.

jrom disse...

Nunca fui à bola das inspecções periódicas.
Os anos não contam, desde que o estado de conservação seja bom.
é muito importante um bom polimento e limpeza para a sua imagem,uma boa lubrificação na máquina, para a 1º a 2º a 3º a 4º, emfim todas as mudanças, corresponderem proporcionalmente á aceleração. Não esquecer uma boa prise ou overdrive.Sempre que arrumar não esqueça a marcha atrás.Condutor que se preze nunca põe de lado a hipótese de experimentar uma máquina nova, quanto mais não seja para comparar.Em caso de empanagem chame sempre um novo mecânico que eu posso estar ocupado.

Anónimo disse...

Os anos não contam, desde que o estado de conservação seja bom! Exacto, um carro com menos uso, estraga-se menos também, pelo menos é o meu parecer...
Certo, as maquinetas novas, são para experimentar, pode sair o tiro pela culatra e...Haja aprendizagem, ahhhhhhh, só que máquinas novas em (motores já muito rodados, devem fazer fraca figura na estrada!...enfim, nada como deitar o olho do mecânico que pelos vistos, tem serviço a mais, ...ahhhhhh, rapazes malandros é o que é..fico do anónimo,anónima, o que for, não vá ser atropelado (a)!...

carla mar disse...

mudar o óleo nas mãos de um mecânico novo, digo eu...

Parisiense disse...

Não sabia que fazias parte das revistas cor de rosa!!!!!

Mas já agora podias tê-la aconselhado para que ela mudasse mesmo de carro.....

Bisous mon ange.

Amélia disse...

Sr Consultor sentimental,Sou ainda muito nova na condução e tenho muito problemas com a entrada das mudanças.
O meu carro sei que se esforça muito.
Acha que é de mim?
O que devo fazer?
Amélia dos Olhos Doces
Agradeço resposta no Consultório Sentimental

Anónimo disse...

É melhor comprares um carro com mudanças automáticas, Améliazinha!

Anónimo disse...

A Garagem Da Vizinha
by Quim Barreiros


Lá na rua onde eu moro, conheci uma vizinha
Separada do marido está morando sozinha
Além dela ser bonita é um poço de bondade
Vendo meu carro na chuva ofereceu sua garagem!

Ela disse: ninguém usa desde que ele me deixou!
Dentro da minha garagem teias de aranha juntou!
Põe teu carro aqui dentro, se não vai enferrujar!
A garagem é usada mas teu carro vai gostar!

Refrão:
Ponho o carro, tiro o carro, há hora que eu quiser
Que garagem apertadinha, que doçura de mulher
Tiro cedo e ponho à noite, e às vezes à tardinha
Estou até mudando o óleo na garagem da vizinha!

Só que o meu possante carro, tem um bonito atrelado,
Que eu uso pra vender cocos e ganhar mais um trocado
A garagem é pequena, o que é que eu faço agora?
O meu carro fica dentro, os cocos ficam de fora!
A minha vizinha é boa, da garagem vou cuidar
Na porta mato cresceu, dei um jeito de cortar!
A bondade da vizinha, é coisa de outro mundo
Quando não uso a da frente, uso a garagem do fundo!

Laura disse...

Ahhhhhhhhhhhhhh
Já não dá mais para rir tanto, ahhh nem conhecia a última da garagem da vizinha, mas que alma caridosa e ainda por cima, viúva, ó mon dieu!...

Mas, vou pela Carlinha, mais vale mudar o óleo com um mecânico novo, mas, realmente, os novatos não têm aquele savoir faire dos mais velhos, enfim, carlinha, venha o diabo e escolha!...
Ahhhhhhhh, Kim, ó Kim, ai o consultório daqui nada abarrota de anónimos, tem de ser senão!...

Kim disse...

Amélia dos Olhos Doces

Não é normal uma menina muito nova ter problema com a entrada das mudanças.
Não percebi se é nova em idade ou em condutora.
Se for jovem em idade aconselho-a a começar por cilindradas mais baixas.
Se já tiver alguma rodagem, então o problema é mesmo de lubrificação.
E se o seu carro já não é novo, não puxe muito por ele porque vai babar-se e pode gripar.
Se acho que o problema é seu? Claro que não!
O que deve fazer?
Arranje um carro com mais potência e vai ver que é sempre a abrir e a esgalhar.
Um beijinho para si Amélia!

