3 de junho de 2015

Carlos Carneiro - Adeus Benfica. olá Sporting!



Meu querido amigo!
Esta foi a noite em que, estando eu debilitado, me vieste buscar e fomos à Feira Popular, já qual prenúncio dum horizonte verde às riscas, mas o carrossel da vida não pára nunca.
Não serás mais o “eterno” capitão do Benfica, mas todas as cores condizem com o enorme atleta e extraordinário ser humano que és. E por cada pesadelo, há montanhas de memórias lindas.
Um homem trilha o caminho que pode, com ou sem estipêndio, mas não olha para trás e não lamenta nunca quem amou, ou não o mereceu. Tal como no amor duma mulher, não queiramos jamais conhecer o seu ódio.
Carregaste o Benfica, durante oito anos, mas sei que a tua garra continuará a carregar qualquer equipa do mundo, já que o que fica dum homem é sempre aquilo que foi, nunca o que virá a ser.


Carlos, todos os desportos são um misto de emoções que às vezes nos cegam, mas hoje apetece-me dizer-te:
- Carrega Sporting!


3 comentários:

Pedro Coimbra disse...

O ciclo da vida, reflectido na roda lá atrás, é assim.
Aquele abraço, votos de bfds

Elvira Carvalho disse...

Bom vê-lo por aqui, amigo. Não sou muito ligada ao futebol, mas desejo boa sorte ao seu amigo.
Um abraço e bom fim de semana

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Kimamigo

Haja Homem! Rapaziada ouçam o que eu vos digo: Vivó Sporting! Rapaziada, quer se possa ou não se possa, a vitória será nossa: Vivó Sporting!!! (Maria José Valério)

Abç do

Pernoca Marota