3 de dezembro de 2007

Florival da Silva






Dos filhos de Putin(?) falarei um dia.
Dos outros, falo hoje.

Os amigos são assim. Partilham as coisas boas da vida.
Florival da Silva, meu amigo dos tempos de pé descalço, alentejano de tez, convidou-me a com ele comemorar os 30 anos de vida da sua empresa.
Algures na fronteira franco-suiça, a cidade de Mulhouse serviu de fundo ao luxuoso jantar que Monsieur da Silva serviu aos que mereceram saborear o seu sucesso.
Apanhado de surpresa, vi-me rodeado de duas centenas de convidados, saboreando um lauto e duradouro repasto, durante seis horas,
Uma vintena de bailarinos/as e rodos de champagne e vinho do Porto, embriagaram os olhares dos presentes.
À nossa volta, seiscentos antigos veículos faziam-nos adivinhar os segredos que todos eles encerravam.
Não havia palavras. E os olhos não chegavam para tanto.
Tudo se passava no meio do maior museu automóvel do mundo.
Na minha mente ficou o gesto do Florival. No olhar, os sessenta “Bugatis” que me rodeavam.
Florival da Silva, as Ruas de Macau e Pedro Franco, lembram-se ainda de ti.
Eu , levei-te a saudade!
Obrigado Florival. Obrigado Brigite! Merveilleux!!!
Vive Da Silva!

6 comentários:

Anónimo disse...

Bela cidade!
Deve ter sido uma bela festa.

SPUK

Anónimo disse...

Ah Granda Florival!!!
Pantas

Anónimo disse...

Ora assim é que é!!!
E andamos nós aqui a discutir os Chaves e os Putin'es.
Haja festa!
E Amigos!
... e Janeiro está quase a chegar!
:) jc/.

BLOGADOR disse...

Mais um Porcalhotense de sucesso. Viva o PP (Pessoal da Porcalhota)!

O Bicho disse...

Este "Da Silva" já esteve presente, há alguns anos, num dos almoços encontros de Janeiro do PP.
Lembro-me muito bem - ainda tenho o cartão de visita da sua empresa de "Salles de Bains".

O Bicho disse...

Podem confirmar o site da empresa do nosso amigo, em
http://www.da-silva.com/