Zabour disse...

Ehehehehehe...acho k não era bem esta a resposta que a senhora esperava ouvir, rsrsrs...

Está tudo bem contigo, amigo?

Beijinhos

Laura disse...

Ahh, as cilindradas mais baixas, referes-te a ter um cilindro de rolamentos e passar a dona a pente fino? deve ser isso...Até venho aqui a ver se o pessoal anda na marosca, mas...
Beijinhos..laura.

Anónimo disse...

Srº Kim
Eu com as mudanças não tenho probblemas e com a mudança de óleo cá me vou desenrascando.
Agora o meu problema é que falta-me o ar.
Será que o Srº Kim me pode ajudar?

Brisa da Costa

Anónimo disse...

anónimo; a sua falta de ar, deve ser por ter um carro tão bom, de boa marca, e não saber onde estacionar...Ou seja, troque o seu pópó por um mais velhote e vai ver que a falta de ar vai às urtigas! é tudo uma questão de troca!

sem ofensa, claro. E fico anónimo (a) também.

Cristina disse...

Coucou Kim, très bientôt,je te retrouverai avec plaisir sur la plage!
Bisous.

Roderick disse...

Kim! Tens-me lido, li eu na laurinha e eu nem sabia! Nunca comentaste, presumo?
Pois agora vou colocar o teu blog no meu para visitar aqui o cantinho mais vezes.
Abraços

carla mar disse...

Kim:

falta pouco, para seres colaborador da revista maria :D


_______________________________


ANÓNIMO das 11:05:

não pescas nada de carros!
há sempre lugar. haja vontade :)
troca?!
estás a delirar :D
fundamenta lá isso... se fores capaz, claro está!

Anónimo disse...

Também já pedi ajuda á Maria mas não deu.
Até ao Srº Marcelo Rebelo de Sousa eu já expus a minha situação e respondeu-me que tinha três possibilidades de resolução do meu problema; a primeira, a segunda e a terceira... mas não deu.
Também já me falaram nas enguias de Sarilhos, na Lançada mas tenho um certo receio.
Se alguém me poder ajudar agradeço.

Brisa da costa

Anónimo disse...

que chatice Brisa da Costa, há coisas do caraças!
olha, anda de triciclo...

Lolita

Kim disse...

Brisa da Costa

Creio que está tudo dito. Se tem falta de ar convém não encher muito a boca. É que depois não consegue respirar.
Não aceite os conselhos da Lolita, pois o problema pode estar na terceira roda!
Mas, se apesar de tudo o problema persistir, com uns pastelinhos de nata da Pastelaria JC, que a ânsia vai-se.
Beijinhos amiguinhas

Laura disse...

Ahhhhhhhhhhhhh, hoje é o meu dia de esgasganço...
Não pesco nada de carros? anónimo, o riso é tanto que até vou dizer o meu nome, ahhhh claro que não pesco, nem carros nem nada que se pareça, nem mudanças de óleo, o que eu quero é um carrito para andar,trocado ou não, não vá a verdadeira dona dar por ela, ehhhhh velejar, o que for, e que vá de vento em popa, e me leve na frente...o resto, que se lixe!...
Abraço, ehhhhhhhhh...

Anónimo disse...

Muita agradecida srº Kim.
Segui as suas indicações e foi uma maravilha.

Brisa da Costa

Anónimo disse...

olhe sr Joaquim o problema está na falta de competência.
a Brisa da Costa é vegetariana.
nem carne nem doce.

Lolita

Je Vois la Vie en Vert disse...

Ah Ah Ah !
Já abriste uma coluna de conselhos mecânicos nas revistas cor de rosa ?
Esqueceste de deixar o número de telefone...

Beijinhos

Verdinha

Nely disse...

Olá Kim.
É, já conhecia mas não deixei de me rir. Conselho de homem, mas se conselho fosse bom ninguém dava, toda a gente vendia rsrs.
Um abraço.
Nely.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.