20 de fevereiro de 2012

Mario Quintana


Recebi este mail com a indicação de que as palavras que se seguem pertencem a Fernando Pessoa. Julgo que tal não é verdade, pois tenho quase a certeza pertencerem ao grande pensador brasileiro, Mario Quintana, mas em determinadas alturas da vida e quando alguma saturação cibernauta já se instala, constato, com tristeza, que tudo o que aqui é dito é tão somente a realidade.


"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,
das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos,
dos tantos risos e momentos que partilhámos.

Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das
vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...
do companheirismo vivido.


Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.

Hoje já não tenho tanta certeza disso.

Em breve cada um vai para seu lado, seja
pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.

Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas
que trocaremos.

Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto
se tornar cada vez mais raro.

Vamo-nos perder no tempo...

Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e
perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?

Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!

- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons
anos da minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...

Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.

E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes
daquele dia em diante.

Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a
sua vida isolada do passado.

E perder-nos-emos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não
deixes que a vida
passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de
grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem
todos os meus amigos!"


E fico a pensar que ...

Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.

Hoje já não tenho tanta certeza disso.

18 comentários:

Je Vois La Vie en Vert disse...

Caro amigo,

Este texto deve ser do Mário Quintana. Gosto muito de o ler.
Fiquei triste ao ler o teu último comentário.
Por favor, acredita ainda na amizade porque ela existe mesmo. A vida é que separa as pessoas mas, pelo menos no que me toca, acho que a amizade verdadeira não liga ao afastamento; ela limita-se a aceitar que é assim e quando há a possibilidade de juntarem os amigos, volta o tempo a ser como se fosse ontem.
Há 2 anos fiz um poema para festejar o meu aniversário de casamento que começa assim : "LOIN DES YEUX, PRÈS DU COEUR
Cet amour par-delà les frontières
Il semblait tellement lointain
Il avait tout de la flamme éphémère
Et pourtant, il n’a jamais pris fin."
É sempre de actualidade, visto o ter colocado no meu FB...
EU não posso aceitar o LOIN DES YEUX LOIN DU COEUR no amor como na amizade.

Muitos beijinhos amigos, meu caro Kim
Verdinha

ematejoca disse...

Se este texto é do Mário Quintana não sei, sei sim, de que não é de Fernando Pessoa.
O nosso Pessoa tem um estilo muito diferente, um pensamento mais abstracto e poético.

As minhas VERDADEIRAS amizades vão durar até a morte nos separar.

Düsseldorf, Helau!!!

Janita disse...

Olá Kim!

Não sendo o autor do texto o factor mais importante, eu penso que existe aqui uma mistura de frases de Mário Quintana e Vinicius de Moraes. Pelo menos a última frase é da autoria de VM.

Kim, eu continuo a acreditar que a verdadeira amizade nunca acaba. Pode a vida desviar o caminho de quem já esteve mais perto de nós, para outros rumos, mas nunca se esquecem.
É claro que acontece, por vezes, enganarmo-nos e haver desilusões, muitas delas devido a mal-entendidos.
Daí o apelo para que não deixemos as pequenas adversidades serem a causa de grandes tempestades.
Mas, meu querido Kim, nada é eterno!

Beijinhos.

São disse...

Acho que o texto é de Quintana.

Amizade é a mais pura forma de amar alguém.

Felizmente, os amigos e amigas que tenho merecem mesmo a minha amizade!

Um abraço te deixo

Zé do Cão disse...

Nem quero pensar nisso. Mas tenho a certeza que é sempre assim.
Abraço, Kim

elvira carvalho disse...

Também recebi este texto po email há tempos. Não sei se é ou não de Quintana, mas é muito bom e tem um pouco do seu estilo pelo que acredito que seja. Gostei de reler.
Um abraço e bom Carnaval

Maria disse...

Kim amigo:
Também me inclino para Mário Quintana. Tem razão, como sempre.
Neste mundo podre, tudo acaba.
Amizade, amor, solidariedade.
É pena. O mundo seria melhor, se a Amizade sobrevivesse a tudo.
Hoje, dia de Carnaval que detesto, estou triste, magoada, descrente de tudo.
Deve ser esta alegria falsa que, alguns festejam.
Beijinhos
Maria

Teté disse...

Já conhecia o texto, que é realmente belíssimo! :)

Não gostei foi desse desânimo final: os bons e verdadeiros amigos são mesmo para sempre! Acontece que, por vezes, nos enganamos... ;)

Beijocas, Kim!

B. (aka Lobo) disse...

I told you!

SEVE disse...

A Internet foi uma espantosa invenção e tornou-nos mais próximos de tudo ao alcance de uns meros cliques. Contudo, vejam esta: numa determinada editora, havia vários licenciados em jornalismo que nunca tinham entrado numa biblioteca e se haviam acostumado a pesquisar exclusivamente na Internet desde o primeiro ano do curso, usando a Wikipédia como fonte primária e tomando tudo o que lá estava escrito como certo. Uma vez foi pedido a uma jornalista que redigisse um pequeno artigo sobre João de Deus. A investigação fez-se rapidamente -talvez demasiado- e, quando ele foi ver, o texto referia-se ao apóstolo S. João..................."

