10 de junho de 2012

Theodore Roosevelt - Prémio Nobel da Paz


Aqui viveu, de 1885 a 1919, um dos presidentes mais carismáticos dos Estados Unidos da América
Theodore Roosevelt


Custou esta casa, 16.975 dólares. Tem vinte e três quartos.


Daqui se espraia o olhar até onde a natureza deixa 


Neste alpendre passava o seu tempo de repouso, e após a saída da presidência (1901 a 1909) lia um livro por dia. 


Em primeiro plano, a campa do oficial-piloto-aviador, Quentin Roosevelt, filho predilecto do presidente.
Era o mais novo dos filhos e morreu em combate aéreo em França na 1ª Guerra Mundial, no dia 14 de Julho de 1918, com apenas vinte e um anos. 
O presidente não recuperou desta perda e morreu seis meses depois.


Adoro deitar-me na história. Desta feita, apenas nela me sentei.


Em Long Island, monumento ao presidente, também vencedor do prémio Nobel da Paz em 1906, tornando-se o primeiro americano a ganhar tal honra.
O seu rosto está esculpido no Monte Rushmore ao lado de outros três presidentes:
George Washington, Thomas Jefferson e Abraham Lincoln

11 comentários:

São disse...

Gostei de te ver sentado, pena que não estivesse a teu lado: adoro História e estórias.

Uma semana com muitas estórias felizes, amigo.

Janita disse...

Olá querido Kim.
Que belas imagens e precioso retalho de vida desse grande vulto da História dos EUA, nos ofereces, Kim!
Estou encantanda por te ver aí sentado a apreciar a paisagem.
O Bruno, até parece o Roosevelt a olhar para os seus domínios!:)
Só tenho pena de não conhecer nada disso ao vivo e a cores.
E há tanta maravilha por esse mundo fora...aproveita e viaja o mais que possas, meu amigo.

Um beijinho grande, querido Kim.

elvira carvalho disse...

De novo passeando. Também gosto de zonas que de uma forma ou de outra estiveram ligadas à história.
Um abraço e divirta-se.

Je Vois La Vie en Vert disse...

Caro amigo,

Fazias um bom presidente dos EUA nem que seja pela pose... ;)
Já tens as Produções Kim-Kim, agora queres o poder ????
Obrigada pela bela reportagem.
Beijinhos
Verdinha

Maria disse...

Kim, amigo:
A Verdinha diz que davas um bom presidente na América. Eu preferia que fosses presidente aqui. És bem mais bem parecido, do que a Cavacal figura.
E depois de vires daí, inspirado por T. Roosevelt, talvez fizesses disto, um País.
Sonhos!
Beijinho
Maria

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Amigo Kim
Já passaram mais de 30 anos desde que aí estive. Sentei-me nesse banco e lembro-me bem com quem...
Abraço

Teté disse...

Com que então de passeio pelos States? Boas férias, amigo! :)

E também gostei destes pedaços de história, em fotografia! :D

Beijocas, Kim!

Ana Martins disse...

Kim, boa noite!
Bonitas e imagens, a casa é num lugar maravilhoso. Gosto destas histórias.

Grata pela partilha, na impossibilidade de viajar, viajo por aqui mesmo pelos blogs de alguns amigos, e sempre conheço e aprendo alguma coisa.

Divirta-se!

Beijinho,
Ana Martins

Pascoalita disse...

Bonitas e emocionantes imagens, repletas de encanto histórico.

O nino é um viajante nato :)*

Às vezes sabe tão bem sentar e sonhar com a deita, sobretudo quando se tem por companhia uma "ilustre história"

Jinhos a ti

rosa-branca disse...

Olá Kim, são pedaços de vida passados e que é sempre bom conhecer. Belas paisagens, onde adorei ver-te sentado no passado. A Janita tem razão, pois existem tantas maravilhas, não só lá fora como cá dentro deste nosso cantinho e que desconhecemos. Boa viagem e beijos com carinho

SEVE disse...

Que maravilha!