19 de março de 2012

Pai - todos os dias


A mágoa de te ter visto partir é demasiado recente para imaginar que já não estás perto de mim.
Foi curto o tempo que te tomei e muito o que me deste. Ficou a faltar, aquilo que o egoísmo nos permite desejar - a eternidade!

Como tenho saudades tuas - pai!

14 comentários:

BRANCAMAR disse...

Um grande abraço para ti, Quim, que sei estares ainda num luto recente, mas crê que a ternura que te ficou será o maior lenitivo para a tua saudade e um pai que deixa amor no coração de um filho é um pai que será sempre uma companhia de saudosas mas maravilhosas recordações.
Há pessoas que não têm um pai para festejar neste dia, são orfãos de pais ainda vivos e essa é talvez uma dôr sem remédio.

O legado lindo e de afectos que o teu pai te deixou está bem patente nesta belíssima imagem.
Um abraço de amizade para ti neste dia, que será sempre vosso.

Beijos

São disse...

O teu pai, meu amigo, estará sempre dentro do teu coração. Tal como o meu está na minha saudade cada vez maior.

Um abraço solidário

Maria disse...

Meu querido Kim:
Um abraço enorme, de quem sabe bem o que é essa saudade imensa.
Maria

elvira carvalho disse...

Também partilho dessa saudade sentida dia após dia nos ultimos dois anos.
Recordar cada minuto vivido a seu lado é o que nos resta. E sentir que estejam onde estiverem sempre habitarão na nossa memória e no nosso coração.
Um abraço

Je Vois La Vie en Vert disse...

Como eu te entendo, meu querido amigo !
Como gostávamos de poder ainda os abraçar assim !

Muito beijinhos e abraços meus.

P.S. Deixei no meu Facebook uma foto das últimas vezes em que abracei o meu pai com muita ternura como tu o fazes nesta fotografia. Eu dei alguns passos de dança com ele...

Teté disse...

As pessoas podem partir, mas não morrem dentro do coração daqueles que as amam!

Um beijinho, Kim!

Fernanda disse...

Lindo este momento, quase choro ao lembra-me do meu.

Abraço grande.

Zé do Cão disse...

Para os pais o Amor é eterno.

abraço

Anónimo disse...

Abraço, Kim.
jc

Anónimo disse...

Amigo jr Um Abração.
o.r.

Parisiense disse...

Por muito que nos custe o momento em que eles partem.....mais dificil é viver com a sua ausência.

Beijinho amiguinho.

Anónimo disse...

Um grande abraço meu amigo.

Isabel

Laura disse...

E venho eu já tarde, deixar-te o meu amoroso abraço, enlaço-te com toda a ternura de que sou capaz, eu a miúda do metri'meio ao pé do teu 1,85, tal e qual a altura do Nuno...

Sabes que a vida é assim, e temos de abraçá-los enquanto os temos, eu vou abraçando a minha aos poucos para que depois não tenha saudades dos abraços que não terei...

Mas um pai ou uma mãe, fazem sempre falta em qualquer altura das nossas vidas!... e que Deus os abençoe lá longe, longe onde os Anjos tocam suaves sinfonias...

Adoro-te meu querido Kim, rapaz do meu coração!

a dolce.

rosa-branca disse...

Olá Quim, embora tarde, não podia deixar de comentar este teu post. O pior é a saudade...o mais difícil a ausência, mas tal como eles gostariam vamos lembrá-los nos bons momentos...Lembro muito o meu em certas frases que ele usava muito...o meu era muito brincalhão...deixo-te um grande abraço com muito carinho.