Laura disse...

Eu estou aqui
estarei sempre contigo
porque tu fazes parte
do ar que respiro
dos pensamentos que me envolvem
da vida que vou vivendo
hoje ou amanhã.

Eu estou aqui
tenho-te tão cá dentro
que meu coração canta
quando lembro de ti
quando lembro do Kim
o rapaz amigo
que prezo tanto
que lembro a toda a hora
porque fazes parte de mim.

E é essa a verdadeira amizade
que por mais longe que estejamos
jamais nos esqueceremos
porque os nossos olhares
encontram-se por aí
numa curva qualquer do caminho
e nós fazemos os caminhos
acontecer
porque a nossa amizade
é uma amizade
a não perder!...

Sabes que te amo tanto, amo-te com a pureza do sentimento chamado AMIZADE!

Assim; retira o que disseste no fim das palavras do post...não por mim, por mim não acabará nunca!


laura

Beijinhos da Dolce laura!

Green Knight disse...

Um texto maravilhoso.Permite variadas opiniões.
Acredito nas pessoas por várias razões,que estabeleço como bitola.Quando sou amiga estou preparada para altos e baixos e não excluo uma amizade por um arrufo.
A aceitação é um valor muito especial e nesseçário,quando se é amigo.
(Felizmente que tudo se pode ir buscar à net,menos os sentimentos).
Abraçitos de amizade.
Mariana

Green Knight disse...

Esta é a confirmação de que tudo é efemero, até a vida.
É vital saborear o momento e o registo dessa intensidade, é que fará com que ele perdure na nossa memória.
Os amigos não são exceção neste meu raciocínio.
Há os que prevalecem e os que por variadas circunstâncias vão passando.
É a vida a passar.
Um abraço meu amigo e vamos lá levantar o astral, porque ainda é madrugada e temos um longo dia para caminhar.
Um abraço
jrom

Anamaria disse...

Kim, eu gosto muito do Mario Quintana e de tudo que ele escreve, mas esse texto não me parece ser dele.Do Fernando Pessoa muito menos!! Circula aí pela internet que é do Vinícius de Moraes, mas não tenho certeza.De qualquer modo eu, pessoalmente acho que as amizades, ao contrário do amor, ficam para sempre.Não dizem que a amizade é um amor que nunca morre? Pois é verdade, se a amizade era verdadeira também!!! Beijinhos, bom fim de semana

Magia da Inês disse...

Só vou dizer uma coisa: adoro Mário Quintana.

Um belíssimo dia para você!
Bom fim de semana!
Beijinhos.

¸.•°`♥✿⊱╮
ღ°ºBrasil♫º

Parisiense disse...

AS verdadeiras amizades estão sempre presentes. Mas o que importa mesmo é as novas e boas amizades que vamos acrescentando á nossa vida. Olha para nós???!!!! Estamos aí de pedra e muito cimento, ou betão. Estamos aí para durar.
Bisous mon cheri....je suis arriveé.

BRANCAMAR disse...

Olá Quim,

Eu acho que sim, as verdadeiras amizades continuam para sempre, tenho algumas provas disso.
Que importa que não nos vejamos há muito porque as circunstãncias da vida assim o permitiram, um dia encontramo-nos e sabemos que somos as mesmas pessoas, que estamos ali como sempre. Assim aconteceu com dois ou mais dos melhores amigos que tive e que retorno a encontrar muito mais de perto de há uma meia dúzia de anos para cá, nunca tendo deixado de estar eu e eles mesmo à distãncia, ou por escrito ou no pensamento ou por telefone, ainda que de longe a longe. O que importa é que o afecto e as afinidades ficaram sempre até hoje e ficarão e sempre nos preocupamos uns com os outros.

Já vim antes a este post e agora tentava ver outro porque aparece lá no meu sítio uma fotografia em que vislumbro o Osvaldo, a Verdinha e alguns mais, mas chego aqui e não encontro essa imagem.

Volto depois, não sei se é defeito deste computador ou das minhas definições. Andei a mexer nos esquemas e o meu blog voltou a um esquema mais antigo e já não consigo abrir o sítio do Osvaldo, tenho que rever tudo, só agora dei por isso.

Beijinhos.
Branca

toryburchshoesbags disse...

There are many such things that Franklin Marshall Sale we wear to look fashionable but we do not feel comfortable in those garments. Well, that is not the case with Abercrombie Fitch clothing. Dolce & Gabbana Sunglasses Abercrombie Fitch clothing is a world-wide renowned clothing line which has its fans all over the world. While following different trends Abercrombie Fitch one has to keep certain things in mind and one of these factors is comfort. There are numerous of us who spend plenty of money on designer clothing but at times, Tiger Shoes they also need to suffer due to the comfort factor of these clothes


.